Artigo da seção pessoas Mabsa

Mabsa

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deMabsa: 01-07-1917 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / São Paulo) | Data de morte 17-09-2011 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Espanhola , 1949 , Mabsa
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Biografia
Maria Amélia Arruda Botelho de Souza Aranha (São Paulo, SP, 1917 - idem 2011). Pintora, escultora, ilustradora e historiadora. Faz seus primeiros estudos com os pintores italianos Antonio Rocco (1880-1944)  e Caetano de Gennaro (1890-1959). Estuda com o iluminador português Lucas Teixeira e com Habuba Farah Riccetti. Escreve e ilustra publicações históricas e artísticas, entre as quais Lendas de Amor do Folclore Indígena, publicado pelo Instituto Histórico e Geográfico de São Paulo (IHGSP) em 1968. Em 1970, expõe em São Paulo em mostra no Museu de Arte Brasileira (MAB/Faap); em 1977, participa do 9e Concours International de la Palme D´Or des Beaux Arts, em Monte Carlo (Itália). Figura como artista brasileira no Annuaire de L´Art International de 1980 e 1981. Em 1985, recebe na Itália o Premio Mondialle della Cultura/Statua della Vittoria e o prêmio Centro Studi e Ricerche della Nazione.

Outras informações de Mabsa:

  • Outros nomes
    • Maria Amélia Botelho de Souza Aranha
    • Maria Amélia Arruda Botelho de Souza Aranha
    • Maria Amélia Arruda Botelho
  • Habilidades
    • Ilustrador
    • historiador
    • Pintor
    • escultor

Obras de Mabsa: (1) obras disponíveis:

Título da obra: Espanhola

Artigo da seção obras
Temas da obra: Artes visuais  
Data de criaçãoEspanhola : 1949
Autores da obra:
Imagem representativa da obra
Legenda da imagem representativa:

Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Exposições (84)

Todas as exposições

Fontes de pesquisa (8)

  • BERTONI, Estêvão. Maria Amélia Botelho de Souza Aranha (1917-2011) - Mabsa e sua libertação artística. Folha S. Paulo, São Paulo, 23 set. 2011. Cotidiano. Disponível em: http://www1.folha.uol.com.br/cotidiano/979716-maria-amelia-botelho-de-souza-aranha-1917-2011---mabsa-e-sua-libertacao-artistica.shtml. Acesso em: 29 set. 2011 Não catalogada
  • AYALA, Walmir (org.). Dicionário brasileiro de artistas plásticos. Brasília: MEC / INL, 1980. v.4: Q a Z. (Dicionários especializados, 5).
  • MABSA. MABSA: Maria Amélia Botelho de Souza Aranha. Curadoria Alberto Beuttenmüller; apresentação Alberto Beuttenmüller. São Paulo: Galeria Portal, 2000. 6 p., il. color.
  • MABSA. Mulheres da Casa de Nod. Apresentação Alberto Beuttenmüller; curadoria Lúcia Py; texto Alberto Beuttenmüller; texto Mônica Nunes; tradução Mary Kamimura. São Paulo: Rarebit Galeria de Arte, 1998. 12 p., il. p&b color.
  • MABSA. Mulheres da Casa de Nod. Lisboa: Sociedade Histórica da Independência de Portugal, 1999.
  • MABSA. Os pássaros não cantam .... Apresentação Alberto Beuttenmüller. São Paulo: 235 Escritório de Arte, 1994. [12] p., il. color.
  • MABSA. Pinturas. Apresentação Mario Schenberg. São Paulo: Galeria Cultura, 1981. folha dobrada il. p&b.
  • PINTORES contemporâneos de São Paulo. S.l.: [s.n.], s.d. 759.98106 P659

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MABSA . In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa9175/mabsa>. Acesso em: 14 de Nov. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7