Artigo da seção pessoas Arlindo Daibert

Arlindo Daibert

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deArlindo Daibert: 12-08-1952 Local de nascimento: (Brasil / Minas Gerais / Juiz de Fora) | Data de morte 28-08-1993 Local de morte: (Brasil / Minas Gerais / Juiz de Fora)
Imagem representativa do artigo

Sinto-me ... , 1979 , Arlindo Daibert
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini

Biografia

Arlindo Daibert (Juiz de Fora MG 1952 - idem 1993). Desenhista, gravador, pintor e professor. Forma-se em letras pela Universidade Federal de Juiz de Fora - UFJF, em 1973. Na época, contribui com poemas e ilustrações no suplemento Arte e Literatura do Diário Mercantil, entre outros. Recebe prêmio do governo da França, e freqüenta curso de técnicas de gravura no Atelier Calevaet-Brun, em Paris, entre 1975 e 1976. Retornando ao Brasil, realiza individuais nas quais expõe desenhos organizados em séries temáticas: Alice no País das Maravilhas, Gran Circo Alegria de Viver e Fantástica, entre outras. As referências à literatura são uma constante em sua produção, como na série Macunaíma de Andrade, 1982. Participa da criação da Oficina de Gravura Largo do Ó, em Tiradentes, Minas Gerais, em 1984. Nesse mesmo ano, ingressa no Departamento de Artes da UFJF, onde dirige projeto de estudo e organização do acervo de artes plásticas do poeta Murilo Mendes (1901 - 1975). Coordena diversas mostras sobre o poeta e é curador de várias exposições de artistas brasileiros. Em 1995, é publicado Caderno de Escritos, pela Editora Sette Letras, com seus ensaios sobre arte, e, em 1998, o livro Imagens do Grande Sertão - Arlindo Daibert, com os trabalhos da série Grande Sertão: Veredas, pelas editoras da UFJF e da Universidade Federal de Minas Gerais. Em 2000, é publicado o livro Arlindo Daibert: Depoimento, organizado por Fernando Pedro da Silva e Marília Andrés Ribeiro, pela editora C/Arte.

Comentário Crítico
Arlindo Daibert inicia sua trajetória artística em 1970, produzindo desenhos de caráter fantástico, nos quais emprega uma técnica que se destaca pela clareza dos detalhes e pelo refinamento das composições. O artista realiza desenhos notáveis pela minúcia e pela precisão, onde se incorporam escritos. Em sua obra predomina o caráter erótico e também uma intrincada simbologia. Explora ainda o diálogo entre a literatura e as artes visuais. Como nota o crítico Roberto Pontual, após a estada em Paris, entre 1975 e 1976, Daibert gradualmente substitui o caráter apocalíptico de seus desenhos iniciais pela ironia.

continuar a leitura do texto Continuar a leitura do texto...

Outras informações de Arlindo Daibert:

  • Outros nomes
    • Arlindo Daibert Amaral
  • Habilidades
    • Pintor
    • desenhista
    • gravador
    • professor de artes plásticas

Obras de Arlindo Daibert: (11) obras disponíveis:

Exposições (81)

Artigo sobre Arte Agora I

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioArte Agora I: 11-03-1976  |  Data de término | 25-04-1976
Resumo do artigo Arte Agora I:

Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro

Artigo sobre 6º Salão Global de Inverno

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de início6º Salão Global de Inverno: 12-07-1979  |  Data de término | 06-08-1979
Resumo do artigo 6º Salão Global de Inverno:

Fundação Clóvis Salgado. Companhia de Dança de Minas Gerais (Belo Horizonte)

Todas as exposições

Eventos relacionados (1)

Artigo sobre sp-arte 2010

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de iníciosp-arte 2010: 29-04-2010  |  Data de término | 02-05-2010
Resumo do artigo sp-arte 2010:

Fundação Bienal de São Paulo

Fontes de pesquisa (17)

  • DAIBERT, Arlindo. Arlindo Daibert: depoimento. Belo Horizonte: C/Arte, 2000. 741.0981 D132a
  • DAIBERT, Arlindo. Arlindo Daibert: depoimento. Org. Fernando Pedro da Silva e Marília Andrés Ribeiro. Belo Horizonte : C/Arte, 2000. (Circuito Atelier; 8)
  • DAIBERT, Arlindo. Arlindo Daibert: desenhos.São Paulo : Galeria Entreartes, 1978.
  • DAIBERT, Arlindo. Imagens do grande sertão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998. 148 p., il. color.
  • DAIBERT, Arlindo. Arlindo Daibert: objetos. Belo Horizonte : Centro Cultural da Universidade Federal de Minas Gerais, 1995. Não catalogado
  • DAIBERT, Arlindo. Arlindo Daibert: trabalhos recentes: babel. São Paulo: MAM, 1989. Não catalogado
  • DAIBERT, Arlindo. Desenhos. Juiz de Fora: Saguão da Reitoria da Universidade Federal de Juiz de Fora, 1978. Não catalogado
  • DAIBERT, Arlindo. Desenhos: desenhos. São Paulo: Galeria Entreartes, 1978. D132d 1978
  • DAIBERT, Arlindo. Imagens do grande sertão. Belo Horizonte: Editora UFMG, 1998. 759.981 D132i
  • KLINTOWITZ, Jacob. Mestres do desenho brasileiro: 27 artistas representativos. s.l., Volkswagen do Brasil, 1983.
  • KLINTOWITZ, Jacob. Mestres do desenho brasileiro: 27 artistas representativos. São Paulo: Volkswagen do Brasil, 1983. 741.981 K65m
  • NA PONTA do lápis. Apresentação de Maria do Carmo Secco. Rio de Janeiro: Galeria de Arte UFF, 1986.
  • NA ponta do lápis. Rio de Janeiro: Galeria de Arte/UFF, 1986. RJuff 1986
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987. 709.8104 Cg492pr
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987.
  • RIBEIRO, Marília Andrés (org.); SILVA, Fernando Pedro da (org.). Um século de história das artes plásticas em Belo Horizonte. Belo Horizonte: C/Arte, 1997. (Centenário). 709.8151 S446
  • RIBEIRO, Marília Andrés (org.); SILVA, Fernando Pedro da (org.). Um século de história das artes plásticas em Belo Horizonte. Belo Horizonte: C/Arte, 1997. (Centenário).

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • ARLINDO Daibert. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9757/arlindo-daibert>. Acesso em: 11 de Nov. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7