Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Waldo Bravo

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
16.05.1960 Chile / a definir / Constitución
Registro fotográfico Márcio Sallowicz

Intervenção 5, 2004
Waldo Bravo
Imagem digital impressa em papel blueback

Waldo Alejandro Bravo Avaria (Constitución, Chile 1960). Artista visual. Em suas obras utiliza diversas meios como web-art, imagem digital, mix-tipia gráfica, fotografia, pintura, instalação e intervenção urbana. Estuda desenho técnico e projetos, Instituto Nacional de Capacitación, em Santiago, Chile, entre 1978 e 1981. Paralelamente, cursa des...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Waldo Alejandro Bravo Avaria (Constitución, Chile 1960). Artista visual. Em suas obras utiliza diversas meios como web-art, imagem digital, mix-tipia gráfica, fotografia, pintura, instalação e intervenção urbana. Estuda desenho técnico e projetos, Instituto Nacional de Capacitación, em Santiago, Chile, entre 1978 e 1981. Paralelamente, cursa desenho publicitário, artes gráficas e serigrafia artística, na LOOK e Cia. Publicidad. Muda-se, em 1981, para o Brasil e fixa residência em São Paulo, onde continua sua formação na área. Faz cursos no Sesc Pompéia, no Museu Lasar Segall e no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo - MAC/USP. Realiza, entre outras, exposições individuais no Sesc Pompéia, 1984; no Centro Cultural São Paulo - CCSP, 1987; no Memorial da América Latina, 1993; na Mônica Filgueiras Galeria de Arte, 2002. Participa do 3ª Contempoarte, no Paço das Artes, 1988; 3ª Bienal Nacional de Santos e da 10ª Bienal Internacional de Arte, Valparaíso, Chile, ambas em 1991; 23º Panorama de Arte Atual Brasileira, no Museu de Arte Moderna de São Paulo - MAM/SP, e Jovem Arte Brasileira, na Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp, ambas em 1993; Biennal Vilnius 96, Lituânia, em 1996, entre outras mostras coletivas. Recebe medalha de bronze no Salão Oficial de Artes Plásticas da Associação Internacional de Artes Plásticas, em 1985. Lança em 1987 o livro Panorama da Arte Contemporânea, na Galeria de Arte André. É membro da Associação Internacional de Artes Plásticas da Unesco, do Clube de Diretores de Arte do Brasil e do Clube de Criação de São Paulo. Em 1992, recebe em Paris o Prêmio Unesco de Fomento às Artes, e no ano seguinte a Condecoración al Mérito Cultural de la Orden Gabriela Mistral, outorgada pelo governo do Chile. Em 1997 tem sua obra publicada no livro Sinografia Arqueo-Urbana, com textos do crítico Paulo Klein, editado pelo Escritório Brasileiro de Artes - Ebart. Membro fundador do Núcleo de Arte e Linguagem Experimental - NALE, atualmente é coordenador do Espaço Contempoarte em São Paulo.

Obras 18

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Composição

Montagem sobre tela
Registro fotográfico Márcio Sallowicz

Intervenção 3

Imagem digital impressa em papel blueback
Registro fotográfico Márcio Sallowicz

Intervenção 5

Imagem digital impressa em papel blueback
Registro fotográfico Márcio Sallowicz

Intervenção 8

Imagem digital impressa em papel blueback

Exposições 37

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 10

Abrir módulo
  • 6 POÉTICAS VISUAIS para Neruda. São Paulo: Memorial da América Latina, 2004.
  • BRAVO, Waldo. Antropoanarquia: fotografia, intervenção digital, instalação e objeto. São Paulo: Funarte, 1998.
  • BRAVO, Waldo. Dicotomias. São Paulo: Escritório Brasileiro de Artes, 1997.
  • BRAVO, Waldo. Memória do urbano de W. Bravo. São Paulo: Espaço Cultural Chap Chap, 1990. il. color., foto.
  • BRAVO, Waldo. Recortes urbanos: intervenção na paisagem. São Paulo: [s.n.], 2004.
  • BRAVO, Waldo. W. Bravo. Tradução Sol Biderman. São Paulo: Galeria Alliance Française, 1992.
  • FONSECA, Marcia Molina (coord.). Leste. curadoria Beth Leone. São Paulo: UNICID, 2002.
  • KLEIN, Paulo. Waldo Bravo: signografia arqueo-urbana. Apresentação Alberto Beuttenmüller; comentário Gabriel Barros, Paulo de Tarso Santos; tradução Patrício de la Barra; fotografia Márcio Sallowicz, Romulo Fialdini, Paulo Rocha. Sao Paulo: Escritório Brasileiro de Artes, 1994. 106p.
  • MARTINS, Narcizo. Aspectos da pintura moderna no Brasil. Tradução Hector Gomez; prefácio Lucien Swannel. Osasco: Adrian, 1989. 189 p., il. p.b. color.
  • MARTINS, Narcizo. Panorama da arte contemporânea. São Paulo: Grafica e Ed. C, 1986.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: