Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Maria Tomaselli

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 20.08.2018
1941 Áustria / a definir / Innsbruck
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Gravidez da Garça, 1986
Maria Tomaselli
Acrílica sobre tela, c.i.d.
80,00 cm x 110,00 cm

Maria Tomaselli Cirne Lima (Innsbruck, Áustria 1941). Pintora, desenhista, gravadora. Em sua cidade natal, estuda desenho com Heinz Kühn (1908 - 1987), em 1962, e se diploma em filosofia, em 1965. Muda-se para Porto Alegre em 1969 e, durante dois anos, estuda pintura com Iberê Camargo (1914-1994). Inicia a formação em artes gráficas em 1971, com...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Maria Tomaselli Cirne Lima (Innsbruck, Áustria 1941). Pintora, desenhista, gravadora. Em sua cidade natal, estuda desenho com Heinz Kühn (1908 - 1987), em 1962, e se diploma em filosofia, em 1965. Muda-se para Porto Alegre em 1969 e, durante dois anos, estuda pintura com Iberê Camargo (1914-1994). Inicia a formação em artes gráficas em 1971, com aulas de xilogravura com Danúbio Gonçalves (1925), no Ateliê Livre da Prefeitura de Porto Alegre. Em 1972, vai morar em São Paulo, onde faz um curso de serigrafia com Paulo Menten (1927), frequenta a Escola Brasil e é premiada na 2ª Exposição Internacional de Gravura, no Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP). Muda-se para o Rio de Janeiro em 1975, onde inicia um curso de gravura em metal no Museu de Arte Modernade do Rio de Janeiro (MAM/RJ).  Em Olinda, a partir de 1979, liga-se então à Oficina Guaianases de Gravura. Funda, em 1980, o ateliê MAM de litografia com as artistas Anico (1948) e Marta Loguércio. Nessa década recebe bolsas de estudo do Instituto Austríaco-Italiano, em Roma, e do Instituto Austríaco-Francês, em Paris.

Comentário Crítico
No fim dos anos 1980 e início dos 1990, Maria Tomaselli realiza pinturas nas quais explora uma gama cromática variada e viva, utilizando aquarela e acrílica sobre algodão. Nesse período, porém, a maneira de usar a cor vai se transformando aos poucos. As cores ficam mais independentes do desenho, e os planos da pintura passam a ser cada vez mais definidos por manchas de cor e menos por linhas. No quadro Variações sobre uma Aquarela (1989), por exemplo, a composição é toda estruturada com linhas claramente traçadas, que subdividem o espaço em planos menores e conferem à pintura um desenho bem definido, quase geométrico. Essas linhas servem de limite para as cores empregadas, organizando sua distribuição no plano pictórico. Na tela No Espaço (1992), Maria Tomaselli abandona as cores como preenchimento e dilui as fronteiras entre elas. Ao mesmo tempo, sua paleta torna-se mais rebaixada e tende a um monocromatismo de tons mais suaves, como se coubesse às próprias cores encontrar uma convivência harmoniosa entre si, sem depender da intervenção da linha, que, apesar de presente, tem sua força compositiva diminuída em favor da fluidez na passagem de uma cor a outra. Com essas mudanças, as figuras antropomórficas das pinturas também se transformam, destacando-se menos e tornando-se mais homogêneas em relação ao fundo.

Obras 16

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

6 Figuras

Acrílica sobre algodão
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini

Ciranda IV

Aquarela
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Clarkiana III

Acrílica sobre tela colada em madeira recortada

Exposições 199

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 18

Abrir módulo
  • ARAÚJO, Emanoel. Esculturas e relevo: um vulcão rumo ao classicismo. São Paulo: Galeria Nara Roesler, 1996. A663 1996
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997. R750.81 A973d 2.ed.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • ECO art. Tradução Angela Brant Ribeiro; traducao Maria Luiza Crespo; tradução Milena Guinle; apresentação Julio Bozano; comentário Geraldo Edson de Andrade; comentario Charles Merewether. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 288 p., il. color.ISBN 85-7048-042-3. 759.98104 P964e
  • ESTRELA chorou rosa... : pinturas. Rio de Janeiro: MAM, 1993. , il. color., fotos p. RJmam 1993/m
  • MARIA Tomaselli, Malu Fatorelli. Hannover: Galerie Sandmann + Haak, 1990. , il. color.
  • MOSTRA do acervo. São Paulo: Sudameris Galleria, 1996. p.24. SPsuda 1996/m
  • O MUSEU de Arte do Rio Grande do Sul. Edição Fábio Luiz Borgatti Coutinho. São Paulo: Banco Safra, 2001.
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987.
  • ROSA, Renato; PRESSER, Décio. Dicionário de artes plásticas no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 1997. R700.98165 R7887d
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli. Sao Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1984. , il. p&b color. T655 1984
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli. São Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1984. , il. p&b color.
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli. Vitória: Galeria de Arte e Pesquisa/UFES, 1987. folha dobrada, 2 il. color. T655 1987
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli: pintura, aquarela, instalaçao. São Paulo: Galeria Montesanti Roesler, 1989. , il. p&b color. T655 1989
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli: pintura, aquarela, instalação. São Paulo: Galeria Montesanti Roesler, 1989. , il. p&b color.
  • TOMASELLI, Maria. Maria Tomaselli: pinturas e aquarelas. Porto Alegre: Bolsa de Arte de Porto Alegre, 1987. , il. color., foto p&b.
  • TOMASELLI, Maria. TO 93. Landeck: Galerie Elefant, 1993. , il. color.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: