Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Diego Belda

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 23.06.2015
1975 Brasil / São Paulo / São Paulo
Diego Belda (São Paulo, SP, 1975). Artista plástico e chef. Estuda artes plásticas na Fundação Armando Alvares Penteado (Faap) e participa do projeto Outdoor da Galeria Luisa Strina, em São Paulo, no ano de 1997. Forma-se em 1998 e estuda estética com o crítico de arte Felipe Chaimovich (1968) e técnicas de expressão bidimensionais com a artista...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Diego Belda (São Paulo, SP, 1975). Artista plástico e chef. Estuda artes plásticas na Fundação Armando Alvares Penteado (Faap) e participa do projeto Outdoor da Galeria Luisa Strina, em São Paulo, no ano de 1997. Forma-se em 1998 e estuda estética com o crítico de arte Felipe Chaimovich (1968) e técnicas de expressão bidimensionais com a artista plástica Dora Longo Bahia (1961) na Escola de Arte 3º Andar, além de estudar pintura com a artista plástica Leda Catunda (1961) no Museu Brasileiro de Escultura (Mube).

No ano de 2002, realiza exposições individuais na Galeria Regina Pinho de Almeida Escritório de Arte e no Centro Cultural São Paulo (CCSP) e ganha os prêmios Aquisição da Pinacoteca Municipal de São Paulo e Revelação de Artes Plásticas do Museu de Arte Contemporânea de Americana (MAC/Americana). Em 2004, participa da exposição coletiva Uma Viagem de 450 Anos, no Sesc Pompeia, em São Paulo. No mesmo ano, ganha o edital revelação do MAC/Campinas. Realiza a exposição Malagueta, Perus e Bacanaço, em 2007, na Galeria Virgilio. Em 2008, faz exposições individuais na Galeria Virgilio e no Paço das Artes. Também é proprietário e chef do Goya Bar, em São Paulo.

Comentário crítico
No trabalho do artista Diego Belda é possível encontrar inspirações literárias. Uma delas é o conto Malagueta, Perus e Bacanaço, do escritor João Antonio (1937-1986). A história narra a noite de três jogadores de sinuca. Homônimo do conto, o quadro realizado por Belda em 2005 é composto de feltro, fórmica e das cores das bolas de sinuca. Dois anos depois, elabora outros seis quadros feitos com esses elementos. As telas não são chapadas: têm tridimensionalidade e exibem o brilho do verniz das bolas e as retas que compõem a mesa do jogo saltando para fora, como esculturas postas na parede.

A crítica de arte Juliana Monachesi observa, na proposta de Belda, as semelhanças entre o fazer artístico e as estratégias de quem joga sinuca. Há “um rigor calculado, que exige pensar em termos de retas, planos e ângulos, cálculo que se mescla ao acaso e à malandragem”.1 A racionalidade do artista, que reflete diante de cada jogada, parece ser posta à prova nas telas What Matters Most is How Well You Walk Through the Fire e Betting on the Muse, originalmente títulos de poemas do escritor alemão Charles Bukowski (1920-1994). No caso desses trabalhos, Belda abre mão das retas meticulosamente calculadas e aplica em grandes telas resina combinada com catalisador. O efeito, imprevisível para o artista, gera surpresas. No lugar do cálculo e da racionalidade, há o “processo criativo descontrolado”,2 como afirma o jornalista Silas Martí.

Notas
1 MONACHESI, Juliana. Taco Virador (ou as virações de Diego Belda). Texto para catálogo da exposição Malagueta, Perus e Bacanaço, Galeria Virgilio, 2007.
2 MARTÍ, Silas. Bukowski inspira exposição no Paço. Folha de S.Paulo. São Paulo, 3 mar. 2008.

Exposições 25

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 3

Abrir módulo
  • DIEGO Belda e Marcus Vinicius. Curadoria Guy Amado. São Paulo: Espaço Artenexo, 2003.
  • GALERIA VIRGILIO. Malagueta, Perus e Bacanaço: de 07 dez. 2007 a 15 fev. 2008, Galeria Virgilio, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.galeriavirgilio.com.br/exposicoes/0712.html >. Acesso em: 05 jun. 2016.
  • MARTÍ, Silas. Bukowski inspira exposição no Paço. Folha de S.Paulo. São Paulo, 3 mar. 2008.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: