Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Bianco

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 08.05.2017
18.07.1918 Itália / Lazio / Roma
07.03.2013 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Natureza-Morta, 1976
Bianco
Óleo sobre hardboard, c.i.d.
60,00 cm x 35,00 cm

Enrico Bianco (Roma, Itália, 1918 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013). Pintor, gravador, desenhista e ilustrador. Inicia seus estudos com Maud Latour, em Roma, na década de 1930. No Rio de Janeiro, entre 1935 e 1937, estuda com Candido Portinari (1903-1962) no Instituto de Artes da Universidade do Distrito Federal (UDF). No ano seguinte, tra...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Enrico Bianco (Roma, Itália, 1918 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2013). Pintor, gravador, desenhista e ilustrador. Inicia seus estudos com Maud Latour, em Roma, na década de 1930. No Rio de Janeiro, entre 1935 e 1937, estuda com Candido Portinari (1903-1962) no Instituto de Artes da Universidade do Distrito Federal (UDF). No ano seguinte, trabalha com Portinari em diversas obras, destacando-se os murais do Ministério da Educação e Cultura (MEC), os painéis do Banco da Bahia, o edifício da ONU etc. Em 1940, realiza sua primeira individual no Copacabana Palace Hotel. Ilustra edição especial de Caçada de Esmeraldas, de Olavo Bilac (1865-1918), organizada por bibliófilos brasileiros e o álbum de gravação do poema sinfônico Anhanguera, de Hekel Tavares, em 1951.

Obras 15

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Boiada

Óleo sobre cimento
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Boiadeiro

Óleo sobre tela
Reprodução Fotográfica Luiz Hossaka/Itaú Cultural

Cafezal

Óleo sobre duratex
Reprodução fotográfica João L. Musa/Itaú Cultural

Cavaleiros

Óleo sobre tela
Reprodução Fotográfica Autoria Desconhecida

Colheita

Óleo sobre hardboard

Espetáculos 5

Abrir módulo

Exposições 41

Abrir módulo

Feiras de arte 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 12

Abrir módulo
  • BENEZIT 1999. New Dictionary of Artists: Painters, Sculptors, Designers and Engravers. Paris: published by Gründ, 14 vol. 16 x 24,5 cm. 13000p. 1999.
  • BIANCO. Bianco. Curadoria José Adolpho M. Ayres; apresentação Jacob Klintowitz; projeto gráfico Hélio Alves Neves. São Paulo : Galeria de Arte André, 1997. 25 p. il. color.
  • BIANCO. São Paulo: Galeria de Arte Ipanema, 1976.
  • BIANCO: livro-documento. Apresentação de Pietro Maria Bardi. Texto de Adonias Filho et al. Rio de Janeiro: L. Christiano, 1982.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • PONTUAL, Roberto. Arte/ Brasil/ hoje: 50 anos depois. São Paulo: Collectio, 1973.
  • PONTUAL, Roberto. Entre dois séculos: arte brasileira do século XX na coleção Gilberto Chateaubriand. Rio de Janeiro: Edições Jornal do Brasil, 1987.
  • Pintor Enrico Bianco morre no Rio. Disponível em: . Acesso em: 07 de março de 2013. Não catalogado
  • Planilha enviada pela pesquisadora Rosyane Trotta. Não Catalogado
  • SALÃO NACIONAL DE ARTES PLÁSTICAS, 8., 1985, Rio de Janeiro, RJ. Salão Preto e Branco/III Salão Nacional de Arte Moderna - 1954: a arte e seus materiais. Rio de Janeiro: Funarte, 1985.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: