Artigo da seção pessoas Mario Pederneiras

Mario Pederneiras

Artigo da seção pessoas
Literatura  
Data de nascimento deMario Pederneiras: 02-11-1868 Local de nascimento: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro) | Data de morte 15-02-1915 Local de morte: (Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro)

Biografia

Mário Veloso Paranhos Pederneiras (Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1868 - Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1915). Estrea na imprensa por volta de 1878, quando colabora como o jornal estudantil O Imparcial, do Grêmio Literário Artur de Oliveira, no Rio de Janeiro RJ. Colabora ainda com a Gazeta de Notícias, Sans Dessous, O Tagarela e Novidades. Cursa o primeiro e o segundo ano da Faculdade de Direito, em 1888 e 1889, em São Paulo SP, mas não chega a conclui-la. Em 1900 publica Agonia, seu primeiro livro de poesia. Na década de 1910, trabalha na elaboração em prosa da revista teatral inédita Dona Bernarda e da comédia inédita O Dr. Mendes Camacho. Conquista o terceiro lugar no concurso para Príncipe dos Poetas Brasileiros, em 1913, no Rio de Janeiro. Sua obra poética inclui os livros Rondas Noturnas (1901), Histórias do meu Casal, 1904/1906 (1906) e Ao Léu do Sonho e à Mercê da Vida (1912), de estética simbolista. Segundo o crítico Péricles Eugênio da Silva Ramos (1919 - 1992), "um poeta houve entre os nossos simbolistas que se tornou, com o tempo, o cantor das alegrias da vida doméstica e também das tristezas que a assaltam: esse poeta do lar, da saudade da filha morta, da gratidão à esposa, das coisas humildes como as árvores da rua, a mangueira do quintal, o passeio público, etc., foi Mário Pederneiras".

Outras informações de Mario Pederneiras:

  • Outros nomes
    • Mário Veloso Paranhos Pederneiras
  • Habilidades
    • jornalista
    • Poeta

Fontes de pesquisa (5)

  • COUTINHO, Afrânio. Mário Pederneiras. In: A LITERATURA no Brasil. Org. Afrânio Coutinho. 2.ed. Rio de Janeiro: Ed. Sul Americana, 1969.
  • MOISÉS, Massaud. Mário Pederneiras. In: ___. História da literatura brasileira: simbolismo. São Paulo: Cultrix: EDUSP, 1985.
  • MURICY, Andrade. Mário Pederneiras. In: ___. Panorama do movimento simbolista brasileiro. 2.ed. Brasília: INL, 1973. v.1, p.365-381. (Literatura brasileira, 12).
  • PEDERNEIRAS, Mário. Poesia. Org. Rodrigo Octavio Filho. 2.ed. Rio de Janeiro: Agir, 1977. (Nossos clássicos, 29).
  • RAMOS, Péricles Eugênio da Silva. Mário Pederneiras. In: ___. Poesia simbolista: antologia. São Paulo: Melhoramentos, 1965.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • MARIO Pederneiras. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2021. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa3131/mario-pederneiras>. Acesso em: 07 de Mai. 2021. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7