Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Colombina

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
26.05.1882 Brasil / São Paulo / São Paulo
14.03.1963 Brasil / São Paulo / São Paulo
Colombina (São Paulo SP 1882 - idem 1963), cujo nome verdadeiro é Yde (Adelaide) Schloenbach Blumenschein, publica seus primeiros poemas por volta de 1900, no jornal A Tribuna, de Santos SP, sob o pseudônimo de Paula Brasil. Em 1906 funda a revista O Sorriso, em São Paulo SP. Seu primeiro livro de poesia, Vislumbres, 1905/1908, é lançado em 1908...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Colombina (São Paulo SP 1882 - idem 1963), cujo nome verdadeiro é Yde (Adelaide) Schloenbach Blumenschein, publica seus primeiros poemas por volta de 1900, no jornal A Tribuna, de Santos SP, sob o pseudônimo de Paula Brasil. Em 1906 funda a revista O Sorriso, em São Paulo SP. Seu primeiro livro de poesia, Vislumbres, 1905/1908, é lançado em 1908. Seguiram-se Versos em Lá Menor (1930) e Lampião de Gás (1937). No início da década de 1930 atua como colaboradora nos jornais Fon-Fon, Careta e Jornal das Moças, com o pseudônimo Colombina. Em 1948 cria a Casa do Poeta Lampião de Gás, que editava um periódico, O Fanal, do qual participa como diretora. Publica ainda Distância (1948), Trovas (1955), Cantigas ao Luar (1960) e Rapsódia Rubra (1961), entre outros livros de poesia. Poeta parnasiana, Colombina é, segundo a crítica Maria Thereza Cavalheiro, "feminista por temperamento" e "divulgou, aos quatro ventos, seus versos eróticos, nascidos de sua grande sensibilidade de artista e de mulher".

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: