Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Rosa Gauditano

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 24.04.2017
03.04.1955 Brasil / São Paulo / São Paulo

Xavantes - Aldeia de Pimentel Barbosa, Mato Grosso, 1992
Rosa Gauditano
(c) Rosa Gauditano/Fotograma

Rosa Jandira Gauditano (São Paulo, São Paulo, 1955). Fotógrafa. Entre 1974 e 1975, estuda jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, em São Paulo. Começa a fotografar profissionalmente em 1977, para o jornal Versus, e torna-se editora de fotografia do periódico. No início dos anos 1980, leciona fotojornalismo na Pontifícia Univ...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Rosa Jandira Gauditano (São Paulo, São Paulo, 1955). Fotógrafa. Entre 1974 e 1975, estuda jornalismo na Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, em São Paulo. Começa a fotografar profissionalmente em 1977, para o jornal Versus, e torna-se editora de fotografia do periódico. No início dos anos 1980, leciona fotojornalismo na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP e atua como freelancer em diversas publicações. Nesse período, realiza ensaios fotográficos com crianças que vivem nas ruas da capital paulista e inicia a documentação de festas populares religiosas no Brasil. Em 1984, trabalha no jornal Folha de S. Paulo e, em 1985 e 1986, na revista Veja. Recebe Prêmio Abril de Fotojornalismo em 1986. No ano seguinte, funda a Agência Fotograma Fotojornalismo e Documentação, com Ed Viggiani (1958) e Emidio Luisi (1948). Estabelece, em 1989, seu primeiro contato com povos indígenas em Altamira, Pará, e, a partir de então, documenta comunidades de índios karajás, kayapós, tucanos, yanomamis, xavantes, guaranis e pankararus. É autora dos livros Índios. Os Primeiros Habitantes, 1998, Raízes do Povo Xavante, 2003, e Festas de Fé, 2004. Desde 1997, dirige a agência StudioR, trabalhando nas áreas de publicidade, jornalismo e documentação. Em 2004, em parceria com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), cria a organização não-governamental Nossa Tribo, dedicada a projetos voltados a nutrição infantil, edição de livros e postais.

Análise

O trabalho de Rosa Gauditano está diretamente vinculado a sua preocupação com a divulgação de tradições culturais e ao engajamento pessoal em causas indígenas. Seus principais ensaios enfocam festas folclóricas e religiosas, como a do bumba-meu-boi, no vale do Pindaré, Maranhão, e a Festa do Divino, em Pirenópolis, Goiás, e documentam aspectos do cotidiano de povos indígenas em diferentes regiões do Brasil.

Nas fotos de festividades, os enquadramentos são frontais e as cores saturadas são, em parte, conseqüência da luz natural intensa e chapada. A dimensão estética das imagens pertence, sobretudo, ao próprio referente - aos bordados, brilhos e adereços, à mistura de tecidos, estampas e cores próprias das indumentárias usadas nas procissões.

O caráter descritivo também predomina nos registros de índios, em que Rosa Gauditano focaliza aspectos de seu dia-a-dia (afazeres domésticos, artesanato, caça, brincadeiras infantis, rituais etc.) e mostra índices que explicitam o contato das tribos com a cultura dos brancos: mulheres índias usando sutiã, tampas de refrigerante incorporadas a adereços, roupas e objetos industrializados. As fotos ratificam a imagem do "bom selvagem", característica da iconografia romântica da segunda metade do século XIX. Nelas não há conflitos, os índios aparecem em harmonia entre si e com a natureza. Essa interpretação ganha conotação política, pois confere uma visibilidade positiva a populações que têm seus direitos freqüentemente negligenciados.

Obras 20

Abrir módulo

Exposições 33

Abrir módulo

Eventos relacionados 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 19

Abrir módulo
  • A TRIBO de Rosa Gauditano. Iris, São Paulo, nº 502, abr. 1997. Não catalogado
  • CARBONCINI, Anna (coord.). Coleção Pirelli / MASP de Fotografias: v. 3. Versão em inglês Kevin M. Benson Mundy. São Paulo: Masp, 1993.
  • CARBONCINI, Anna (coord.). Coleção Pirelli / MASP de Fotografias: v. 3. Versão em inglês Kevin M. Benson Mundy. São Paulo: Masp, 1993. SPmasp cpirelli 1993
  • CARBONCINI, Anna (org.). Imagens de São Paulo. Curadoria Anna Carboncini. São Paulo: Masp, 1990. folha dobrada.
  • CARBONCINI, Anna (org.). Imagens de São Paulo. Curadoria Anna Carboncini. São Paulo: Masp, 1990. folha dobrada. SPmasp 1990/i
  • Exposições. Veja S. Paulo, São Paulo, 13 abr. 1997. Não catalogado
  • Fotógrafa Preserva Cultura. O Estado de S. Paulo, São Paulo, 18 abr. 1997. Não catalogado
  • GAUDITANO, Rosa. Cores e festas : fotografias. São Paulo: Galeria Alliance Française, s.d. s.p. il. Gr267c s.d.
  • GAUDITANO, Rosa. Cores e festas: fotografias. Apresentação Casimiro Xavier de Mendonça. São Paulo: Galeria Alliance Française, s.d. s.p. il.
  • GAUDITANO, Rosa. Raízes do povo xavante. Tradução Maria Amélia Vampré Xavier, Caimi Waiassé, Paulo Supretaprã Xavante, Suptó Buprewên Wa'iri. São Paulo: Ed. do Autor, 2003.
  • GAUDITANO, Rosa. Raízes do povo xavante. Tradução Maria Amélia Vampré Xavier, Caimi Waiassé, Paulo Supretaprã Xavante, Suptó Buprewên Wa'iri. São Paulo: Ed. do Autor, 2003. 778.9 Gr267r
  • GAUDITANO, Rosa. Índios, os primeiros habitantes . São Paulo: Caixa Econômica Federal, 1998. 79 p., il. color. ISBN 85-85994-02-9. 778.9 Gr267i
  • GAUDITANO, Rosa. Índios. Os primeiros habitantes. São Paulo: Caixa Econômica Federal, 1998. 80 p., il. color.
  • Mostra Faz Sobreviver 8 Tribos. Folha de S.Paulo, São Paulo, 18 abr. 1997. Não catalogado
  • Nossa tribo. Momento Fuji, São Paulo, nº 13, abr. 1997.
  • O quotidiano indígena. Jornal da Tarde, São Paulo, 15 abr. 1997. Não catalogado
  • PERSICHETTI, Simonetta. Imagens da fotografia brasileira 2. São Paulo: Estação Liberdade: Senac, 2000.
  • PERSICHETTI, Simonetta. Imagens da fotografia brasileira 2. São Paulo: Estação Liberdade: Senac, 2000. 779.9 P466i v. 2
  • Rosa Gauditano na Casa Fuji. Revista Criação, São Paulo, abr. 1997. Não catalogado

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: