Artigo da seção pessoas Celso Gitahy

Celso Gitahy

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deCelso Gitahy: 11-01-1968 Local de nascimento: (Brasil / São Paulo)
Imagem representativa do artigo

Registro fotográfico Paula Lyn

Celso Mendonça Gitahy (São Paulo, São Paulo, 1968). Artista plástico, professor e pesquisador. Um dos precursores do graffiti no Brasil e especializado na técnica de estêncil, usa elementos da cultura pop e do consumo para criar obras de crítica social em espaços urbanos.

Forma-se em artes plásticas pelo Centro Universitário Belas Artes de São Paulo, em 1989, década em que inicia sua atividade artística, explorando o graffiti. Nesse período, mantém relação com outras manifestações artísticas da cidade, como a música ligada ao movimento punk, que permeia a cena underground da capital.

No início dos anos 1990, Celso especializa-se em estêncil, técnica presente na maior parte de suas obras, como o recorrente personagem TVnauta, um astronauta com capacete de televisão. Em suas criações, explora o universo da cultura pop, mesclando ícones do consumo e da tecnologia com o homem e a natureza. De forma irônica e bem-humorada, critica a obsessão humana pela tecnologia, como faz na mostra Pet Machine (2009), apresentada na Mônica Filgueiras Galeria de Arte. A mostra exibe desenhos de diferentes animais, como tigre, cachorro e um pássaro, representados com corpo de animal e a cabeça substituída por peças de máquinas.

Para além do graffiti e do estêncil, a expressão artística de Celso passa pela pintura, pela poesia e pelo livro de artista. Ele amplia sua atuação ao realizar palestras, curadorias e oficinas, além de publicar artigos em periódicos acadêmicos e livros, como O que é Graffiti (2002), integrante da coleção Primeiros Passos, da Editora Brasiliense.

No início dos anos 2010, incorpora a suas obras outros materiais, como neon, acrílico e objetos cotidianos, criando composições que fazem referência à vida pós-moderna. Torna-se mestre em arte contemporânea e docência no ensino superior em 2015, pela Universidade Camilo Castelo Branco. Sua dissertação, 17.3 URBANOS, tem a arte urbana como objeto de análise. Com o apoio da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, oferece a oficina Graffiti é Legal para pichadores, com objetivo de transmitir informações sobre arte.

Celso Gitahy tem ativa participação na formação da arte urbana em São Paulo e no Brasil. O graffiti e outras manifestações artísticas desse cenário são objeto de sua produção artística e de análise. Além de utilizar a rua como suporte para sua obra, é por meio dela que o artista pensa a produção de arte.

Outras informações de Celso Gitahy:

  • Outros nomes
    • Celso Mendonça Gitahy
    • Celso Githay
  • Habilidades
    • Professor
    • Artista plástico
    • Pesquisador

Obras de Celso Gitahy: (8) obras disponíveis:

Midias (1)

Celso Gitahy – Série Cada Voz (2020)
Celso Gitahy nasce em uma família de artistas e, com a perda precoce do pai, seus materiais de trabalho e livros de referência acabam sendo herdados. A escolha pelo curso de artes na universidade não foi uma surpresa mas, o graffiti, sim.

Inspirado por um método que ultrapassa o uso de pincéis e sua rotina de higienização, Celso Gitahy encontra uma referência no grafiteiro e artista plástico Alex Vallauri.

Cansado do meio formal da arte, desiste de inscrever seus trabalhos em salões por volta dos anos 80 mas segue trabalhando com o estêncil e a pintura sobre papel. Pensando em sua trajetória artística, ele conta que o segredo é sempre se reinventar e evitar cair na zona de conforto.

ITAÚ CULTURAL
Presidente Alfredo Setubal
Diretor Eduardo Saron
Núcleo de Enciclopédia
Gerente: Tânia Rodrigues
Coordenação: Glaucy Tudda
Produção de conteúdo: Camila Nader
Núcleo de Audiovisual e Literatura
Gerente: Claudiney Ferreira
Coordenação: Kety Nassar
Produção audiovisual: Letícia Santos
Edição de conteúdo acessível: Richner Allan
Direção, edição e fotografia: Marcus Leoni
Montagem: Renata Willig
Interpretação de Libras: Florio & Fomin (terceirizada)

Exposições (38)

Artigo sobre Stencil-O-Rama

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioStencil-O-Rama: 28-11-2007  |  Data de término | 19-01-2008
Resumo do artigo Stencil-O-Rama:

Monica Filgueiras Galeria de Arte

Artigo sobre 400ml

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de início400ml: 28-10-2008  |  Data de término | 05-11-2008
Resumo do artigo 400ml:

Maison des Métallos

Artigo sobre Pet Machine

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioPet Machine: 15-09-2009  |  Data de término | 02-10-2009
Resumo do artigo Pet Machine:

Monica Filgueiras Galeria de Arte

Artigo sobre Cidades Impressas

Artigo da seção eventos
Temas do artigo: Artes visuais  
Data de inícioCidades Impressas: 07-05-2010  |  Data de término | 31-05-2010
Resumo do artigo Cidades Impressas:

Centro de Convenções e Eventos Victor Brecheret

Todas as exposições

Eventos relacionados (8)

Fontes de pesquisa (6)

  • BOMBLÔ. Celso Gitahy. Blog Bomblô. [S.l., s.d.]. Disponível em: https://blombo.com/artistas/celso-gitahy. Acesso em: 9 jun. 2020.
  • EM TRÂNSITO – A stencil art de Celso Gitahy. Centro Cultural São Paulo. São Paulo, 2017. Disponível em: http://centroculturalfiesp.com.br/evento/em-transito---a-stencil-art-de-celso-gitahy. Acesso em: 9 jun. 2020.
  • FERREIRA, Beth. Celso Gitahy pioneiro do estêncil no Brasil. Bitsmag. Artes. [S.l., s.d.]. Disponivel em: https://bitsmag.com.br/artes/celso-gitahy-pioneiro-do-estncil-no-brasil-expe-na-monica-filgueiras-em-setembro.html. Acesso em: 9 jun. 2020.
  • GITAHY, Celso Mendonça. Currículo do sistema currículo Lattes. [Brasília]. 23 nov. 2015. Disponível em: http://lattes.cnpq.br/2004696915770772. Acesso em: 9 jun. 2020.
  • GITAHY, Celso. [Currículo]. Enviado pelo artista em: 05 set. 2019.
  • JORNAL do Brasil. Exposição 'Em Trânsito – A Stencil Art de Celso Gitahy' é prorrogada. Jornal do Brasil. [S.l.], 2015. Acervo. Disponível em: https://www.jb.com.br/index.php?id=/acervo/materia.php&cd_matia=773194&dinamico=1&preview=1. Acesso em: 6 jun. 2020.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • CELSO Gitahy. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2020. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa342658/celso-gitahy>. Acesso em: 24 de Out. 2020. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7