Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Lápis

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 24.02.2017
O minério de grafita (grafite), que serve para escrever, desenhar e riscar, foi descoberto numa mina, nas montanhas de Cumberland, Inglaterra, e começou a ser usado, com esse fim, enrolado em peles de carneiro. Os primeiros lápis de madeira são fabricados em 1662, pela Inglaterra, que os vendia para toda a Europa. Por volta de 1839, o imperador ...

Texto

Abrir módulo

Definição

O minério de grafita (grafite), que serve para escrever, desenhar e riscar, foi descoberto numa mina, nas montanhas de Cumberland, Inglaterra, e começou a ser usado, com esse fim, enrolado em peles de carneiro. Os primeiros lápis de madeira são fabricados em 1662, pela Inglaterra, que os vendia para toda a Europa. Por volta de 1839, o imperador francês Napoleão Bonaparte (1769-1821) pede aos cientistas de seu país que encontrem outras alternativas para os produtos ingleses, em falta por motivos relacionados à guerra entre os dois países, e o químico Nicolas-Jacques Conté (1755-1805) consegue produzir o grafite duro, a partir da mistura de argila e grafite moídos até formarem uma pequena vara, que depois era queimada. Atualmente, o grafite pode ser revestido por madeira, plástico ou metal, mas o termo lápis é usado, principalmente, para identificar aqueles revestidos de madeira, incluíndo os lápis coloridos, cujo miolo é feito de argila de diversas cores. O termo também é usado para designar o tipo de desenho ou pintura feitos com esse material.

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo
  • A INVENÇÃO da Pintura. Direção Pierre Marchand. São Paulo: Melhoramentos, 1994.
  • HOUAISS, Antonio. Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa. Rio de Janeiro: Objetiva, 2001.
  • LUCIE-SMITH, Edward. Dicionário de Termos de Arte. Lisboa: Publicações Dom Quixote, 1990.
  • MARCONDES, Luiz Fernando. Dicionário de Termos Artísticos. Rio de Janeiro: Rio, 1998.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: