Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Cristina Canale

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 26.09.2018
1961 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Reprodução Fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Beija-Flor, 1994
Cristina Canale
Óleo sobre tela
170,00 cm x 140,00 cm

Cristina Canale (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1961). Pintora. Em 1983 forma-se em desenho e pintura pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage), no Rio de Janeiro. Sua primeira participação em exposições ocorre em 1984, na coletiva Como Vai Você, Geração 80?. Em 1991 recebe o Prêmio Governador do Estado, na 21ª Bienal Intern...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Cristina Canale (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1961). Pintora. Em 1983 forma-se em desenho e pintura pela Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage), no Rio de Janeiro. Sua primeira participação em exposições ocorre em 1984, na coletiva Como Vai Você, Geração 80?. Em 1991 recebe o Prêmio Governador do Estado, na 21ª Bienal Internacional de São Paulo.

Em 1993 ganha a bolsa de artes do Estado de Brandenburg, Alemanha, para realizar atividades no Castelo Wiepersdorf, e a bolsa do Deutscher Akademischer Austauch Dienst (DAAD) [Serviço Alemão de Intercâmbio Acadêmico], para estudar, até 1995, na Academia de Artes de Düsseldorf. Sua produção do período das bolsas na Alemanha é mostrada em individual realizada em 1995, na Galeria Anna Maria Niemeyer, Rio de Janeiro. Reside na Alemanha desde 1993, mas mantém ateliê no Rio de Janeiro.

Após os anos 2000, Cristina participa de expsoições coletivas e individuais como Rastros, no Paço das Artes, São Paulo, em 2003, Cristina Canale - Arredores e Rastos no Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ), em 2010 e Spiegel und Erinnerung, no Atelier III, em Barmstedt, Alemanha.

Análise

Cristina Canale é representante da nova pintura brasileira reunida na exposição Como Vai Você, Geração 80? e desde então explora e aprofunda questões presentes nesse período. A artista opta por manter em sua produção a pintura, o uso de cores vivas, a representação de paisagens e temas tradicionais da pintura, formas orgânicas, o trânsito entre abstração e figuração.

No início da década de 1990, suas pinturas têm grande dimensão, com espessas camadas de tinta com que são representados oceanos, vales, vulcões e arquipélagos. Posteriormente suas imagens revelam fragmentos e detalhes da natureza, beirando a abstração. O período em que estuda na Alemanha é determinante para as transformações de seu trabalho. É quando pinta sobre papel, produzindo obras com pequenos formatos, e passa a explorar o desenho, com linhas autônomas que acrescentam espacialidade à composição por meio de planos e profundidades. As cores utilizadas adquirem fluidez e suavidade.

Em 1999, há um retorno à figura, sobretudo na representação de interiores. Esses trabalhos apresentam formas mais concisas e concentradas. Entre 2000 e 2001 suas representações figurativas referem-se ao lúdico e à infância.

Obras 6

Abrir módulo
Reprodução Fotográfica Sérgio Guerini/Itaú Cultural

Beija-Flor

Óleo sobre tela
Reprodução Fotográfica Autoria Desconhecida

Equilíbrio

Óleo sobre tela

Exposições 126

Abrir módulo

Eventos relacionados 2

Abrir módulo

Mídias (1)

Abrir módulo
Cristina Canale - Enciclopédia Itaú Cultural
A carioca Cristina Canale inicia-se desenhando, mas logo passa à pintura. “Estava na cara que o que eu queria era pintar, porque os desenhos eram carregados, pictóricos”, diz ela. No começo figurativos, aos poucos seus trabalhos se diluem, com o embate entre a figuração e a matéria – um choque que, para ela, ainda perpassa suas obras. “A matéria hoje não é tão bruta, é mais leve. Tem tratamentos que são pictóricos, em contraste com essa situação que beira uma narrativa, tangencia uma descrição, mas o peso não fica só nisso, e sim no todo. A pintura é o que importa”, afirma. A cor, segundo a artista, norteia a dinâmica de sua criação, ajudando a conceber os planos e o espaço em seus quadros. O desenho, por sua vez, aparece como mais uma tensão, um contraste que ela deve “pacificar” na tela. Seu processo criativo inclui o uso de fotografias, recortadas e recompostas para atender ao seu desejo pictórico.

Produção: Documenta Vídeo Brasil
Captação, edição e legendagem: Sacisamba
Intérprete: Erika Mota (terceirizada)
Locução: Júlio de Paula (terceirizado)

Fontes de pesquisa 38

Abrir módulo
  • 19º Salão Nacional de Arte. Belo Horizonte: Museu de Arte da Prefeitura, 1987. [24] p., il. color. 1 Imprimir Detalhes
  • ACERVO / Galeria Sao Paulo. São Paulo: Galeria São Paulo, 1989. , il. color. SPgsp 1989
  • ARRUDA, Tereza. Fiel à sua essência. In: Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=44]. Acesso em: 08 ago. 2006. Não catalogado
  • AUTRAN, Lúcio. Cristina Canale. Galeria: revista de arte, Sao Paulo: Area Editorial, n.17, p.116, 1989. P37/17/89
  • AUTRAN, Lúcio. Cristina Canale. Galeria: revista de arte, São Paulo: Area Editorial, n. 17, p. 116, 1989.
  • BOUSSO, Daniela. No Rastro da Pintura. In: Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=44]. Acesso em: 08 ago. 2006.
  • BOUSSO, Daniela. No Rastro da Pintura. In: Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=44]. Acesso em: 08 ago. 2006. Não catalogado
  • BRANCO Dominante. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1992. il p.b. SPgsp 1992
  • Brasil: Imagem do Anos 80 e 90. Rio de Janeiro: MAM, 1993. Não catalogado
  • CANALE, Cristina. Arredores. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2005. C212 2005
  • CANALE, Cristina. Arredores. Texto Tiago Mesquita. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 2005.
  • CANALE, Cristina. Cristina CANALE. Rio de Janeiro: Paço Imperial, 2000. folha dobrada, il. color. 1 cromo - BANCO DE IMAGENS. C212c 2000
  • CANALE, Cristina. Cristina CANALE. São Paulo: Galeria São Paulo, 1995. [20] p., il. color. C212c 1995
  • CANALE, Cristina. Cristina Canale. Rio de Janeiro: Paço Imperial, 2000. folha dobrada, il. color.
  • CANALE, Cristina. Cristina Canale. Texto Marco Veloso. São Paulo: Galeria São Paulo, 1995. [20] p., il. color.
  • CANALE, Cristina. Interiores. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1999. [12] p., il. color. C212i 1999
  • CANALE, Cristina. Interiores. Texto Eliana De Simone. São Paulo: Galeria de Arte São Paulo, 1999. [12] p., il. color.
  • CANALE, Cristina. Quem você copia? Arte pessoal. Arte em Sao Paulo, n.32, set./out. 1985, . P9/32/85
  • CANALE, Cristina. Quem você copia? Arte pessoal. Arte em São Paulo, n. 32, set. /out. 1985.
  • CANALE, Cristina. Rastros. Texto Vitória Daniela Bousso. São Paulo: Paço das Artes, 2003. [24] p., il. color. C212r 2003
  • COCCHIARALE, Fernando. Paisagem: Tradição e contemporaneidade na pintura de Cristina Canale. In: Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=44]. Acesso em: 08 ago. 2006. Não catalogado
  • CRISTINA Canale, Cláudio Fonseca, Beatriz Milhazes, Luiz Pizarro e Luiz Zerbini. São Paulo: MAC/USP, 1989. il. p.b. color.
  • CRISTINA Canale, Cláudio Fonseca, Beatriz Milhazes, Luiz Pizarro e Luiz Zerbini. São Paulo: MAC/USP, 1989. il. p.b. color., fot. SPmac 1989
  • Canale, Cristina. Cristina Canale . Rio de Janeiro: Galeria Anna Maria Niemeyer, 1995. s.p., il. color. C212 1995
  • ECO Art. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 288 p., il. color. ISBN 85-7048-042-3. 759.98104 P964e
  • ECO art. Tradução Angela Brant Ribeiro, Maria Luiza Crespo, Milena Guinle; texto Geraldo Edson de Andrade, Charles Merewether. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 288 p., il. color.
  • MACHADO, Milton. Cristina Canale. Galeria: revista de arte, Sao Paulo: Area Editorial, n.18, p.46-50, 1990,. P37/18/90
  • MACHADO, Milton. Cristina Canale. Galeria: revista de arte, São Paulo: Area Editorial, n. 18, p. 46-50, 1990.
  • MATTAR, Denise (Coord.). The exchange show : twelve painters from San Francisco and Rio de Janeiro. San Francisco: Society for Art Publications of the Americas; Rio de Janeiro: Museu de Arte Moderna, 1994. 40 p., il., p&b color. ISBN 0-9641560-0-8. EUAsapa 1994/es
  • MATTOS, Armando (Coord.). Anos 80 : o palco da diversidade. Rio de Janeiro: MAM, 1995. 66 p., 37 il., color. CAT-G RJmam 1995/ao
  • MESQUITA, Tiago. Imagens líquidas. In: Galeria Nara Roesler. Disponível em: [http://www.nararoesler.com.br/artistas_txt_p.asp?idartista=44]. Acesso em: 08 ago. 2006. Não catalogado
  • ORGANICUS. Curadoria Tereza de Arruda. São Paulo: Valu Oria Galeria de Arte, 1997. SPvo 1997/o
  • OS anos 80. Apresentação Aguinaldo Coelho. Goiânia: Marina Potrich Galeria de Arte, 1998. , il. color. GOmp 1998
  • Pegoraro. Pegoraro . São Paulo: Paulo Prado Galeria de Arte, 1984. s.p. il., figs., fot. P376 1984
  • SALÃO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS, 8. , 1985, Rio de Janeiro, RJ. 8º Salão Nacional de Artes Plásticas. Rio de Janeiro: MAM, 1985.
  • SALÃO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS, 8. , 1985, Rio de Janeiro, RJ. 8º Salão Nacional de Artes Plásticas. Rio de Janeiro: MAM, 1985. RJsnap 8/1985
  • VELHA mania: desenho brasileiro. Apresentação Marcus de Lontra Costa; texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro, RJ: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1985.
  • VELHA mania: desenho brasileiro. Apresentação Marcus de Lontra Costa; texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro, RJ: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1985. CAT-G RJeavpl 1985

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: