Artigo da seção pessoas Modesto Carone

Modesto Carone

Artigo da seção pessoas
Literatura / teatro  
Data de nascimento deModesto Carone: 09-02-1937 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo / Sorocaba) | Data de morte 16-12-2019 Local de morte: (Brasil / São Paulo / São Paulo)

Modesto Carone Netto (Sorocaba, São Paulo, 1937 - São Paulo, São Paulo, 2019). Contista, romancista, tradutor, crítico e professor. Em 1960, na capital paulista, conclui o bacharelado na Faculdade de Direito do Largo São Francisco. Muda-se para a Áustria em 1965, trabalhando como professor de língua e cultura brasileira na Universidade de Viena. Retorna ao Brasil em 1968 e ingressa no doutorado em letras anglo-germânicas na Universidade de São Paulo - USP, concluído em 1973. Também na USP obtém, em 1975, o título de livre-docente em letras e literatura comparada.

Tendo traduzido em 1968, a convite de Anatol Rosenfeld (1912-1973), o livro Kafka: pró e contra, do ensaísta alemão Günther Anders (1902-1992), inicia a tradução das obras completas do escritor tcheco em 1983, que concluirá em 2002. Estreia na ficção com os contos de As Marcas do Real, em 1979. Em 1981, começa a carreira acadêmica no Instituto de Letras da Universidade Estadual de Campinas - Unicamp, onde permanece por 15 anos. A partir de 2000, trabalha como professor visitante do Departamento de Teoria Literária da Faculdade de Letras da USP. Sua obra inclui, além dos contos, um romance - Resumo de Ana (1998) - e ensaios sobre poetas brasileiros e estrangeiros.

Análise

A partir de elaborado trabalho linguístico, a ficção de Modesto Carone procura retratar como questões coletivas afetam o sujeito, impossibilitando a capacidade de compreender as experiências vividas. Violência, assassinatos e relações afetivas problemáticas, entre outros temas, são motes de textos que transferem para o leitor a dificuldade de apreender o mundo contemporâneo.

No conto "O jogo das partes", de As marcas do real, estreia do autor na ficção, o problema se manifesta já na configuração do narrador. Trata-se de uma primeira pessoa, que pode falar de si ou de outro ("Ao chegar ao centro, acendia o castiçal e segurava-o na altura do peito"), sem que o leitor compreenda o responsável pelas ações retratadas.

O efeito de estranhamento, constante na obra do autor, pode-se dar de modos diversos. Em "Dias melhores", conto do livro homônimo, o narrador, confinado a sua própria casa por um atirador cuja carabina dispara com regularidade, concentra-se em detalhes insignificantes (como o brilho da arma de seu inimigo), apesar de não saber por que é vítima daquela situação. O efeito insólito é dado pela naturalidade com que ignora as razões para a violência. Na narrativa longa - Resumo de Ana - a biografia é relatada em tom burocrático, sem sentimentalismo, sinalizando que as personagens, pobres, estão totalmente entregues aos eventos objetivos: os efeitos de uma decisão política podem levar ao fim de um casamento; uma crise econômica sela o trágico destino de mais de uma geração familiar.

As implicações entre literatura e sociedade são igualmente patentes nos ensaios do autor: devedor do filósofo alemão Theodor Adorno (1903-1969), Carone propõe reflexões ao mesmo tempo estéticas e políticas sobre os escritores estudados - como o poeta austríaco Georg Trakl (1887-1941) e o brasileiro João Cabral de Melo Neto (1920-1999).

Outras informações de Modesto Carone:

  • Outros nomes
    • Modesto Carone Netto
  • Habilidades
    • Autor
    • Tradutor
    • Professor universitário
    • Contista
    • Romancista
    • Crítico

Espetáculos (2)

Fontes de pesquisa (5)

  • CARONE, Modesto. Adorno: um depoimento pessoal. Novos Estudos. São Paulo: Cebrap, n. 68, p. 127-133, mar. 2004.
  • GARCIA, Cristiane de Oliveira Fernandes. Ao redor do castelo: uma leitura das narrativas de Modesto Carone, 2009, 100f. Dissertação (mestrado em teoria literária e literatura comparada), Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2009.
  • MODESTO Carone, tradutor de Kafka, morre aos 82 anos. O Estado. de S. Paulo, São Paulo, 16 dez. 2019. Disponível em: https://cultura.estadao.com.br/noticias/literatura,modesto-carone-tradutor-de-kafka-morre-aos-82-anos,70003127479. Acesso em: 16 dez. 2019.
  • PÉCORA, Alcir; WALDMAN, Berta. As partes do jogo. Discurso. São Paulo: Departamento de Filosofia, FFLCH/USP, n. 12, p. 99-111, 1 sem. 1980.
  • Programa do espetáculo - A Construção de Kafka- 2006

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MODESTO Carone. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa4327/modesto-carone>. Acesso em: 09 de Jul. 2020. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7