Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Clóvis Graciano

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 06.06.2017
29.01.1907 Brasil / São Paulo / Araras
29.06.1988 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Pau-Brasil, 1970
Clóvis Graciano
Óleo sobre tela
281,00 cm x 183,00 cm

Clóvis Graciano (Araras, São Paulo, 1907 - São Paulo, São Paulo, 1988). Pintor, desenhista, cenógrafo, gravador, ilustrador. Reside em São Paulo a partir de 1934. Realiza estudos com o pintor Waldemar da Costa (1904-1982), entre 1935 e 1937. Em 1937, integra o Grupo Santa Helena, com Francisco Rebolo (1902 - 1980), Mario Zanini (1907-1971) e Bon...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Clóvis Graciano (Araras, São Paulo, 1907 - São Paulo, São Paulo, 1988). Pintor, desenhista, cenógrafo, gravador, ilustrador. Reside em São Paulo a partir de 1934. Realiza estudos com o pintor Waldemar da Costa (1904-1982), entre 1935 e 1937. Em 1937, integra o Grupo Santa Helena, com Francisco Rebolo (1902 - 1980), Mario Zanini (1907-1971) e Bonadei (1906-1974). Freqüenta como aluno ouvinte o curso de desenho da Escola Paulista de Belas Artes, até 1938. Membro da Família Artística Paulista - FAP, em 1939 é eleito presidente do grupo. Participa regularmente dos Salões do Sindicato dos Artistas Plásticos e, em 1941, realiza sua primeira individual. Em 1948, é sócio-fundador do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM/SP). Viaja para a Europa em 1949, com o prêmio recebido no Salão Nacional de Belas Artes. Permanece dois anos em Paris, onde estuda pintura mural e gravura. A partir dos anos 1950, dedica-se principalmente à pintura mural. Faz ilustrações de obras literárias, como o livro Cancioneiro da Bahia, de Dorival Caymmi (1914-2008), publicado pela editora Martins, em 1947, e o romance Terras do Sem Fim, de Jorge Amado (1912-2001), pela editora Record, em 1987. Em 1971, assume o cargo de diretor da Pinacoteca do Estado de São Paulo (_Pina). De 1976 a 1978, exerce a função de adido cultural em Paris. Ao longo de sua carreira permanece fiel ao figurativismo, com o predomínio de temas sociais.

Análise

Clóvis Graciano estuda pintura com Waldemar da Costa, e integra o Grupo Santa Helena em 1937. Com o prêmio obtido no Salão Nacional de Belas Artes, em 1949, viaja para Paris, onde estuda gravura e pintura mural. Produz paisagens bastante construídas e naturezas-mortas cujas qualidades, no dizer do crítico Mário de Andrade (1893-1945), residem na singularidade do corte, na rapidez da execução e no grafismo sintético.

O artista revela admiração pela obra de Candido Portinari (1903-1962), em especial pela Série Bíblica, recorrendo à determinação espacial pós-cubista, em que os planos se superpõem, destruindo a representação ilusória da perspectiva e utilizando ainda o recurso da deformação das mãos e dos pés das figuras.

Nos anos 1940, a obra de Clóvis Graciano é marcada pela figura humana e pelos temas sociais, como o dos retirantes. Produz também auto-retratos, que revelam variáveis psicológicas, expressando tensões íntimas. Realiza ainda várias telas com temas de músicos e de dança. A partir da década de 1950, realiza várias pinturas murais, com destaque para as obras Armistício de Iperoig (1962) na Fundação Armando Álvares Pesnteado (Faap); Operário (1979) na Avenida Moreira Guimarães e o painel no edifício do Diário Popular, inspirados em afrescos do Renascimento e desenvolvendo a narrativa em espaços construídos por planos geométricos.

Obras 29

Abrir módulo
Reprodução fotográfica Fábio Praça

Bombardeio

Óleo sobre tela
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Borracha

Óleo sobre tela
Reprodução fotográfica Romulo Fialdini/Itaú Cultural

Café

Óleo sobre tela

Exposições 195

Abrir módulo

Eventos relacionados 16

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 39

Abrir módulo
  • 40 anos: Grupo Sta. Helena. São Paulo: MIS : Paço das Artes, 1975. [32] p., il. color. SPmis 1975/q
  • 40 anos: Grupo Sta. Helena. São Paulo: Paço das Artes/MIS, 1975.
  • AJZENBERG, Elza Maria (Org.). Operários na Paulista : MAC USP e artistas artesãos. São Paulo: MAC, 2002. 92 p., il. p&b color. ISBN 85-7229-009-5. CAT-G SPmac 2002/o
  • AJZENBERG, Elza Maria (org.). Operários na Paulista: MAC USP e artistas artesãos. Apresentação Horacio Lafer Piva, Elza Maria Ajzenberg; introdução Daisy Valle Machado Peccinini de Alvarado; texto Alecsandra Matias de Oliveira, Lauci Bertoluci, Rosana Marçal, Maria Cecília França Lourenço, Cristina Freire, Helouise Costa, Katia Canton, Alice Brill, Mario Schenberg, Vera Filinto; curadoria Daisy Valle Machado Peccinini de Alvarado. São Paulo: MAC, 2002. 92 p., il. p&b color.
  • ALMEIDA, Paulo Mendes de. De Anita ao museu. São Paulo: Perspectiva : Diâmetros Empreendimentos, 1976. (Debates, 133).
  • ALMEIDA, Paulo Mendes de. De Anita ao museu. São Paulo: Perspectiva : Diâmetros Empreendimentos, 1976. (Debates, 133). 709.8104 A447d
  • AMARAL, Aracy. Arte para quê?: a preocupação social na Arte brasileira 1930-1970: subsídio para uma história social da Arte no Brasil. São Paulo: Nobel, 1984.
  • AMARAL, Aracy. Arte para quê?: a preocupação social na Arte brasileira 1930-1970: subsídio para uma história social da Arte no Brasil. São Paulo: Nobel, 1984. 709.8104 A485as
  • ANDRADE, Mário de. Ensaio sobre Clovis Graciano. Revista do Instituto de Estudos Brasileiros, São Paulo, n. 10, p. 156-175, 1971. Não catalogado
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979.
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979. 709.81 A163ar v.2
  • ASSIS, Célia de (coord.). Monumentos urbanos: obras de arte na cidade de São Paulo. São Paulo: Prêmio, 1998.
  • ASSIS, Célia de (coord.). Monumentos urbanos: obras de arte na cidade de São Paulo. São Paulo: Prêmio, 1998. 731.76 M815
  • BIENAL BRASIL SÉCULO XX, 1994, São Paulo, SP. Bienal Brasil Século XX: catálogo. Curadoria Nelson Aguilar, José Roberto Teixeira Leite, Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli, Maria Alice Milliet, Walter Zanini, Cacilda Teixeira da Costa, Agnaldo Farias. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1994.
  • BIENAL BRASIL SÉCULO XX, 1994, São Paulo, SP. Bienal Brasil Século XX: catálogo. Curadoria Nelson Aguilar, José Roberto Teixeira Leite, Annateresa Fabris, Tadeu Chiarelli, Maria Alice Milliet, Walter Zanini, Cacilda Teixeira da Costa, Agnaldo Farias. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo, 1994. 700 BI588sp Sec.XX
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5). 731.76 M815
  • GRACIANO, Clóvis. Clovis Graciano. Texto Mário de Andrade; apresentação José Roberto Teixeira Leite. São Paulo: [s.n.], 1975. 117 p., il. p&b., color.
  • GRACIANO, Clóvis. Clóvis GRACIANO. São Paulo: [s.n.], 1975. 117 p., il. p&b., color. 759.98106 G7313
  • GRACIANO, Clóvis. Clóvis Graciano . São Paulo: Club Athlético Paulistano, 2000. [8] p., il. p&b, color. G7313c 2000
  • GRACIANO, Clóvis. Clóvis Graciano : acervo exposição e comentários. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1985. 2 p., 1 il. p&b. G7313 1985
  • GRACIANO, Clóvis. Clóvis Graciano. São Paulo: Club Athlético Paulistano, 2000. [8] p. il. p&b, color.
  • GRACIANO, Clóvis. Clóvis Graciano: acervo exposição e comentários. Texto Annateresa Fabris. São Paulo: Centro Cultural São Paulo, 1985. 2 p., 1 il. p&b.
  • GRACIANO, Clóvis. Graciano 72. Brasília: Caixa Econômica Federal, 19--. [6] p., il. p&b. G7313g 19--
  • GRACIANO, Clóvis. Graciano 72. Texto Francisco Luiz de Almeida Salles. Brasília: Caixa Econômica Federal, 19--. [6] p., il. p&b.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. 500 anos da pintura brasileira. [S.l.]: Log On Informática, 1999. 1 CD-ROM. CDR 759.981 L533q
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988. R759.981 L533d
  • LOURENÇO, Maria Cecília França. Maioridade do moderno em São Paulo Pt.2: anos 30/ 40. 1990. 254 p., il. p&b. Doutorado - , São Paulo, 1990. Orientação de: Aracy Amaral. T709.981 L892m Pt.2
  • LOURENÇO, Maria Cecília França. Maioridade do moderno em São Paulo: anos 30/40. 1990, 2 v. Tese (Doutorado) - Faculdade de Arquitetura e Urbanismo - Universidade de São Paulo - FAU/USP, São Paulo, 1990.
  • O GRUPO Santa Helena. Curadoria Walter Zanini, Marília Saboya de Albuquerque. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1996.
  • O GRUPO Santa Helena. Curadoria Walter Zanini, Marília Saboya de Albuquerque. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1996. RJccbb 1996/g
  • PONTUAL, Roberto. Arte/ Brasil/ hoje: 50 anos depois. São Paulo: Collectio, 1973.
  • PONTUAL, Roberto. Arte/ Brasil/ hoje: 50 anos depois. São Paulo: Collectio, 1973. 709.8104 P818a
  • Planilha enviada pelo pesquisador Edélcio Mostaço. Não Catalogado
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1. 709.81 H673 v.2
  • ZANINI, Walter. Clóvis Graciano: arte como valor social. Galeria Revista de Arte, São Paulo, n. 12, p. 34-37, 1988. Não catalogado

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: