Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Cinema

Thelma Reston

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.06.2020
06.07.1940 Brasil / Goiás / Piracanjuba
20.12.2012 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Thelma Salim Reston (Piracanjuba, Goiás, 1940 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012). Atriz. Participa de alguns dos grupos mais expressivos dos anos 60 - Teatro Ipanema, Centro Popular de Cultura, Teatro Jovem, Teatro Oficina. Na maioria dos papéis que desempenha, Thelma Reston exibe uma atuação baseada no seu estilo escrachado. Corpulenta e d...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Thelma Salim Reston (Piracanjuba, Goiás, 1940 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2012). Atriz. Participa de alguns dos grupos mais expressivos dos anos 60 - Teatro Ipanema, Centro Popular de Cultura, Teatro Jovem, Teatro Oficina. Na maioria dos papéis que desempenha, Thelma Reston exibe uma atuação baseada no seu estilo escrachado. Corpulenta e de seios fartos, muitas vezes suas personagens oscilam entre o erótico e o grotesco.

Seus primeiros trabalhos são no Teatro do Rio, de Ivan de Albuquerque (1932 - 2001) e Rubens Corrêa (1931 - 1996), onde atua, nos anos de 1960 e 1961, em cinco espetáculos, os dois últimos com direção Ziembinski (1908 - 1978): Prodígio do Mundo Ocidental, de John Millington Synge, A Ratoeira, de Agatha Christie, A Falecida, de Nelson Rodrigues (1912 - 1980), Espectros, de Henrik Ibsen, e Círculo Vicioso, de Somerset Maugham. No Teatro Jovem, atua em O Chapéu de Sebo, 1962, e em O Chão dos Penitentes, 1965, ambos de Francisco Pereira da Silva. Trabalha sob a direção de Martim Gonçalves em Bonitinha, mas Ordinária, de Nelson Rodrigues, 1962; Victor ou as Crianças no Poder, de Roger Vitrac, e Orquestra, de Jean Anouilh, 1963. No mesmo ano, integra o elenco do Centro Popular de Cultura, CPC, em O Filho da Besta Torta de Pageú, de Oduvaldo Vianna Filho (1892 - 1972). Em 1966, atua em Se Correr o Bicho Pega, Se Ficar o Bicho Come, texto coletivo de integrantes do Grupo Opinião, e, no mesmo ano, é dirigida por Flávio Rangel (1934 - 1988) em O Sr. Puntila e Seu Criado Matti, de Bertolt Brecht.

Participa das mudanças estéticas e temáticas que o teatro sofre nesse período, participando de Abre a Janela e Deixa Entrar o Ar Puro e o Sol da Manhã, de Antônio Bivar (1939) e, em 1970, atua na histórica montagem de O Balcão, de Jean Genet, com produção de Ruth Escobar (1936) e direção de Victor Garcia. Trabalha sob a direção de Luis Antônio Martinez Corrêa (1950 - 1987) em O Casamento do Pequeno Burguês, de Bertolt Brecht, 1974, A Ópera do Malandro, de Chico Buarque (1944), 1978, e O Percevejo, de Vladímir Maiakóvski, 1981.

Em 1980, atua em Bodas de Papel, de Maria Adelaide Amaral (1942). A direção que Cecil Thiré (1943) imprime ao trabalho da atriz leva o crítico Yan Michalski (1932 - 1990) comentar que Thelma Reston tem um desempenho "finalmente diferente do filão único a que tem sido relegada, mas com pleno reaproveitamento do seu tão pessoal senso de humor".1

Participa de Pedra, a Tragédia, de Mauro Rasi (1949 - 2003), Miguel Falabella (1956) e Vicente Pereira (1949 - 1993), direção Ary Coslov, uma das peças marcantes do teatro besteirol, 1986.

Na década de 90, está ao lado de José Wilker (1946 2014), em A Maracutaia, baseado em A Mandrágora, de Maquiavel, adaptação de Miguel Falabella e, em 1997, protagoniza A Mãe, de Máximo Gorki, com a Companhia Ensaio Aberto, direção de Luiz Fernando Lobo.

O estilo de Thelma Reston associado ao seu tipo físico faz com que seja freqüentemente chamada a realizar uma espécie de máscara fixa. No teatro comercial, em que faz grande parte de sua carreira, atua como comediante. Em alguns espetáculos mais comprometidos com a inovação ou experimentação estética, a atriz encontra campo para imprimir sua interpretação a um leque maior de personagens e linguagens.

Notas

1. MICHALSKI, Yan. Fábula moral sobre dinheiro e machismo. Jornal do Brasil, Rio de Janeiro, 26 set. 1980. Caderno B, p. 5.

 

Espetáculos 47

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo
  • CARVALHO, Tania. Ney Latorraca: uma celebração. São Paulo: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo, 2004. (Aplauso Especial). 792.092 L358c
  • EICHBAUER, Hélio. [Currículo]. Enviado pelo artista em 24 de abril de 2011. Espetáculo: A Mandrágora - 1975. Não catalogado
  • Neves, Carla; Zendron, Mariane. Morre, aos 75 anos, a atriz Thelma Reston. Site Uol. Disponível em: http://televisao.uol.com.br/noticias/redacao/2012/12/20/morre-aos-75-anos-a-atriz-thelma-reston.htm. Acessado em: 20 dez. 2012. Não catalogado
  • RESTON, Thelma. Rio de Janeiro: Funarte / Cedoc. Dossiê Personalidades Artes Cênicas.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: