Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Luisa Paraguai

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 18.03.2016
29.11.1960 Brasil / São Paulo / São José dos Campos
Registro fotográfico Sérgio Guerini

Vestis, 2004
Luisa Paraguai

Luisa Angélica Paraguai Donati (São José dos Campos, São Paulo, 1960). Artista visual. Gradua-se em Engenharia Civil, pela Universidade de São Paulo (USP), em 1983. Em 1986, conclui a especialização em Artes e Animação em Desenhos e Objetos, pelo Senac. Defende o mestrado em 1999, e o doutorado em 2005, ambos em Multimeios, na Universidade Estad...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Luisa Angélica Paraguai Donati (São José dos Campos, São Paulo, 1960). Artista visual. Gradua-se em Engenharia Civil, pela Universidade de São Paulo (USP), em 1983. Em 1986, conclui a especialização em Artes e Animação em Desenhos e Objetos, pelo Senac. Defende o mestrado em 1999, e o doutorado em 2005, ambos em Multimeios, na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Sua dissertação de mestrado recebe o prêmio de melhor dissertação em vídeo e cinema, pela Intercom. Entre 2011 e 2012 realiza estágio pós-doutorado no M-Node NABA, The Planetary Collegium, Plymouth University, Inglaterra.

Em 2000, inicia o trabalho como professora na Universidade Anhembi Morumbi. Entre 2008 e 2015 atua em várias instituições de ensino superior. A partir de 2015, torna-se professora e pesquisadora da Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas).

Desde o ano 2000, produz e expõe trabalhos em arte tecnológica e performance. Participa da exposição EmMeio#5.0 (2013),  realizada no Museu Nacional da República, em Brasília. Publica artigos em eventos e periódicos da área de artes e design, no Brasil, nos Estados Unidos e na Europa, como o da revista Technoetic Arts, em 2012. A pesquisa em computadores vestíveis marca sua atuação, principalmente com Vestis: corpos afetivos (2004), retomada em 2010 e 2011, que inclui performance. Em 2003, recebe o prêmio Rumos Itaú Cultural Pesquisa.

Análise da Trajetória
As preocupações poéticas de Luisa Paraguai se alinham, desde 2000, quando começa a reunir  em seu trabalho, os contextos sinestésicos do corpo, da percepção e das estéticas tecnológicas. Influenciada pela formação em engenharia civil, a artista busca, em sua produção, pesquisar as formas de interação entre o corpo humano e o computador. Envolve o corpo com sensores e aparatos tecnológicos, criando computadores vestíveis. Estes, quando conectados à web, potencializam a capacidade do usuário de interagir, simultaneamente, em espaços físicos e digitais.  Em INcorpos (2000) e Vestis, corpos afetivos (2004), a artista experimenta aliar produtos interativos com performances. Vestis torna-se um trabalho versátil como criação poética, compondo o eixo de produção mais relevante da artista. É apresentado em 2004, 2005, 2006, 2010 e 2011, em várias exposições.

Seus objetos vestíveis interativos lidam com o espaço do corpo e suas percepções, lançando nele o mecanismo de sondagem da individualidade e do social. Esses temas também são explorados nas instalações, como @intervalo (2003) e INmobility (2012), com Paulo Costa. A partir de 2012, a artista insere o olfato em seu universo, elaborando objetos que remetem ao cheiro e sua inserção na contemporaneidade. Os elementos são sensoriais, base da criação da artista, e sua relação com o mundo.

Obras 1

Abrir módulo
Registro fotográfico Sérgio Guerini

Exposições 2

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo
  • 12º ENCONTRO INTERNACIONAL DE ARTE E TECNOLOGIA: prospectiva poética (#12.ART) e exposição de arte computacional EmMeio#5.0. Coordenação geral Suzete Venturelli. Brasília: Museu Nacional do Conjunto Cultural da República, 2013. 51 p. Exposição realizada no período de 2 a 6 out. 2013. Disponível em: < https://art.medialab.ufg.br/up/779/o/Livro12art_final_colorido_2014-3VERS%C3%83O-FINAL-REVISADA-04-SET.pdf >. Acesso em: 20 jun. 2015.
  • DONATI, Luisa Angélica Paraguai. Currículo do sistema currículo Lattes. [Brasília], 10 jun. 2015. Disponível em: < http://lattes.cnpq.br/6616305768133913 > . Acesso em: 10 jun. 2015.
  • PARAGUAI, Luisa. Dispositivos móveis: Dimensões e espacialidades do corpoespaço. Revista Z cultural: revista do programa avançado de cultura contemporânea. Universidade Federal do Rio de Janeiro, v. 2, p. 6, 2011.
  • PARAGUAI, Luisa. Interfaces multisensoriais: espacialidades híbridas do corpoespaço. Revista FAMECOS (Online), v. 37, p. 54-60, 2008.
  • PARAGUAI, Luisa. Luisa Paraguai. São Paulo: [s.n], 10.jun.2015. Entrevista concedida a Cleomar Rocha, pesquisador da Enciclopédia Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras.
  • PARAGUAI. Luisa. Spatialities and scents: Chemical and cultural dialogues. Technoetic Arts: A Journal of Speculative Research, Reino Unido, v. 9, p. 171-179, 2012.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: