Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Bruno de Menezes

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
21.03.1893 Brasil / Pará / Belém
02.07.1963 Brasil / Amazonas / Manaus
Bento Bruno de Menezes Costa (Belém PA, 1893 - Manaus AM, 1963). Publica, em 1920, seu primeiro livro de poesia, Crucifixo, na época, membro da Academia dos Poetas Paraenses. Em 1923 funda a revista literária Belém Nova, responsável pela divulgação da poesia modernista após a década de 20. Publica, no ano seguinte, Bailado Lunar; seguiram-se Poe...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Bento Bruno de Menezes Costa (Belém PA, 1893 - Manaus AM, 1963). Publica, em 1920, seu primeiro livro de poesia, Crucifixo, na época, membro da Academia dos Poetas Paraenses. Em 1923 funda a revista literária Belém Nova, responsável pela divulgação da poesia modernista após a década de 20. Publica, no ano seguinte, Bailado Lunar; seguiram-se Poesia (1931), Batuque (1939), Lua Sonâmbula (1953), Poema para Fortaleza (1957) e Onze Sonetos (1960).  Nos anos seguintes escreve peças teatrais juninas para o grupo Pirapema e, em 1950, publica a novela Maria. Em 1954 torna-se membro do Instituto Histórico e Geográfico do Pará e da Comissão Paraense de Folclore e lança o romance Candunga, com o qual ganha o Prêmio Estado do Pará. É presidente da Academia Paraense de Letras entre 1956 e 1957. Publica diversos livros sobre folclore, em 1958 e 1959, entre os quais Boi Bumbá e Auto Popular. Bruno de Menezes pertence à segunda geração do modernismo brasileiro. Segundo o crítico Dante Costa, ele realizou em sua obra uma transposição "das vivências do negro no Brasil, do fato folclórico, da realidade que não interessa apenas ao crítico literário, mas também e principalmente ao sociólogo, ao estudioso dos hábitos e costumes, ao etnógrafo do negro brasileiro".

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: