Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Dança

Lenira Borges

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 30.06.2017
1923 Brasil / Rio Grande do Sul / Porto Alegre
Lenira Borges (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 1923). Professora de balé. Inicia seus estudos de balé com a professora e coreógrafa Tony Seitz Petzhold (1914-2000), na capital gaúcha. Mais tarde, no Rio de Janeiro, aperfeiçoa-se com o coreógrafo e maitre de ballet1 da Ópera Comique de Paris, o tcheco Vaslav Veltchek (1897-1968). Também tem aula...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Lenira Borges (Porto Alegre, Rio Grande do Sul, 1923). Professora de balé. Inicia seus estudos de balé com a professora e coreógrafa Tony Seitz Petzhold (1914-2000), na capital gaúcha. Mais tarde, no Rio de Janeiro, aperfeiçoa-se com o coreógrafo e maitre de ballet1 da Ópera Comique de Paris, o tcheco Vaslav Veltchek (1897-1968). Também tem aulas com a coreógrafa, professora e étoile2 do Original Ballet Russo Tatiana Leskova (1922), com o bailarino americano Walter Nickes (1925-2007) e com uma das pioneiras da dança moderna no Brasil, Vera Kumpera.

Em 1953, funda em Petrópolis, no Rio de Janeiro, o curso de dança clássica na Escola de Música Santa Cecília e no Colégio Sion. Instala outras escolas de balé nas cidades de Três Rios e Teresópolis. Em 1961, a convite da Associação Franco-brasileira de Vitória (Alliance Française), funda a atual Academia Lenira Borges - Ballet Studio.

Em 1962 e 1963, respectivamente em Curitiba e Brasília, a convite de Carlos Magno, participa com alunos e professores da 1ª e 2ª edição do Encontros da Dança do Brasil. Também em 1963, faz o curso de balé teaching certificate, da Royal Academy of Dance, de Londres. Passa, desde então, a adotar na sua academia o método inglês. Em 1970, participa com seu grupo da reinauguração do Teatro Carlos Gomes, em Vitória, dividindo o palco com os bailarinos do Corpo de Baile do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, Elena Lobato e Renato Magalhães.

Em 2001, apresenta as crianças do projeto Pequenos Talentos - O Balé ao Alcance de Todos, do qual fazem parte alunos bolsistas de sua academia. Eles participam do projeto Vitória Cidade do Sol, na Arena de Camburi, promovido pela Secretaria Municipal de Cultura. Nesse mesmo ano, recebe homenagem pelos 40 anos de sua academia (1961-2001), no Teatro Carlos Gomes. Em 2002, uma matéria na revista Dance Gazette, editada pela Royal Academy of Dance, também celebra a data.

Notas

1 Mestre de balé, em francês. É a pessoa que se responsabiliza pela rotina diária dos bailarinos, muitas vezes, em companhias pequenas, se responsabiliza também pela direção e coreografia.

2 Étoile: estrela em francês. É a bailarina principal de uma companhia.

Fontes de pesquisa 5

Abrir módulo
  • BOGÉA, Inês. Lenira Borges, uma vida para a dança. INÊS BOGÉA. Site Oficial. Disponpivel em: < http://www.inesbogea.com.br/biografia_LeniraBorges.pdf >. Acesso em: 11 jun. 2013.
  • FARO, Antonio José; SAMPAIO, Luiz Paulo. Dicionário de balé e dança. Rio de Janeiro: Zahar, 1989.
  • GAMA, Oscar. História do Teatro Capixaba. Vitória: Fundação Cultural do Espírito Santo: Fundação Ceciliano Abel de Almeida, 1981.
  • SERRONI, J.C. Teatros: uma memória do espaço cênico no Brasil. São Paulo: Senac, 2002.
  • SUCENA, Eduardo. A dança teatral no Brasil. Rio de Janeiro: Ministério da Cultura: Fundação Nacional de Artes Cênicas, 1989.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: