Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural

Helenita Sá Earp

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 09.03.2020
1920 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Maria Helena Sá Pabst Earp (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1920). Professora universitária e diretora artística. Em 1940, é convidada a assumir a cadeira de Metodologia das Atividades Rítmicas e Expressivas (ginástica rítmica) na Escola Nacional de Educação Física e Desportos da Universidade do Brasil (1920-1965). A escola é criação de militare...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Maria Helena Sá Pabst Earp (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1920). Professora universitária e diretora artística. Em 1940, é convidada a assumir a cadeira de Metodologia das Atividades Rítmicas e Expressivas (ginástica rítmica) na Escola Nacional de Educação Física e Desportos da Universidade do Brasil (1920-1965). A escola é criação de militares e burocratas do Ministério da Instrução e Saúde Pública, transformada na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). A partir de 1941, coordena cursos de pós-graduação Lato Sensu (1941-1980). Dois anos depois, funda um grupo de dança, mesmo sem possuir formação strictu sensu na área, que, desde então, atua em nome da UFRJ. É a primeira iniciativa da introdução da dança em uma escola de educação física brasileira. As experiências artísticas que desenvolve, desde os anos 1940, permite-lhe pleitear a graduação em dança na universidade carioca.

O bacharelado em Dança na UFRJ é implantado em 1994, centrado nos estudos que desenvolve durante sua presença na instituição, a Teoria Fundamentos da Dança (ex-SUD - Sistema Universal da Dança).

Em 1996, o grupo passa a se denominar Cia. de Dança Helenita Sá Earp. Ela torna-se professora emérita da UFRJ e, em 2013, é homenageada com o documentário Dançar que registra seu papel no estabelecimento da estrutura teórica do ensino de Dança no Brasil. O documentário é produzido pelo Laboratório de Imagem e Criação em Dança da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Licrid/UFRJ).

Análise

Inicialmente, ainda que sem vínculos formais com a dança, e designada para o ensino de ginástica rítmica, a professora Helenita Sá Earp dirige seus estudos para a criação de um método. Volta-se teoricamente aos precursores da modernidade histórica como Martha Graham (1894-1991), Rudolf Laban (1879-1958) para moldar o que chama do Sistema Universal da Dança, atual Teoria Fundamentos da Dança. Para tal tarefa, busca respaldo no trabalho de Nina Verchinina (1910-1995), na década de 1940. Como ela afirma: “Fui uma das pioneiras que sentia a necessidade de construir uma base que abrangesse a totalidade dos movimentos do corpo humano. Teve importância Nina Verchinina [...]”1. Artigos divulgam a Teoria Fundamentos da Dança composta pelos seguintes parâmetros, similares aos propostos por Rudolf Laban: movimento, espaço, forma, dinâmica e tempo, parâmetros esses que servem de suporte para se pleitear uma “ciência da dança”.

A proposta de nosso trabalho é de propor a dança como conhecimento amplo, isto é, que envolva uma “ciência da dança” cuja intuição seja o fundamento básico e o seu corpo de conhecimentos seja o suporte material, pressupondo o princípio da relatividade que significa a ausência de fixidez e de conhecimentos absolutos em si mesmos. Tudo isto tem que estar claro na própria formação do corpo teórico da dança e de sua práxis2.  

A fundação do Bacharelado em Dança (1994), tem por base essa “ciência da dança”, nomeada como Teoria dos Fundamentos da Dança.

Notas

1 VIEIRA, Alba Pedreira. Dançando nos Espaços das Rupturas: Olhares sobre Influências das Danças Moderna e Expressionista no Brasil. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais,  ano VI, v. 6,  n. 3, p. 12-13, jul./ ago./set., 2009. Disponível em: < www.revistafenix.pro.br  >. Acesso em: 05 de setembro de 2012.

2 GARCIA, Elena Moraes; EARP, Helenita Sá; VIEYRA, Adalberto Ramon; EARP, Ana Célia Sá; LIMA, André Meyer Alves de. Dança e Ciência: Uma Reflexão preliminar acerca de seus Princípios Filosóficos. Boletim Interfaces da Psicologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRuralRJ), Rio de Janeiro, 2009. p. 65.

 

Fontes de pesquisa 7

Abrir módulo
  • EARP, Ana Célia Sá. Princípios de conexões dos movimentos básicos em suas relações anátomo-cinesiológicas na dança segundo Helenita Sá Earp. VI Congresso de Pesquisa e Pós-Graduação em Artes Cênicas, São Paulo, 2010.
  • EARP, Helenita Sá. As Atividades rítmicas educacionais segundo nossa orientação na ENEFD. Rio de Janeiro: Papel Virtual, 2000.
  • EARP, Helenita Sá. Noticiário. In: Arquivos da Escola Nacional de Educação Física e Desportos, Rio de Janeiro, ano VIII, n. 8, 1954-1955. Disponível em: < http://www.ceme.eefd.ufrj.br/docs/mdenefd.html >. Acesso em: 05 de set. de 2012
  • GARCIA, Elena Moraes; EARP, Helenita Sá; VIEYRA, Adalberto Ramon; EARP, Ana Célia Sá; LIMA, André Meyer Alves de. Dança e Ciência: Uma Reflexão preliminar acerca de seus Princípios Filosóficos. Boletim Interfaces da Psicologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRuralRJ), Rio de Janeiro, 2009. p. 63-69
  • GUALTER, Katya Souza. A institucionalização da dança na UFRJ e a sua disseminação no Estado do Rio de Janeiro. In: I Congresso Brasileiro de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas, Salvador, Associação Brasileira de Pesquisa e Pós-graduação em Artes Cênicas – ABRACE, 1999.
  • UFRJ. Lançamento do documentário “Dançar” sobre a vida de Helenita Sá Earp. Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Rio de Janeiro, 1 out. 2013. Disponível em: < https://eventos.ufrj.br/?event=1633 >. Acesso em: 10 ago. 2016
  • VIEIRA, Alba Pedreira. Dançando nos Espaços das Rupturas: Olhares sobre Influências das Danças Moderna e Expressionista no Brasil. Fênix – Revista de História e Estudos Culturais, ano VI, v. 6, n. 3, p. 12-13, jul./ ago./set., 2009. Disponível em: < www.revistafenix.pro.br >. Acesso em: 05 de set. de 2012

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: