Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.



Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Paulo Nazareth

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 20.04.2022
26.05.1977 Brasil / Minas Gerais / Governador Valadares
Reprodução fotográfica arquivo do artista/Itaú Cultural

Sem Título [da Série Notícias de América], 2011
Paulo Nazareth
Impressão digital em papel de algodão
89,00 cm x 66,00 cm

Paulo Sérgio da Silva (Governador Valadares, Minas Gerais, 1977). Artista performático. Conhecido por suas andanças ao redor do mundo, seu trabalho questiona os limites da performance como linguagem artística: não se constitui pelos objetos que produz, mas pelo comportamento do próprio artista, que define suas obras como uma “arte de conduta”.

Texto

Abrir módulo

Paulo Sérgio da Silva (Governador Valadares, Minas Gerais, 1977). Artista performático. Conhecido por suas andanças ao redor do mundo, seu trabalho questiona os limites da performance como linguagem artística: não se constitui pelos objetos que produz, mas pelo comportamento do próprio artista, que define suas obras como uma “arte de conduta”.

Após estudar entalhe em madeira com o escultor baiano Mestre Orlando (1944-2003) em 2005, licencia-se em desenho e plástica e torna-se bacharel em desenho e gravura no ano seguinte pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde também estuda linguística entre 2006 e 2010. Mora em Santa Luzia, Belo Horizonte, e trabalha em uma barraca de feira onde vende produtos diversos.

Chama a atenção do circuito nacional e internacional de arte a partir de 2010, quando deixa a comunidade de Palmital, em Belo Horizonte, para participar da feira Miami Basel, nos Estados Unidos. Realiza o percurso a pé ou, em alguns trechos, de carona. Durante a viagem, que dura cinco meses, produz registros escritos e em imagem. Fotografa-se com cartazes e anúncios ao longo do trajeto na performance Notícias da América (2011-2012). Há certa dose de ritualismo na caminhada – o artista afirma ter lavado os pés somente na chegada da viagem, no rio Hudson, onde teria deixado um pouco da terra da América Latina. É desse modo que se pode pensar sua produção como uma discussão geopolítica.

Ao chegar, apresenta em Miami Basel a instalação Banana Market, uma perua Kombi repleta de bananas. Recebe convites para a Bienal de Veneza de 2013 e para a 12ª Bienal de Lyon. No Brasil, expõe e recebe o Prêmio Masp de Artes Visuais 2012, na categoria Talento Emergente. Participa de diversos programas de residência na Argentina, na Indonésia e na Índia e integra exposições no Brasil, no Uruguai, na França, na Noruega, na Alemanha e nos Estados Unidos. 

Em um gesto de como seu trabalho caminha de forma paralela ao meio das artes, volta a Palmital e reinaugura sua barraca na feira da cidade, chamando-a, em tom provocador, de Paulo Nazareth Arte Contemporânea Ltda. Em 2012, publica o livro Paulo Nazareth, Arte Contemporânea Ltda., que narra as viagens do artista.

Sem necessariamente se configurarem de forma redundante, as performances e as obras de Paulo Nazareth são apresentadas dentro da programação institucionalizada das artes plásticas, com uma proposta que pretende questioná-las a partir de seu interior.

Obras 5

Abrir módulo
Registro fotográfico Amilcar Packer

A Carne

Performance e registro em vídeo

Exposições 153

Abrir módulo

Feiras de arte 2

Abrir módulo

Festivais 1

Abrir módulo

Performances 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo
  • 34ª BIENAL Internacional de São Paulo. São Paulo: Fundação Bienal, 2020. Exposição realizada no período de 4 set. 2020 a 5 dez. 2021. Disponível em: http://34.bienal.org.br/exposicoes/7311. Acesso em: 15 jul. 2021. Exposição realizada no período de 04 set. 2020 a 05 dez. 2021.
  • AMIRSADEGHI, Hossein (ed.). Contemporary art Brazil. Londres: Thames & Hudson, 2012.
  • CYPRIANO, Fabio. Paulo Nazareth retoma os anos 1970 para fazer arte como exercício de liberdade. Folha de S.Paulo, Serafina, São Paulo, 25 ago. 2013.
  • FERREIRA, Helder. A pé até Nova York. Revista Cult. Disponível em: http://revistacult.uol.com.br/home/2012/12/a-pe-ate-nova-york/. Acesso em: 9 mai. 2014.
  • FURNALETO, Audrey. Paulo Nazareth, um artista exótico. O Globo, Cultura, Rio de Janeiro, 26 out. 2013.
  • PAULO Nazareth Arte Contemporânea Ltda. São Paulo: Mendes Wood DM; Rio de Janeiro: Editora Cobogó, 2012.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: