Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.



Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Geraldo Souza Dias

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 10.04.2017
1954 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

O Muro, 1989
Geraldo Souza Dias
Óleo sobre tela
167,00 cm x 122,00 cm

Geraldo de Souza Dias Filho (São Paulo, São Paulo, 1954). Pintor e arquiteto. Gradua-se em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), em 1979. Neste mesmo período, frequenta cursos de artes plásticas, estudando pintura com Esmeralda Navarro e Carlos Fajardo (1941), xilogravura com Renina Katz (1...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Geraldo de Souza Dias Filho (São Paulo, São Paulo, 1954). Pintor e arquiteto. Gradua-se em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade de São Paulo (FAU/USP), em 1979. Neste mesmo período, frequenta cursos de artes plásticas, estudando pintura com Esmeralda Navarro e Carlos Fajardo (1941), xilogravura com Renina Katz (1926) e desenho de modelo vivo na Pinacoteca do Estado de São Paulo. Entre 1979 e 1982, conta com bolsa concedida pelo CNPq para pesquisa sobre a obra de arte no espaço urbano de Brasília, orientado por Aracy Amaral.

Obtém o título de mestre em artes visuais pelo Pratt Institute, Nova York, em 1984. Atua como docente na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), entre 1981 e 1985. É nesse mesmo ano que Dias realiza pintura mural no restaurante universitário da UFSC. Conclui o doutorado em teoria da arte na Universität der Künste em Berlim, Alemanha, em 2000, com tese sobre Mira Schendel que, posteriormente, foi publicada no país. Esse trabalho serve como base para o livro Mira Schendel - do Espiritual à Corporeidade, editado em 2009 pela Cosac Naify.

Parte de seu trabalho de livre-docência, que obteve na Escola de Comunicações e Artes (ECA) da USP em 2006, é realizado com a apresentação da instalação Babel, no átrio da FAU/USP. É professor associado na ECA/USP. 

Análise

A maior parte da produção de Geraldo Souza Dias se dá no âmbito da pintura abstrata. Na década de 1980, suas telas evitam a figuração e estruturam-se com formas e cores traduzidas em luzes e sombras, como em Tivoli (1987) e O Muro (1989).

O artista esclarece, em texto de catálogo de 1985, que não está preocupado em reproduzir o real, mas em revelar as formas das imagens de uma vida que não se vê. Desse modo, a pintura torna-se uma forma de comunicação não apenas de ideias, mas também de estímulos visuais. A construção de espaços e imagens por meio de cores, pinceladas e formas abstratas podem, segundo o artista, ser expressivas e comunicativas, ainda que não tenham em seus elementos significados precisos. No início da década de 1990, Dias produz trabalhos com a junção de telas, como o díptico K'un (1990).

Obras da década de 2000 trazem uma mudança de linguagem na produção de Dias, que faz uso da figuração. O Castelo (2003-2004), por exemplo, consiste num grupo de pequeninas telas dispostas sobre uma mesa como um castelo de cartas. As diminutas pinturas fazem parte de um arquivo pessoal, no qual o artista registra eventos, personagens e cenas do seu cotidiano.

 

Obras 2

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

O Muro

Óleo sobre tela

Exposições 50

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 13

Abrir módulo
  • ALEXANDRE Martins Fontes, Mauro Claro, Marcelo Villares e Geraldo Souza Dias. São Paulo: MAM, 1991.
  • ANGELA Santos; Ciça Abs André, Marina Saleme, Geraldo Souza Dias, Nahum Levin: o tigre vê/pinturas e esculturas. São Paulo: Paço das Artes, 1989.
  • ANGELA Santos; Ciça Abs André, Marina Saleme, Geraldo Souza Dias, Nahum Levin: o tigre vê/pinturas e esculturas. São Paulo: Paço das Artes, 1989. SPpa 1989/a
  • DIAS, Geraldo Souza. Currículo enviado pelo artista. Texto de Harry Laus. Não catalogado
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 1996.
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 1996. Dg541g 1996
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias: pinturas recentes. Ribeirão Preto: Itaugaleria, 1990.
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias: pinturas recentes. Ribeirão Preto: Itaugaleria, 1990. 1990 IGRP 005
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias: pinturas. Goiânia: Itaugaleria, 1990.
  • DIAS, Geraldo Souza. Geraldo Souza Dias: pinturas. Goiânia: Itaugaleria, 1990. 1990 IGG 002
  • GERALDO Souza Dias. Texto de Harry Laus. (Curriculum do artista).
  • PINTURAS: Geraldo de Souza Dias e Flávia Fernandes. Florianópolis: ACAP, 1985. SPacap 1985/p
  • PINTURAS: Geraldo de Souza Dias e Flávia Fernandes. Florianópolis: ACAP, 1985. folha dobrada, 2 il. p.b. SPacap 1985/p

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: