Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Antônio Barreto

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 06.04.2017
13.06.1954 Brasil / Minas Gerais / Passos
Antônio Barreto (Passos, Minas Gerais, 1954). Poeta. Edita, com o Grupoema e os integrantes da União Passense dos Estudantes, os periódicos Liba e Protótipo, em sua cidade natal, por volta de 1969. Em 1974 funda, com escritores do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a Editora Cooperativa de Escrit...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Antônio Barreto (Passos, Minas Gerais, 1954). Poeta. Edita, com o Grupoema e os integrantes da União Passense dos Estudantes, os periódicos Liba e Protótipo, em sua cidade natal, por volta de 1969. Em 1974 funda, com escritores do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais, a Editora Cooperativa de Escritores. Tem contos publicados na antologia História de um Novo Tempo, lançada em 1977, com Caio Fernando Abreu (1948-1986), Luiz Fernando Emediato (1951) e Domingos Pellegrini (1949). Colabora em vários periódicos, entre os quais Pasquim, Ars Media, Estado de Minas, Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo e Alguma Poesia, entre outros. Em 1980 funda, com intelectuais e jornalistas mineiros, a Associação Profissional dos Escritores, entidade que dá origem ao Sindicato dos Escritores de Minas Gerais. Em 1988 recebe o Prêmio IV Bienal Nestlé de Literatura Brasileira, pelo livro Vastafala, e o prêmio Petrobrás de Literatura Brasileira, pelo livro Espantário. Ganha, nos Estados Unidos, o prêmio Ezra Jack Keats, concedido pela Unicef, em 1990. Em 1992 é laureado com o prêmio Nacional Banco Mercantil de Poesia, pelo livro Guindaste, concedido pela União Brasileira de Escritores. Entre suas obras poéticas estão os livros O Sono Provisório (1978), Lua no Varal (1987) e Livro das Simpatias (1990).

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: