Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Marcos Santilli

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 23.05.2017
27.07.1951 Brasil / São Paulo / Assis

Pastelaria Popular, 1993
Marcos Santilli

José Marcos Brando Santilli (Assis, São Paulo, 1951). Fotógrafo, curador e produtor cultural. No início da década de 1970, abandona o curso de artes e arquitetura da Universidade de Brasília - UnB para atuar como fotojornalista nos periódicos Diário de Brasília e Jornal de Brasília. Estuda fotografia na escola Agfa Gevaert, em 1973, em Londres, ...

Texto

Abrir módulo

Biografia

José Marcos Brando Santilli (Assis, São Paulo, 1951). Fotógrafo, curador e produtor cultural. No início da década de 1970, abandona o curso de artes e arquitetura da Universidade de Brasília - UnB para atuar como fotojornalista nos periódicos Diário de Brasília e Jornal de Brasília. Estuda fotografia na escola Agfa Gevaert, em 1973, em Londres, e de volta ao Brasil, entre 1974 e 1978, fotografa para a sucursal da Editora Abril em Brasília. Paralelamente, inicia projeto de documentação audiovisual e fotográfica das transformações sociais e ambientais em Rondônia e no Acre. No começo dos anos 1980, transfere-se para São Paulo e trabalha no Instituto de Documentação e Artes da Prefeitura Municipal. Empenhado na melhoria das condições de trabalho dos fotógrafos, em 1977 e 1978, torna-se vice-presidente da União dos Fotógrafos de Brasília e, de 1981 a 1982, da União dos Fotógrafos de São Paulo, e é um dos membros-fundadores do Núcleo dos Amigos da Fotografia - NAFoto. De 1998 a 2003, dirige o Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP. No decorrer de sua carreira, recebe diversas bolsas de estudo nas áreas de fotografia, cinema, vídeo e informática, entre as quais se destacam as concedidas pela John Simon Guggenheim Memorial Foundation, em 1981, pela Fundação Vitae, em 1988, e pela The Fulbright Commission, em 1989. É autor dos livros Are, 1987; Madeira-Mamoré Imagem e Memória, 1987; e Amazon - A Young Reader's Look at the Last Frontier, 1991.

Análise

Fotojornalista com experiência em importantes jornais e revistas do Brasil, Marcos Santilli destaca-se no cenário da fotografia documental com ensaios sobre as transformações ambientais e sociais ocorridas no Acre e em Rondônia nos últimos 30 anos. Nesse período, registra em fotos e vídeos as mudanças e os conflitos provocados pela instalação de madeireiras e indústrias de extração mineral na Região Amazônica. Nas imagens, é possível acompanhar a devastação da floresta, a degradação da paisagem provocada pelos garimpos, o processo de aculturação de tribos indígenas, a miscigenação e a urbanização das comunidades campesinas. Santilli descreve o trabalho dos garimpeiros, seringueiros, as atividades de subsistência dos índios e documenta o envelhecimento das populações locais fotografando os mesmos indivíduos em diferentes períodos. A importância de seu trabalho consiste, sobretudo, em contar a história recente da região. Do ponto de vista formal, o trabalho chama atenção pela saturação de cores, pelo equilíbrio e pela simetria dos enquadramentos.

Envolvido com a criação de diversas associações de fotógrafos, além de ter dirigido o Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP por cinco anos, Santilli é conhecido também por sua atuação como incentivador da fotografia em instituições culturais, e como defensor de condições de trabalho justas para o fotógrafo profissional no Brasil.

Obras 24

Abrir módulo

Exposições 17

Abrir módulo

Eventos relacionados 4

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 12

Abrir módulo
  • AMARAL, Aracy (org.); FERNANDES JÚNIOR, Rubens (org.). São Paulo imagens de 1998. Introdução Aracy Amaral, Rubens Fernandes Júnior; texto Aracy Amaral, Rubens Fernandes Júnior, Nelson Brissac Peixoto, Cacilda Teixeira da Costa, Nair Benedicto, Ivan Ângelo. São Paulo: Rio, 1998. 335 p. : foto.
  • ARAÚJO, Zeka (coord.). Mostra de fotografia 6: classe média brasileira. Rio de Janeiro: Funarte, 1980. 14 folhas soltas, il. p&b.
  • BRIL, Stefania. Santilli: o documento feito poesia. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 03 jul. 1985. p. 15.
  • CARBONCINI, Anna (coord.). Coleção Pirelli / MASP de Fotografias: v. 1. Versão em inglês Kevin M. Benson Mundy. São Paulo: Masp, 1991.
  • FERNANDES JÚNIOR, Rubens. Labirinto e identidades: panorama da fotografia no Brasil [1946-1998]. São Paulo: Cosac & Naify, 2003.
  • KUBRUSLY, Cláudio Araújo; HUMBERTO, Luis; HOFFMANN, Assis. Mostra de fotografia 1: proposta : Nossa Gente. Rio de Janeiro: Funarte, 1979. 14 folhas soltas, il. p&b.
  • LYRIO, Andréa (coord.). Fotografia brasileira contemporânea na coleção Carlos Leal. Apresentação Angela Magalhães, Nadja Fonseca Peregrino. Rio de Janeiro: Caixa Cultural, [2006]. 80 p., il. p&b color.
  • MACHADO, Arlindo. O rigor e a emoção do olhar. Folha de S. Paulo, São Paulo, 09 jun. 1985. Ilustrada, p. 74.
  • PAIVA, Joaquim (org.). Visões e alumbramentos: fotografia brasileira contemporânea na coleção Joaquim Paiva. Versão em inglês Katica Szabó, Laura Ferrari. São Paulo: BrasilConnects Cultura & Ecologia, 2002.
  • Programa do Espetáculo - Entre Quatro Paredes - 1974. Não catalogado
  • SANTILLI, Marcos. Fazendas de café: Vale do Paraíba. São Paulo: Secretaria de Estado da Cultura, 1980. 26 p., il., figs., fotos. (Cadernos de Fotografia, 4).
  • SANTILLI, Marcos. Àre. Textos de Betty Mindlin. São Paulo: Sver & Boccato, 1987.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: