Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Odetto Guersoni

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
1924 Brasil / São Paulo / Jaboticabal
09.07.2007 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica Pedro Ribeiro

Aclimação, 1945
Odetto Guersoni
Óleo sobre tela, c.i.d.
Acervo da Pinacoteca do Estado de São Paulo

Odetto Guersoni (Jaboticabal SP 1924 - São Paulo SP 2007). Gravador, pintor, desenhista, ilustrador, escultor. Estuda pintura e artes decorativas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp, entre 1941 e 1945. Nesse período, expõe no Sindicato dos Artistas Plásticos e freqüenta o círculo de artistas do Grupo Santa Helena. Em 1947, participa...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Odetto Guersoni (Jaboticabal SP 1924 - São Paulo SP 2007). Gravador, pintor, desenhista, ilustrador, escultor. Estuda pintura e artes decorativas no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo - Laosp, entre 1941 e 1945. Nesse período, expõe no Sindicato dos Artistas Plásticos e freqüenta o círculo de artistas do Grupo Santa Helena. Em 1947, participa da exposição 19 Pintores, na Galeria Prestes Maia, é contemplado com uma bolsa de estudo pelo governo francês, e viaja para Paris, onde inicia trabalhos em gravura. De volta ao Brasil, em 1951, funda a Oficina de Arte, em São Paulo. Em 1954, retorna à Europa por um ano, financiado pela Organização Internacional do Trabalho - OIT. Em Genebra, estuda gravura com René Cottet (1902 - 1992) e, em Paris, trabalha no ateliê de Stanley Hayter (1901 - 1988). De 1956 a 1957, assume a diretoria da União dos Artistas Plásticos de São Paulo. A partir de 1960, freqüenta, como estagiário, algumas escolas de arte nos Estados Unidos e no Japão como a The New York School of Printing e a Osaka University. Em 1971, também no Japão, freqüenta o ateliê de I. Jokuriti. Dois anos mais tarde, é eleito melhor gravador do ano pela Associação Paulista de Críticos de Arte - APCA. Participa, com sala especial, da Bienal Ibero-Americana de Montevidéu, em 1983. A Pinacoteca do Estado de São Paulo - Pesp realiza uma retrospectiva de sua obra, em 1994.

Comentário crítico
Odetto Guersoni explora o amplo espectro de possibilidades da gravura. Além de utilizar técnicas como o metal, a litografia, a serigrafia e, especialmente, a xilogravura, desenvolve, na década de 1950, a filigrafia, em que as formas por ele elaboradas ganham pontos de bordados feitos por Bonadei (1906 - 1974). E, na década de 1960, a plastigrafia, em que realiza gravuras em superfícies pastosas, obtidas à base de gesso ou de outro material maleável. Na década de 1970, as investigações técnicas são associadas a imagens pictográficas, ideográficas, pesquisas de símbolos arcaicos, pinturas rupestres brasileiras e formas vegetais. Os desenhos são reduzidos a formas estilizadas, geométricas e transformados em elementos abstratos, gráficos.

O artista trabalha com poucas matrizes, que, organizadas em retângulos, quadrados ou círculos, se tornam módulos a serem combinados. Guersoni os justapõe, acrescenta, altera as cores e, com isso, compõe coloridas mandalas e geometrias estruturais. Com base em composições sucintas, produz vibrações de cores por meio de ilusões óticas. Em muitos de seus trabalhos em xilogravura da década de 1980 utiliza madeira lisa, facas, serras, goivas, punções, evitando as texturas naturais da madeira. Na impressão, abandona o colorido vibrante e emprega tintas dosadas com massas incolores, obtendo transparências por superposições.

Obras 14

Abrir módulo
Reprodução fotográfica Pedro Ribeiro

Aclimação

Óleo sobre tela
Reprodução fotográfica Pedro Ribeiro

Farol da Barra

Água-forte e água-tinta

Exposições 117

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 18

Abrir módulo
  • A GRAVURA brasileira. São Paulo: Paço das Artes, 1970.
  • ALMEIDA, Paulo Mendes de. De Anita ao museu. São Paulo: Perspectiva : Diâmetros Empreendimentos, 1976. (Debates, 133).
  • AMARAL, Aracy. Arte para quê?: a preocupação social na Arte brasileira 1930-1970: subsídio para uma história social da Arte no Brasil. São Paulo: Nobel, 1984.
  • ANTÔNIO Henrique Amaral, Odetto Guersoni, Tomie Ohtake, Pedro Tort e Gerda Brentani. São Paulo: Galeria de Arte Com. Alberto Bonfiglioli, 1970.
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1982.
  • GRAVURA: arte brasileira do século XX. São Paulo: Itaú Cultural: Cosac & Naify, 2000.
  • GUERSONI, Odetto. Gravuras. Campinas: Galeria de Arte Unicamp/IA, 1993. folha dobrada, il. p.b.
  • GUERSONI, Odetto. Guersoni: 50 anos de percurso do artista, 1944/1994. Texto José Roberto Teixeira Leite; apresentação Emanoel Araújo. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1994. [20] p. , il. color.
  • GUERSONI, Odetto. Guersoni: em duas e três dimensões. Apresentação Pietro Maria Bardi. São Paulo: Galeria Arte Aplicada, 1986. [9] p. , il. color.
  • GUERSONI, Odetto. Odetto Guersoni. São Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1980. [10] p. , il. color.
  • GUERSONI, Odetto. Odetto Guersoni. São Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1983. [11] p. , il. color.
  • GUERSONI, Odetto. Odetto Guersoni: um gravador brasileiro de linguagem universal. Texto Geraldo Ferraz, José Gomes Sicre. [s.n.], 1971?. [8] p., il. p&b. color.
  • ISMENIA Coaracy, Odetto Guersoni e Alice Brill. São Paulo: Galeria SESC Paulista, 1982. , il. p&b.
  • KLINTOWITZ, Jacob. Versus: dez anos de crítica de arte. Prefácio Jacob Klintowitz; apresentação Pietro Maria Bardi. São Paulo: Galeria de Arte André, 1978. 143 p.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • MOLINA, Camila. Morre o artista Odetto Guersoni. Folha de S. Paulo, São Paulo, 11 de jul. 2007. Ilustrada, p. 4. Não catalogada
  • OS GRUPOS: a década de 40. São Paulo: Museu Lasar Segall, 1977. (Ciclo de Exposições de Pintura Brasileira Contemporânea).
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: