Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

B. Lopes

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 24.10.2021
15.01.1859 Brasil / Rio de Janeiro / Rio Bonito
1916 Brasil / Rio de Janeiro / Rio de Janeiro
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel

Brazões, 1895
B. Lopes

Bernardino da Costa Lopes (Freguesia da Boa Esperança, Rio Bonito, Rio de Janeiro, 1859 - idem, 1916). Poeta. Faz os estudos preparatórios em Santana de Macacu, Japuíba RJ, em 1874. Seu primeiro livro de poesia, Cromos, é publicado em 1881. Seguem-se a essa publicação Dona Carmen (1894), Pizzicatos (1886), Brasões (1895), Sinhá Flor (1899), Val ...

Texto

Abrir módulo

Bernardino da Costa Lopes (Freguesia da Boa Esperança, Rio Bonito, Rio de Janeiro, 1859 - idem, 1916). Poeta. Faz os estudos preparatórios em Santana de Macacu, Japuíba RJ, em 1874. Seu primeiro livro de poesia, Cromos, é publicado em 1881. Seguem-se a essa publicação Dona Carmen (1894), Pizzicatos (1886), Brasões (1895), Sinhá Flor (1899), Val de Lírios (1900), Helenos (1901) e Plumário (1905). O poeta presta concurso, em 1796, para os Correios, e foi contemplado. Trabalha também como colaborador nos periódicos cariocas Tribuna Popular e Novidades, em 1891. Poeta parnasiano, B. Lopes é, segundo o crítico Agrippino Grieco, "um dos nossos melhores poetas e o mais característico do seu tempo. Para Grieco, o poeta "permaneceu o amigo das feminilidades elegantes, o intérprete dos mundanismos de alcova, o cantor das 'fanfreluches' romanescas".

Obras 1

Abrir módulo
Coleção Brasiliana Itaú / Reprodução Fotográfica Horst Merkel

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: