Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Beatriz Apocalypse

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 14.05.2020
13.02.1969 Brasil / Minas Gerais / Belo Horizonte
Beatriz Veloso Apocalypse (Belo Horizonte, Minas Gerais, 1969). Designer de bonecos, artista bonequeira, atriz manipuladora de bonecos, diretora de teatro. Filha de Álvaro Apocalypse (1937-2003) e Terezinha Veloso (1936-2003), é uma das atuais diretoras do Giramundo, grupo de teatro de bonecos fundado em 1970 por seus pais e por Maria do Carmo V...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Beatriz Veloso Apocalypse (Belo Horizonte, Minas Gerais, 1969). Designer de bonecos, artista bonequeira, atriz manipuladora de bonecos, diretora de teatro. Filha de Álvaro Apocalypse (1937-2003) e Terezinha Veloso (1936-2003), é uma das atuais diretoras do Giramundo, grupo de teatro de bonecos fundado em 1970 por seus pais e por Maria do Carmo Vivacqua Martins (1945), também conhecida como Madu. Desde criança, Beatriz acompanha os primeiros ensaios e montagens do grupo, no qual ingressa efetivamente em 1985, substituindo uma das manipuladoras de bonecos no espetáculo Auto das Pastorinhas (1985).
Beatriz traz para o teatro de bonecos algumas formas e movimentos de personagens que encontra nas animações da TV ou do cinema. Além de participar da concepção, do desenho e da montagem de bonecos, atua como diretora artística, administradora, pesquisadora e professora oficineira. Ministra cursos e realiza projetos com o Giramundo em diversas cidades do Brasil.
Suas influências artísticas imediatas estão ligadas, sobretudo, ao trabalho dos pais, Álvaro e Terezinha, e de Madu, e também ao dos artistas plásticos Júlio Espíndola (1941), Sandra Bianchi (1952) e Mário Zavagli (1956).
Trabalha em parceria com o grupo Palavra Cantada (1994) na criação do espetáculo infantil Ramom e Maraó (2008), para o qual também faz direção de cena e de manipulação de bonecos. A peça é composta de adaptações de músicas do compositor alemão Robert Schumann (1810-1856) e tem como tema o primeiro amor entre dois pré-adolescentes, representados por bonecos criados e manipulados pelo grupo Giramundo. No musical, são retratadas três fases da vida desses personagens: na infância, eles são representados pelos bonecos; na idade adulta, por atores-cantores; e, na terceira fase, pela dupla de narradores.
Em 2010, Beatriz é convidada pela banda mineira Pato Fu para produzir bonecos manipuláveis para o projeto Música de Brinquedo (2010). Prosseguindo com essa parceria, Beatriz convida os músicos John Ulhoa (1966) e Fernanda Takai (1971) para comporem a trilha de Alice no País das Maravilhas (2013), espetáculo produzido pelo Giramundo e com participação de outro parceiro mineiro, o Grupo Galpão, na preparação do ator que divide a cena com bonecos.

Eventos relacionados 8

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 7

Abrir módulo
  • AMAZÔNICAS. São Paulo: Itaú Cultural, 1998. Folder. ICPG Eve/98 AMA
  • APOCALYPSE, Beatriz. Entrevista concedida a Flávio Tonnetti por e-mail. 18 nov. 2014.
  • APOCALYPSE, Beatriz. Palavra Ética com Beatriz Apocalypse. Entrevistadora: Delze Laureano. 28 jun. 2012. Disponível em: < https://www.youtube.com/watch?v=dYKSVpMPr4g >. Acesso em: dez. 2014.
  • BEATRIZ Apocalypse – Ocupação Giramundo. Produção de Itau Cultural. Coordenadora de Conteúdo Audiovisual: Kety Fernandes. Entrevista: Maria Clara da Silva Matos. Edição: Karina Fogaça. São Paulo: Itau Cultural, 2014. Entrevista (6 min. 39) Disponível em: < http://youtu.be/wEWR5bGjUeo >. Acesso em: dez. 2014.
  • CENAPAULISTANA. São Paulo.Disponível em: < http://www.cenapaulistana.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=1758:a-tempestade>. Acesso em : 30 de maio de 2011.
  • ENGLER, Natalia. Palavra Cantada apresenta a opereta Ramon e Maraó. Folha de S.Paulo, São Paulo, 3 nov. de 2008. Guia da Folha. Disponível em: < http://guia.folha.uol.com.br/crianca/ult10047u462768.shtml >. Acesso em: dez. 2014.
  • OLIVEIRA, Luciano Flávio de. Representações Culturais no Giramundo Teatro de Bonecos: um olhar de brincante sobre os textos, personagens e trilhas sonoras de Um Baú de Fundo Fundo, Cobra Norato e Os Orixás. Dissertação (Mestrado em Teatro) – Centro de Artes, Universidade do Estado de Santa Catarina, Florianópolis, 2010.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: