Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Newton Mesquita

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
06.06.1949 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Sedução, 1984
Newton Mesquita
Acrílica sobre tela
100,00 cm x 100,00 cm

Newton Ferreira Mesquita (São Paulo SP 1949). Pintor, desenhista, artista gráfico, gravador, cenógrafo, fotógrafo, escultor. Forma-se em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Brás Cubas, em Mogi das Cruzes, São Paulo, em 1977. No mesmo ano, inicia atividade docente na Faculdade de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenz...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Newton Ferreira Mesquita (São Paulo SP 1949). Pintor, desenhista, artista gráfico, gravador, cenógrafo, fotógrafo, escultor. Forma-se em arquitetura pela Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Brás Cubas, em Mogi das Cruzes, São Paulo, em 1977. No mesmo ano, inicia atividade docente na Faculdade de Arquitetura da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Expõe pela primeira vez em 1972, na Temporada de Arte e Cultura, em Guarulhos, São Paulo. Desde então realiza exposições individuais, em diferentes cidades brasileiras, integrando também coletivas, no Brasil e no exterior. Em 1976 e 1977, recebe o Prêmio Incentivo no Salão de Arte Jovem de Santos. Paralelamente, realiza trabalhos gráficos para as editoras Cia. Melhoramentos de São Paulo, em 1980, e Brasiliense, em 1981, além de cenários para as redes de televisão Record e Bandeirantes. É responsável por um painel externo do Centro Paulista de Tênis, realizado em 1978, e pelo relevo de madeira do Museu de Arte Brasileira - MAB/Faap, 1983. Na década de 1980, produz ilustrações para as revistas Nova, Veja, Claudia, Playboy, entre outras. Dirige o Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP entre 1991 e 1992. Em 1992, é coordenador de ação cultural da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo.

Comentário Crítico
A obra de Newton Mesquita é resultante de sua formação como artista gráfico, ilustrador e arquiteto. O lugar preponderante do desenho, o emprego sistemático da tinta acrílica, as superfícies lisas (brilhantes ou opacas), os jogos cromáticos e espelhamentos conferem aos trabalhos aspectos de cartaz e de outdoor. Não apenas as técnicas e materiais empregados, mas também o repertório escolhido, introduzem essa produção no universo urbano, no mundo da mídia e da publicidade. Símbolos e clichês do mundo contemporâneo são explorados na maior parte dos trabalhos que percorrem amplo espectro de temas e situações.

As grandes cidades brasileiras são representadas por vistas amplas como avenidas, viadutos e construções - Paulista e Indo pro Paraíso, 2002 -, como também por meio de vistas aproximadas em sinais de trânsito, neons, faixas e ônibus - como Anhangabaú, 2002. As figuras se fazem presentes em situações de trabalho de operário, engraxate e garçom, e em momentos de repouso como idosos lendo jornais em bancos de praça, ciclistas, transeuntes flagrados diante de uma vitrine. Os corpos femininos constituem outro veio temático importante: beijos, gestos e poses mostram-se com forte carga erótica, às vezes no limite da pornografia - Muito Romântico, 1993. Também as cidades, por vezes coloridas e iluminadas, se transformam em paisagens de tom lírico em função dos sombreados.

Difícil não perceber as afinidades da pintura de Newton Mesquita com a fotografia e com o hiper-realismo de David Hockney. Alguns falam em aproximações com a arte pop de Roy Lichtenstein. O artista acentua a importância de Carlos Scliar em seu trabalho.

Obras 1

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Sedução

Acrílica sobre tela

Exposições 92

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 13

Abrir módulo
  • AS DIMENSÕES urbana e industrial na pintura figurativa paulista. São Paulo: Traço Galeria de Arte, 1984. [62] p., il. color.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. Apresentação Carlos von Schmidt. São Paulo: MAB, 1978. 11 lâms., 7 il. p.b.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. Apresentação Pietro Maria Bardi. São Paulo: Paulo Prado Galeria de Arte, 1980. [8 p.], il. color.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. Salvador: Prova do Artista, 1991. [4 p.], il. color.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. São Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1981. , il. color., p.b.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. São Paulo: MASP, 1980. s.p., il. p.b.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita. São Paulo: Paulo Prado Galeria de Arte, 1983. s.p., il. color.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita: as viagens de Gulliver. Rio de Janeiro: AM Niemeyer Artinteriores, 1986. , il. color.
  • MESQUITA, Newton. Newton Mesquita: sedução. São Paulo: Galeria Alberto Bonfiglioli, 1984. , il. color., p.b.
  • MESQUITA, Newton. Quarenta e cinco: Newton Mesquita. São Paulo : Galeria Nara Roesler, 1994.
  • MOSTRA do acervo. São Paulo: Sudameris Galleria, 1996. p.35. SPsuda 1996/m
  • PINTURAS recentes: Newton Mesquita, Takashi Fukushima. Ribeirão Preto: Casa da Cultura, 1978. , il., p&b., fotos.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: