Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Tide Hellmeister

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
24.02.1942 Brasil / São Paulo / São Paulo
31.12.2008 Brasil / São Paulo / São Paulo
Aristides de Almeida Hellmeister (São Paulo SP 1942 - idem 2008). Artista gráfico, artista plástico e ilustrador. Estuda desenho e pintura com João Suzuki (1935). Começa a vida profissional aos 17 anos, como assistente do pintor e cenógrafo Cyro Del Nero na TV Excelsior. Em seguida, colabora na editora Massao Ohno e na gravadora RCA Victor, faze...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Aristides de Almeida Hellmeister (São Paulo SP 1942 - idem 2008). Artista gráfico, artista plástico e ilustrador. Estuda desenho e pintura com João Suzuki (1935). Começa a vida profissional aos 17 anos, como assistente do pintor e cenógrafo Cyro Del Nero na TV Excelsior. Em seguida, colabora na editora Massao Ohno e na gravadora RCA Victor, fazendo capas de livros e discos. Em 1963, mostra suas colagens pela primeira vez na 1ª Exposição de Poesia Ilustrada, em São Paulo. Em 1964, obtém prêmio na Bienal do Livro do México. Dois anos depois, recebe o prêmio Leo, da Argentina, como capista de disco. Em 1973, é tido pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) como o melhor artista gráfico paulista. Entre 1978 e 1983, foi diretor e consultor de arte na Editora Abril. Em 1989, é novamente premiado pela APCA por suas colagens. De 1990 a 1997, ilustra a coluna semanal do jornalista Paulo Francis no Caderno 2 do jornal O Estado de S. Paulo. Em 2000, na Pinacoteca do Estado de São Paulo (Pesp), apresenta a mostra Colagens: uma aventura tipo-gráfica, que é premiada pela APCA e durante a qual lança o livro Desnudamentos. Em 2001, pública o livro As Coisas que Não Fiz, e, em 2003, os livros Capitular Collage e Times Collage: um Tipo Clássico Revisitado. Em 2006, o livro Tide Hellmeister, Inquieta Colagem, sobre seu trabalho, é lançado com um debate no Museu da Casa Brasileira (MCB), São Paulo.

Comentário crítico
Tide Hellmeister começa a carreira desenhando letras para cartazes em uma emissora de televisão. Frequenta a gráfica do jornal Correio Paulistano e é ali que passa a se interessar por tipografia. Apesar de não se considerar tipógrafo,1  boa parte de sua atividade posterior está relacionada às letras. Já nas suas primeiras colagens, como a capa do disco Zimbo Trio Volume 2, as letras não estão apenas no título, mas também nas figuras.2 Toda a obra de Tide é marcada por esses dois aspectos: tipografia e colagem.

Em suas colagens, as letras e os textos são constantemente tomados por imagens. Muitas vezes, usa trechos de textos recortados ou uma caligrafia ininteligível, que o crítico Frederico Morais chama de textos inúteis.3 Já suas capitulares - ele prefere as letras maiúsculas, pelo tamanho - formam-se a partir de pedaços de motivos decorativos, papéis, texturas, tinta, recortes e sobras, que também incluem textos. No livro Desnudamentos, forma maiúsculas a partir de fotos de nus femininos.

O artista diz que não parte da idéia de fazer uma colagem, mas que vai seguindo sua intuição, aplicando diferentes técnicas. Por isso, usa o termo "collage".4 No trabalho final, vêem-se motivos decorativos, colunas, estátuas, frisos, bicicletas, bandeiras, selos e outros, geralmente muito coloridos e quase sempre com algo emoldurando a figura central.

Notas
1 HELLMEISTER, Tide. Times Collage: um tipo clássico revisitado. São Paulo: Edições Rosari, 2003, p. 9 e 31.

2 MELO, Chico Homem de (org.). O design gráfico brasileiro: anos 60. São Paulo: Cosac Naify, 2006, p. 40 e 41.

3 FERLAUTO, Claudio. O tipo da gráfica, uma continuação. São Paulo: Edições Rosari, 2002, p. 126.

4 HELLMEISTER, Tide. Capitular Collage. São Paulo: Edições Rosari, 2003, não paginado.

Exposições 22

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 18

Abrir módulo
  • 15 Artistas. Texto Fábio Magalhães. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 1982. 1 folha dobrada, il., p&b.
  • 15 Artistas. Texto Fábio Magalhães. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 1982. 1 folha dobrado, il., p&b. SPsesc 1982/qa
  • A IMAGEM do som de Caetano Veloso. Curadoria Felipe Taborda. Rio de Janeiro: Francisco Alvez, 1998. 179 p., il. color.
  • FERLAUTO, Claudio. O tipo da gráfica, uma continuação. São Paulo: Edições Rosari, 2002. 132 p.
  • HELLMEISTER, Tide. Capitular Collage. São Paulo: Edições Rosari, 2003. Não paginado,il. color. (Coleção Qual é o seu tipo?).
  • HELLMEISTER, Tide. Colagens / Tide Hellmeister. São Paulo: Kate Gallery, 1980., il. color. H477 1980
  • HELLMEISTER, Tide. De colagem. São Paulo: Paulo Figueiredo Galeria de Arte, 1979. 6 p., il. color. HELLMEISTER, Tide DOSSIÊ
  • HELLMEISTER, Tide. De colagem. São Paulo: Paulo Figueiredo Galeria de Arte, 1979. [6] p., il. color.
  • HELLMEISTER, Tide. Meus 20 Anos. Apresentação Otoniel Santos Pereira. Sâo Paulo: Galeria Sesc Paulista, 1981. folha dobrada, il. p&b.
  • HELLMEISTER, Tide. Meus 20 Anos. Apresentação Otoniel Santos Pereira. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 1981. folha dobrada, il. p.b. H477 1981
  • HELLMEISTER, Tide. Times Collage: um tipo clássico revisitado. São Paulo: Edições Rosari, 2003, 34p., il. color (Coleção Qual é o seu tipo?).
  • MELO, Chico Homem de (org.). O design gráfico brasileiro: anos 60. São Paulo: Cosac & Naify, 2006.
  • O Estado de S. Paulo, São Paulo, 03 jan. 2009. Caderno Cidades/Metrópolis, C4, Falecimentos. Não Catalogada
  • PINTO, José Nêumanne (org.). Os cem melhores poetas brasileiros do século. Ilustração Tide Hellmeister. São Paulo: Geração, 2001. 324 p., il. p&b.
  • STRAUB, Ericson. Tide Hellmeister, útil, inútil e louco! AbcDesign, Curitiba, 14 abr. 2009. Disponível em: <http://abcdesign.com.br/design-grafico/tide-hellmeister-util-inutil-e-louco/> Acesso em 21 de agosto 2009.
  • TIDE HELLMEISTER, inquieta colagem, 2006, São Paulo. Programação de debate. Museu da Casa Brasileira, São Paulo, 1º ago. 2006. Disponível em: <http://www.mcb.sp.gov.br/mcbItem.asp?sMenu=P005&sTipo=4&sItem=640&sOrdem=2> Acesso em: 21 ago. 2009.
  • TIDE HELLMEISTER. Site do artista. <http://www.collages.com.br/index.htm> Acesso em: 21 ago. 2009.
  • Tide Hellmeister recorta e cola em livro. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 30 out. 2000. Caderno 2. Disponível em: <http://www.estadao.com.br/arquivo/arteelazer/2000/not20001030p2751.htm> Acesso em: 21 ago. 2009.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: