Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Abgar Renault

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 10.04.2017
15.04.1901 Brasil / Minas Gerais / Barbacena
31.12.1995 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Abgar de Castro Araújo Renault (Barbacena, Minas Gerais, 1901 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1995). Escritor, poeta. Forma-se, em 1924, bacharel pela Faculdade de Direito de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Entre 1927 e 1930 é deputado estadual; e de 1930 a 1931 atua como secretário do ministro da Educação e Saúde, Francisco Campos. É chefe d...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Abgar de Castro Araújo Renault (Barbacena, Minas Gerais, 1901 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1995). Escritor, poeta. Forma-se, em 1924, bacharel pela Faculdade de Direito de Minas Gerais, em Belo Horizonte. Entre 1927 e 1930 é deputado estadual; e de 1930 a 1931 atua como secretário do ministro da Educação e Saúde, Francisco Campos. É chefe da Secretaria do Interior e Justiça de Minas Gerais no governo de Olegário Maciel, até 1933. Muda-se para o Rio de Janeiro em 1934, onde é professor do Colégio Pedro II e da Universidade do Brasil, atual Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ, além de assessor técnico do Departamento de Educação e Cultura do Distrito Federal, Rio de Janeiro. De 1940 a 1946 é diretor-geral do Departamento Nacional de Educação. Ocupa o posto de ministro da Educação e Cultura entre 1955 e 1956. Realiza vários trabalhos na Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura - Unesco e é membro do Conselho Federal de Educação. Seu primeiro livro de poesia Sofotulafai, escrito em 1951, é publicado em 1972; seguem-se os Sonetos AntigosA Lápide sob a Lua, ambos de 1968. A Outra Face da Lua, de 1983, e Obra Poética, de 1990. Renault pertence à terceira geração do modernismo, e expressa em sua poesia as inquietações políticas de seu tempo, como as provocadas pela Segunda Guerra Mundial, 1939-1945. Para Carlos Drummond de Andrade (1902 - 1987), "como os poetas e escritores conscientes da sua geração e do seu país, Abgar Renault sente que a sua poesia tem de sofrer a penetração da guerra e dos problemas espirituais e morais que a guerra suscita".

Fontes de pesquisa 2

Abrir módulo
  • ANDRADE, Carlos Drummond de. Pessimismo de Abgar Renault. In: ______. Confissões de Minas. In: ______. Poesia e prosa. 8a ed. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1992. p. 1340-1342.
  • RENAULT, Abgar. Obra poética. Rio de Janeiro: Record, 1990.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: