Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Angelo Guido

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 26.04.2015
10.10.1893 Itália / Lombardia / Cremona
09.12.1969 Brasil / Rio Grande do Sul / Pelotas
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Jangada, 1945
Angelo Guido
Óleo sobre tela
22,00 cm x 16,00 cm

Angelo Guido Gnocchi (Cremona, Itália, 1893 - Pelotas, RS, 1969). Pintor, escultor, gravador, crítico de arte. Muda-se com a família para São Paulo em 1895. Por volta de 1900, estuda com seu tio Aurélio Gnocchi e frequenta o Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo (Laosp), onde tem aulas com Piza e Bonomi; estuda e trabalha com César Formenti (187...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Angelo Guido Gnocchi (Cremona, Itália, 1893 - Pelotas, RS, 1969). Pintor, escultor, gravador, crítico de arte. Muda-se com a família para São Paulo em 1895. Por volta de 1900, estuda com seu tio Aurélio Gnocchi e frequenta o Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo (Laosp), onde tem aulas com Piza e Bonomi; estuda e trabalha com César Formenti (1874-1944). Entre 1914 e 1925, colabora como crítico de arte no jornal Tribuna de Santos. A partir de 1925, estabelece-se em Porto Alegre e afasta-se temporariamente da pintura, devido a uma doença nos olhos, passando a fazer crítica de arte no jornal Diário de Notícias. Em 1936, torna-se membro do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Sul e assume a cadeira de história no Instituto de Belas Artes do Rio Grande do Sul e na Faculdade de Arquitetura, em Porto Alegre. Entre 1959 e 1963, exerce o cargo de diretor do Instituto de Belas Artes de Porto Alegre. Textos de sua autoria são publicados após sua morte, em 1972, no livro Aspectos do Barroco em Portugal, Espanha e Brasil

Obras 1

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Jangada

Óleo sobre tela

Exposições 37

Abrir módulo

Feiras de arte 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 11

Abrir módulo
  • CAMINHO das águas. Belém, 1995. 4p. il., color.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • GUIDO, Angelo. Angelo Guido: exposição retrospectiva. Porto Alegre: [s.n.], 1985.
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • INSTITUTO de Artes 90 anos: acervo. Curadoria José Augusto Avancini, Maria Amélia Bulhões Garcia; texto Sandra Rey. Porto Alegre: Instituto de Artes da UFRGS, 1998. 32p. il. color.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • PRECURSORES das artes plásticas no Rio Grande do Sul. Apresentação Carlos Scarinci. Porto Alegre: Riocell, 1981.
  • REIS JÚNIOR, José Maria dos. História da pintura no Brasil. Prefácio Oswaldo Teixeira. São Paulo: Leia, 1944.
  • ROSA, Renato, PRESSER, Décio. Dicionário de artes plásticas no Rio Grande do Sul. 2. ed. rev. ampl. Porto Alegre: Ed. da UFRGS, 2000. 527p. R700.98165 R7887d 2. ed.
  • SÃO PAULO (ESTADO). SECRETARIA DA CULTURA. Pintores Italianos no Brasil. São Paulo: Governo do Estado de São Paulo. Secretaria de Estado da Cultura/Sociarte, 1982.
  • VIDA e obra de Angelo Guido. Apresentação de Evelyn Berg. Porto Alegre: Museu de Arte do Rio Grande do Sul, Escritório de Arte Alto da Bronze, 1991.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: