Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Glauco Pinto de Moraes

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
1928 Brasil / Rio Grande do Sul / Passo Fundo
05.05.1990 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica Rômulo Fialdini

Variações em Terra, 1985
Glauco Pinto de Moraes
Óleo sobre tela
200,00 cm x 200,00 cm

Glauco Pinto de Moraes (Passo Fundo RS 1928 - São Paulo SP 1990). Pintor, desenhista, gravador e advogado. Inicia suas atividades artísticas no fim da década de 1940. Em paralelo, exerce a advocacia entre 1950 e 1968, em Porto Alegre, onde realiza sua primeira individual na Galeria Yázigi, em 1973. É premiado pela Associação Brasileira de Crític...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Glauco Pinto de Moraes (Passo Fundo RS 1928 - São Paulo SP 1990). Pintor, desenhista, gravador e advogado. Inicia suas atividades artísticas no fim da década de 1940. Em paralelo, exerce a advocacia entre 1950 e 1968, em Porto Alegre, onde realiza sua primeira individual na Galeria Yázigi, em 1973. É premiado pela Associação Brasileira de Críticos de Arte - ABCA, pela melhor exposição de pintura, em 1977. No ano seguinte, recebe prêmio de viagem ao exterior no Salão Nacional de Arte Moderna, no Rio de Janeiro. Moraes integra o Conselho de Arte e Cultura da Bienal Internacional de São Paulo e é fundador e conselheiro da Associação Profissional de Artistas Plásticos - Apap. Atua também como assessor especial de artes plásticas da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. Em suas obras, explora o universo das engrenagens e do maquinário ferroviário.

Comentário Crítico
Glauco Pinto de Moraes retira o tema para suas composições do universo das engrenagens e do maquinário ferroviário. Para a realização de suas telas, o artista inicialmente parte da observação dos trens em pátios de manobras. Posteriormente começa a fotografar as máquinas. As imagens resultantes servem de modelo para suas pinturas.

Como nota o historiador da arte Teixeira Leite, durante a década de 1970, quando inicia os trabalhos com essa temática, a locomotiva torna-se gradualmente o assunto central, passando a ocupar todo o suporte da tela. Mais tarde, o artista enfoca com minúcia as diferentes partes dessas máquinas, representando intricados esquemas de válvulas e turbinas.

Em sua poética, Glauco Pinto de Moraes explora questões ligadas à forma, cor e textura, por meio da representação dos diferentes materiais que compõem as máquinas. Procura apresentar com realismo seus variados detalhes, como os parafusos sujos de graxa ou o vapor que o maquinário emite quando em funcionamento.

Obras 11

Abrir módulo
Reprodução fotográfica Rômulo Fialdini

Engate Lateral

Óleo sobre tela

Exposições 61

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 9

Abrir módulo
  • BEUTTENMULLER, Alberto; SOUZA, Aldir Mendes de. Críticos x artistas. São Paulo, Arte Aplicada, Museu de Arte Brasileira, 1983.
  • CRÉATIVITÉ dans l´art brésilien contemporain = Creativiteit in de Hedendaagse braziliaanse Kunst. Prefácio de Philippe Roberts-Jones. Bruxelles: Musée d´Art Ancien, 1978.
  • GLAUCO Pinto de Moraes: pinturas. Apresentação de José Roberto Teixeira Leite. São Paulo: Galeria de Arte Ipanema, 1976.
  • KLINTOWITZ, Jacob. A Cor na arte brasileira: 27 artistas representativos. São Paulo: Volkswagen do Brasil, 1982.
  • KLINTOWITZ, Jacob. Versus: dez anos de crítica de arte. Prefácio Jacob Klintowitz; apresentação Pietro Maria Bardi. São Paulo: Galeria de Arte André, 1978. 143 p.
  • MOSTRA do acervo. São Paulo: Sudameris Galleria, 1996. p.07. SPsuda 1996/m
  • NESTOR Peres: óleos. Apresentação de Luiz Ernesto Kawall, Enock Sacramento e Paulo Klein. Rio de Janeiro: Cláudio Gil Studio de Arte, 1987.
  • PONTUAL, Roberto. Arte brasileira contemporânea: Coleção Gilberto Chateaubriand. Tradução Florence Eleanor Irvin, John Knox. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1976.
  • SERIGRAFIAS de Glauco Pinto de Moraes. São Paulo: Espaço Cultural da Arpa, 1976.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: