Artigo da seção pessoas Lui Farias

Lui Farias

Artigo da seção pessoas
Cinema  
Data de nascimento deLui Farias: 09-09-1958

Luis Mario Chicharo de Farias (Nova Friburgo, Rio de Janeiro, 1958). Diretor, roteirista, produtor e ator. Filho do diretor e produtor Roberto Farias (1932), participa do ambiente cinematográfico desde a infância. A estreia no cinema se dá como ator, aos 13 anos, em As Aventuras Com Tio Maneco (1971), dirigido por Flávio Migliaccio (1934-2020). Trabalha como assistente de direção em Pra Frente, Brasil (1982), de Roberto Farias, e em Aguenta, Coração (1982), dirigido pelo tio Reginaldo Faria (1937). 

Em 1985, estreia como diretor em Com Licença, Eu Vou à Luta, filme baseado no livro autobiográfico da escritora Eliane Maciel (1965). Reconhecido no Festival de Gramado, de 1986, ganha prêmios em diversas categorias, entre eles, o de melhor roteiro para Lui Farias e o de melhor atriz para Marieta Severo (1946). Em 1989, lança o longa-metragem o policial Lili, a Estrela do Crime, com a atriz Betty Faria (1941) no papel principal. No mesmo ano, o filme ganha o prêmio de melhor cenografia no Festival de Cinema de Brasília. 

O diretor trabalha em programas de TV e na produção de videoclipes. Em 2007, dirige o longa-metragem infanto-juvenil Os Porralokinhas.

Lui Farias é conhecido pelo público pela direção de Com Licença, Eu Vou à Luta, filme visto por mais de um milhão de espectadores e baseado no livro best seller da escritora Eliane Maciel, e Lili, a Estrela do Crime, narrativa que se aproxima da linguagem de histórias em quadrinhos. 

O primeiro filme é ambientado no município de Nilópolis, na Baixada Fluminense, e conta a história de Eliane [Fernanda Torres (1966)], uma adolescente de classe média-baixa, que se apaixona por Otávio [Carlos Augusto Strazzer (1946-1993)], homem 18 anos mais velho. Disposta a enfrentar a proibição e os preconceitos sociais, a jovem inicia a luta pela liberdade e pelo futuro do relacionamento amoroso. Lui Faria imprime ao filme uma narrativa direta, com base no trabalho dos atores e do fotógrafo. Opta por uma luz naturalista, para manter a atenção do espectador na história.

Em Lili, a Estrela do Crime – inspirado no romance Lili Carabina (1988), do escritor Aguinaldo Silva (1944) –, o cineasta faz uso de flashbacks, para construir uma narrativa não linear, com influência da linguagem de quadrinhos policiais. A história tem como ponto de partida a morte do marido de Elisa do Nascimento, interpretada por Betty Faria, que a deixa em situação financeira complicada. Ela conhece um assaltante de bancos e entra para o crime, transformando-se em uma bandida temida pela polícia. 

Os dois filmes são baseados em histórias reais, mas diferem na forma com que Lui Farias decide contá-las. Apesar da curta filmografia, essa variedade narrativa faz o diretor destacar-se no cinema nacional dos anos de 1980, pela capacidade de realizar adaptações literárias e pela inovação estilística.

Outras informações de Lui Farias:

  • Outros nomes
    • Luis Mario Chicharo de Farias
  • Habilidades
    • Cineasta
  • Relações de Lui Farias com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Lui Farias: (1) obras disponíveis:

Exposições (1)

Fontes de pesquisa (5)

  • BILHARINHO, Guido. O cinema brasileiro nos anos 80. Uberaba: Instituto Triangulino de Cultura, 2002.
  • FILME B, Portal de Cinema. Disponível em: http://www.filmeb.com.br/quemequem/html/QEQ_profissional.php?get_cd_profissional=PE271.  Acesso em: 28 abr. 2012.
  • FILME Cultura. Diretores estreantes: 27 depoimentos sobre a experiência de realizar o primeiro longa-metragem. Filme Cultura, Rio de Janeiro, n. 48, nov. 1988. p. 70-74.
  • PICCHIARINI, Ricardo; ORTIZ, Claudia. Com Licença, Eu Vou À Luta. São Paulo: Apontamentos 75, 1992.
  • RETROSPECTIVA do Cinema Brasileiro. Apresentação Danilo Santos de Miranda; texto Alessandra Meleiro, Steve Solot, Marco Farani, Marcelo Gil Ikeda, Carlos Augusto Calil, Fernando Mascarello, Stephanie Dennison, Katia Augusta Maciel. São Paulo: Sesc, 2008. SPsesc 2008/m

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • LUI Farias. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa605224/lui-farias>. Acesso em: 15 de Mai. 2021. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7