Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Denise Agassi

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 26.12.2016
1975
Denise Agassi (São Paulo, São Paulo, 1975). Artista e pesquisadora. Em 2001, gradua-se em Artes Visuais pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), em São Paulo. Desde 2005, concentra sua pesquisa sobre a produção e a distribuição da imagem na contemporaneidade.

Texto

Abrir módulo

Biografia
Denise Agassi (São Paulo, São Paulo, 1975). Artista e pesquisadora. Em 2001, gradua-se em Artes Visuais pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), em São Paulo. Desde 2005, concentra sua pesquisa sobre a produção e a distribuição da imagem na contemporaneidade.

De 2007 a 2012, prepara o mestrado e participa como vice-líder do grupo de pesquisas arte&meios tecnológicos, com Christine Mello (1966) e Paula Garcia (1975), na Faculdade Santa Marcelina. No mesmo período, integra o coletivo de mapeamento urbano colaborativo chamado LAT-23. Esse projeto registra depoimentos, reais ou fictícios, sobre a rua Augusta, em São Paulo. Em 2010, participa do Programa de Residência LabMIS, no Museu da Imagem e do Som, em São Paulo. No mesmo ano, o grupo LAT-23 é premiado na categoria webdocumentário no programa Rumos Itaú Cultural. Em 2014, a artista atua como residente na curadoria da mostra Performatividade e Memória, no Paço das Artes, em São Paulo, e integra a exposição Multitude, no Sesc Pompéia. Em 2015, apresenta os trabalhos Agência Viagem-Arquivo e Eso No Es un Museo, no Centro Cultural São Paulo (CCSP), e Chococharla – 900 Minutos de Conexões Transurbanas, na Escola da Cidade São Paulo e na Escuela Técnica Superior de Arquitectura, em Madrid.

Análise
A partir da apropriação e recontextualização, Denise Agassi explora os limites de busca e compartilhamento de imagens na internet, tocando em questões como representação, arquivo e memória. Desde o início de seu trabalho, a artista demonstra interesse por arquivos de imagem. Com o aparecimento da internet 2.0, redireciona suas obras para o maior arquivo de imagens disponível: a internet.

A partir de 2005, a pesquisa concentra-se na maneira pela qual memórias de representação coletiva e individual são produzidas e distribuídas em meios digitais. Interessa à artista entender como dar conta de tantas imagens produzidas nos tempos atuais e entregá-las ao mundo da ressignificação e da geração de novas conexões. Denise investiga também a repetição de temas, e transforma-os em instrumento de reflexão sobre o cotidiano. Para a artista, o homem retém e repete questões no mundo virtual para forjar para si a preservação do tempo e do espaço.

Os trabalhos de Denise lidam com o limiar da ilusão: mesclam fotografias, vídeos e sons. Vista On Vista Off ( 2010), comissionado pelo Programa de Residência Artística LabMIS, é premiado em 2012, no Festival arte.mov, na categoria Mídias Locativas. Trata-se de uma instalação interativa, que se estrutura a partir de computador, projetor, bússola digital, internet, arduino [1] e um suporte de madeira rotativo. O trabalho é uma representação digital, construída, exibida e acionada pelo público, de modo analógico. A obra localiza vídeos online, e a bússola digital pré-seleciona tags em diversos idiomas. Essas palavras-chave referem-se a tipos de vista (panorâmica, aérea etc.) e estão associadas a lugares apontados pelo dispositivo. Essas informações são cruzadas quando o público rotaciona o aparato, que indica uma direção por meio da bússola digital. Com essa indicação, inicia-se a projeção de diversos vídeos, que se alteram e multiplicam os pontos de vista sobre cada lugar. Essa sucessão de planos formam um panorama do mundo – para além do espaço físico da obra, questionando os limites das imagens e de suas sinapses.

Notas
[1] Plataforma de prototipagem eletrônica, de código aberto, que permite aos utilizadores criar objetos eletrônicos interativos.

Exposições 6

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: