Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Adrianne Gallinari

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 31.03.2017
02.11.1965 Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini

Sem Título, 2003
Adrianne Gallinari
Nanquim sobre mdf
185,00 cm x 137,00 cm

Adrianne Izabelle dos Santos Gallinari (Belo Horizonte, Minas Gerais, 1965). Artista multimídia. Entre 1984 e 1987, estuda na Escola Guignard, juntamente com Rosângela Rennó. Inicia sua atuação artística nessa escola, desenvolvendo produção em desenho e pintura, e experimentando materiais como a cerâmica. Nesse período, conhece os artistas Cao G...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Adrianne Izabelle dos Santos Gallinari (Belo Horizonte, Minas Gerais, 1965). Artista multimídia. Entre 1984 e 1987, estuda na Escola Guignard, juntamente com Rosângela Rennó. Inicia sua atuação artística nessa escola, desenvolvendo produção em desenho e pintura, e experimentando materiais como a cerâmica. Nesse período, conhece os artistas Cao Guimarães e José Bento, entre outros. Em 1997, Gallinari realiza sua primeira animação em vídeo, em Belo Horizonte. No mesmo ano, viaja a Buenos Aires para participar do Programa de Bolsas para Artistas Jovens "Beca Kuitca", lá permanecendo até 2001. Paralelamente ao seu trabalho como artista visual atua na área de ilustração. Nesse campo, cria trabalhos para a revista Bravo, edições de julho 2002 e janeiro 2004, e produz os marcadores de livros da Livraria Cultura, em 2003, ano em que se muda para São Paulo.

Análise

Adrianne Gallinari desponta nos anos 1990 com trabalhos de pintura e desenho. A pintura de cores fortes do início dessa década desloca-se para um desenho com poucas áreas de cor, composto por silhuetas humanas, formas geométricas e palavras, realizado sobre diferentes suportes. Entre 1997 e 2003, realiza um projeto itinerante de desenhos sobre parede nas cidades de São Paulo, Buenos Aires, Nova York, Pontevedra (Espanha), Fortaleza, Pori (Finlândia) e Belo Horizonte, no qual o desenho se relaciona diretamente com a arquitetura do lugar da mostra. A palavra tem um papel preponderante nesses desenhos, gerando áreas de acúmulo semelhantes à trama de linhas. Nos desenhos sobre papel da Série Vermelha, 2003, a artista retoma o uso predominante da cor, como nas pinturas. Com o guache vermelho revela paisagens e silhuetas do corpo feminino.

Em 2006 desenha em nanquim preto sobre tecidos de dimensões diversas, utilizando sutis áreas de cor. Esses trabalhos têm em comum linhas, figuras ou formas geométricas que se desdobram em outras imagens, criando narrativas. Nessas obras, as linhas se repetem ritmadamente, de uma silhueta saem vísceras, o traçado das nervuras de uma folha aparece em outras partes do desenho. O movimento e a narrativa estão presentes de modo mais efetivo nas animações que a artista cria em vídeo/DVD, com base em uma série de desenhos seqüenciados.

Obras 1

Abrir módulo
Reprodução fotográfica Sérgio Guerini

Sem Título

Nanquim sobre mdf

Exposições 85

Abrir módulo

Feiras de arte 3

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 26

Abrir módulo
  • 50 anos de salão paranaense de Belas Artes. Curitiba: MAC, 1995. CAT-G PRsp 1995/c ex.02
  • A COLETIVA: Octaviano Moniz Barreto, Adrianne Gallinari, José Bento. Salvador: Museu de Arte Moderna da Bahia, 1992. il. color.
  • A MONTANHA e o mar: coletiva: Octaviano Moniz Barreto, Adrianne Gallinari, José Bento. Texto de Marcus de Lontra Costa. Salvador: Museu de Arte Moderna da Bahia, 1992. Não catalogado
  • A SUBVERSÃO dos meios. Curadoria e texto Maria Alice Milliet, Nancy Betts. São Paulo: Itaú Cultural, 2003. 150 p., il. p&b color.
  • BIENAL DE ARTE DE PONTEVEDRA, 26., 2000, Pontevedra, Espanha. O espacio como proxecto/O espacio como realidade. Textos Manuel Abeledo López, José Carlos Valle Pérez e María del Corral. Pontevedra: Pazo da Cultura de Pontevedra, Facultade de Ciências Socias de Pontevedra, 2000. 217 p. il.
  • COR e luz. Belo Horizonte: CEMIG, 1994. , il. color. MGcemig 1994/c
  • DESENHO: traço e espaço. Texto Waldir Barreto, Agnaldo Farias; tradução Pedro Paranhos. Brasília: Arte 21; São Paulo: Instituto Tomie Ohtake, 2003. 96 p., il. color.
  • FÓRUM INTERNACIONAL DE DANÇA, Belo Horizonte, MG. Mostra de Artes Plásticas FID. Belo Horizonte: Galeria SESIMINAS, 1996. 40 p., il. color. MGsesi 1996/m
  • FÓRUM INTERNACIONAL DE DANÇA, Belo Horizonte, MG. Mostra de artes plásticas FID. Apresentação Esther Mourão Monteiro; texto Marcos Hill. Belo Horizonte: Galeria SESIMINAS, 1996. 40 p., il. color.
  • GALLINARI, Adrianne. Adrianne Gallinari Projeto Pampulha - Mezanino. Texto Rodrigo Moura. Belo Horizonte: Museu de Arte da Pampulha. Folheto. Disponível em: [http://www.casatriangulo.com/site.htm]. Acesso em: 26 abr. 2006.
  • GALLINARI, Adrianne. Adrianne Gallinari. Texto Victoria E. Noorthoorn; versão em português Luiz Henrique Horta. Belo Horizonte: Celma Albuquerque Galeria de Arte, 2000. 16 p., il. color.
  • GALLINARI, Adrianne. Pinturas. Goiânia: Marina Potrich Galeria de Arte, 1993. [4] p., 4 il. color.
  • GUIGNARD: 50 anos de uma escola de arte. Apresentação Piti. Belo Horizonte: Vidya Galeria de Arte, 1994. [60] p., il. p&b color.
  • Gallinari, Adrianne. pinturas . Goiânia: Marina Potrich Galeria de Arte, 1993. [4] p., 4 il. color. G169 1993
  • Guignard: 50 anos de uma escola de arte. Belo Horizonte: Vidya Galeria de arte, 1994. [60] p., il. p&b color. MGvga 1994/g
  • MATÉRIA Prima. Texto de Agnaldo Farias e Lisette Lagnado. Curitiba: Novo Museu, 2003. 4 p., il., folder.
  • MOSTRA DO DESENHO BRASILEIRO, 10., 1994, Curitiba, PR. 10ª Mostra do Desenho Brasileiro. Curitiba: MAC, 1994.
  • MOSTRA DO DESENHO BRASILEIRO, 10., 1994, Curitiba, PR. 10ª Mostra do Desenho Brasileiro. Curitiba: MAC, 1994. PRmdb 10/1994
  • PRATA, Isabella e AYDAR, Bia (Orgs.) Antarctica Artes com a Folha. São Paulo: Cosac & Naify, 1998.
  • PRATA, Isabella e AYDAR, Bia (Orgs.) Antarctica Artes com a Folha. São Paulo: Cosac & Naify, 1998. 709.81904 A627
  • PROSPECÇÕES: arte nos anos 80 e 90. Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura, 1997. 1 folha avulsa dobra, 3 il. p.b., color. MGsec 1997/u
  • PROSPECÇÕES: arte nos anos 80 e 90. Curadoria Walter Sebastião. Belo Horizonte: Secretaria de Estado da Cultura, 1997. 1 folha avulsa dobra, 3 il. p.b., color.
  • SORKIN, Jenni. Adrianne Gallinari. Firenze Magazine, nº 58, abril de 2002. Disponível em: [http://www.casatriangulo.com/site.htm] . Acesso em: 26 abr. 2006.
  • TRANSFORMER. 18 set. a 10 nov. 2002, Finlândia. Artistas Mark Bain, Gilles Barbier, Ansuya Blon, Leif Elggren, Adrianne Gallinari, Anna Gakell, Robert Gober, Rodney Graham, entre outros. Texto sobre Adrianne Gallinari, Nico Israel. Finlândia: Pori Taidemuseo, 2002. 35 p., il.
  • UTOPIAS contemporâneas. Curadoria José Alberto Nemer. Belo Horizonte: Fundação Palácio das Artes, 1992.
  • UTOPIAS contemporâneas. Curadoria José Alberto Nemer. Belo Horizonte: Fundação Palácio das Artes, 1992. CAT-G MGfpa 1992/u

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: