Artigo da seção termos e conceitos Manipulação Fotográfica

Manipulação Fotográfica

Artigo da seção termos e conceitos
Artes visuais  

Definição

Num sentido amplo e criativo, essa expressão designa toda e qualquer interferência técnica ou criptográfica efetuada pelo fotógrafo com finalidades expressivas. Essa expressão aplica-se, portanto, a uma vasta gama de procedimentos, que podem ser adotados de modo independente ou conjugado. Por exemplo: tanto o uso de filtros de efeito no momento de tomada da fotografia, quanto o posterior sanduíche ou fusão de duas ou mais imagens para produzir uma terceira, ou os procedimentos laboratoriais, como a solarização, o alto ou baixo contraste e as veladuras intencionais podem ser igualmente considerados como manipulação fotográfica. O ato de colorir, cortar, praticar incisões ou colagens numa ampliação fotográfica bem como modificar manualmente as formas de uma fotografia Polaroid também se enquadram na mesma categoria.

Com o surgimento das novas tecnologias, o espectro dos procedimentos que podem ser enquadrados nesta definição aumentou - e não cessa de aumentar - de forma considerável.
Num sentido mais restrito, circunscrito à esfera jornalística, a noção de manipulação adquiriu uma conotação negativa, aplicada a um tratamento tendencioso da notícia com o propósito de apresentar uma versão falsa, distorcida ou parcial do fato focalizado. Valendo precisar que o termo manipulação aplica-se, neste sentido, tanto às fotografias quanto aos textos.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MANIPULAÇÃO Fotográfica. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/termo3878/manipulacao-fotografica>. Acesso em: 05 de Mai. 2021. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7