Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

João Alexandre Barbosa

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 04.04.2017
1937 Brasil / Pernambuco / Recife
03.08.2006 Brasil / São Paulo / São Paulo
João Alexandre Costa Barbosa (Recife, Pernamuco, 1937 - São Paulo, São Paulo, 2006). Professor, ensaísta e crítico literário. Inicia os estudos primários em casa com orientação de uma preceptora e, posteriormente, ingressa no curso ginasial no colégio dos padres jesuítas. A partir de 1955, ano em que entra na Faculdade de Direito do Recife, mini...

Texto

Abrir módulo

Biografia

João Alexandre Costa Barbosa (Recife, Pernamuco, 1937 - São Paulo, São Paulo, 2006). Professor, ensaísta e crítico literário. Inicia os estudos primários em casa com orientação de uma preceptora e, posteriormente, ingressa no curso ginasial no colégio dos padres jesuítas. A partir de 1955, ano em que entra na Faculdade de Direito do Recife, ministra aulas de literatura francesa. Em 1960, torna-se o editor-chefe do Suplemento Literário, do Jornal do Commercio, do Recife. Dedica-se à criação do curso de teoria literária da Universidade do Recife, atual Universidade Federal de Pernambuco - UFPE, em 1963. No ano seguinte, perseguido pelo regime militar, muda-se para Brasília, onde trabalha por um ano como professor de teoria literária na Universidade de Brasília - UnB, que, em 1965, é invadida pelo exército. Desligado da UnB, vai morar em São Paulo, em 1966. Inicia a carreira docente na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo - FFLCH/USP, exercendo em 1980 a função de professor titular do Departamento de Teoria Literária e Literatura Comparada, ocupada até então pelo crítico e professor Antonio Candido (1918). Assume em 1988 a direção da Editora da USP - Edusp, elege-se diretor da FFLCH no ano seguinte e ocupa o cargo de pró-reitor de cultura e extensão, em 1990. É o responsável pela criação do Projeto Nascente, para  promoção das atividades artísticas entre o público universitário; do Cinusp Paulo Emílio Salles Gomes, espaço dedicado à exibição cinematográfica; e da Comissão de Patrimônio Cultural da Universidade, órgão vinculado à Pró-Reitoria de Cultura e Extensão. Autor de importantes estudos sobre a obra de poetas e escritores nacionais, como Murilo Mendes (1901 - 1975), Augusto Meyer (1902 - 1970) e João Cabral de Melo Neto (1920 - 1999), obtém a aposentadoria em 1993. Entre 1997 e 2002, assina as colunas Entre Livros e Biblioteca Imaginária, ambas na revista Cult e, no ano de 2003, assume a seção Letras Arquivadas, do jornal Gazeta Mercantil. Morre em 3 de agosto de 2006, na cidade de São Paulo.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: