Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Mariano Klautau Filho

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
28.02.1964 Brasil / Pará / Belém

Noturno 2, 1998
Mariano Klautau Filho
Fotografia p&b

José Mariano Klautau de Araújo Filho (Belém PA 1964). Fotógrafo, professor. Em 1982, torna-se membro da Associação Fotoativa, em Belém. Forma-se em comunicação social pela Universidade Federal do Pará - UFPA em 1987. Participa ativamente da Semana Nacional de Fotografia, Belém, em 1985; Ouro Preto, em 1987; e Rio de Janeiro, em 1988. Nesse ano r...

Texto

Abrir módulo

Biografia
José Mariano Klautau de Araújo Filho (Belém PA 1964). Fotógrafo, professor. Em 1982, torna-se membro da Associação Fotoativa, em Belém. Forma-se em comunicação social pela Universidade Federal do Pará - UFPA em 1987. Participa ativamente da Semana Nacional de Fotografia, Belém, em 1985; Ouro Preto, em 1987; e Rio de Janeiro, em 1988. Nesse ano realiza também a primeira exposição individual, Paisagens da Janela, na Galeria Ângelus, em Belém. Desde 1993, integra o grupo Caixa de Pandora - Núcleo de Imagens e, com os artistas plásticos Cláudia Leão (1967) e Orlando Maneschy (1968), desenvolve trabalhos de registro do patrimônio histórico de Belém e realiza investigações semióticas. Em 1998, muda-se para São Paulo e faz o curso História da Fotografia no Brasil, ministrado por Rubens Fernandes Júnior, no Instituto Moreira Salles - IMS. Em 2000, conclui o mestrado em comunicação e semiótica, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP, com a dissertação Para ter onde ir - a transformação da imagem e o movimento da palavra na poesia de Max Martins, orientado por Cecília Almeida Salles, e torna-se professor de fotografia da Universidade da Amazônia - Unama e do Instituto de Ensino Superior da Amazônia - Iesam. Em 2001, ganha o grande prêmio de fotografia no Arte Pará, e, no ano seguinte, coordena o projeto de publicação e acervo Fotografia Contemporânea Paraense - Panorama 80/90, selecionado pelo Programa Petrobras Artes Visuais. A partir de 2002, organiza o Colóquio Fotografia e Imagem, realizado pelo Instituto de Artes do Pará e Associação Fotoativa. Em 2006, é selecionado para a Bienal de Havana.

Comentário Crítico
O desencantamento em torno do crescimento urbano é trabalhado pelas fotografias de Mariano Klautau Filho, que desfruta, com sua câmera, o prazer de perambular sozinho à noite pela metrópole. No ensaio Sincronicidades, 1998, luzes, prédios, anúncios publicitários, automóveis, vitrines compõem o cenário de uma cidade qualquer, cuja identidade foi perdida no processo de desenvolvimento. As imagens são acompanhadas por um texto. Como em uma seqüência cinematográfica, é construída uma narrativa ficcional. O interesse por temas relacionados à paisagem urbana é uma constante na obra de Klautau Filho.

A referência ao cinema e à pintura é retomada em trabalhos posteriores, como em Matéria-Memória, 2002. São dípticos coloridos compostos de diferentes paisagens que dialogam com cenas de filmes e com as pinturas de Edward Hopper (1882 - 1967). Paisagens da Janela, 1988, é um ensaio fotográfico em preto-e-branco, cujo foco se volta para os interiores de casas antigas abandonadas. Em cada imagem, espaços vazios revelam memórias perdidas.

Em trabalhos recentes, surgem desdobramentos de Paisagens da Janela. Agora em cores, Klautau Filho cria a instalação Entre, selecionada, em 2006, para a 9ª Bienal de Havana. O trabalho é realizado em Belém, e pensado com base em uma pequena casa, de aproximadamente 4 x 6 metros, com janelas nas laterais e uma porta, ao fundo, que se abre para o rio. O artista explora as possibilidades do lugar, que funciona como uma espécie de mirante para a contemplação da cidade.

Obras 1

Abrir módulo

Exposições 64

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo
  • KLAUTAU FILHO, Mariano. Sincronicidades. Texto Rubens Fernandes Júnior. São Paulo: [s.n.], 1998. [20] p., il. p&b.
  • KLAUTAU FILHO, Mariano. Sincronicidades. Texto Rubens Fernandes Júnior; produção executiva Laís Zumero, Mariano Klautau Filho, Cláudio de La Rocque Leal; direção de arte Mariano Klautau Filho; projeto gráfico Orlando Maneschy. São Paulo: [s.n.], 1998. [20] p., il. p&b. K632 1998
  • PEREGRINO, Nadja (coord.). Fotografia contemporânea do Pará: Novas visões. Curadoria Paulo Máttar. Rio de Janeiro: EdUFF, 1997.
  • PEREGRINO, Nadja (coord.). Fotografia contemporânea do Pará: Novas visões. Curadoria Paulo Máttar. Rio de Janeiro: EdUFF, 1997. RJfunarte 1997/f

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: