Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Vilma Sonaglio

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 20.06.2017
10.04.1964 Brasil / Rio Grande do Sul / Bento Gonçalves

Série Impressões de Trânsitos - 3° Grupo, 1997
Vilma Sonaglio
Fotografia p&b

Vilma Sonaglio (Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, 1964). Fotógrafa. É mestre em artes visuais pela UFRGS. A fotografia, em sua obra, é utilizada como fixação de formas transitórias ou informais. Seu olhar vai ao encontro de reflexões de luz sobre superfícies, e estas ecoam na fotografia mantendo a impressão de que dependem também do olhar do o...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Vilma Sonaglio (Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul, 1964). Fotógrafa. É mestre em artes visuais pela UFRGS. A fotografia, em sua obra, é utilizada como fixação de formas transitórias ou informais. Seu olhar vai ao encontro de reflexões de luz sobre superfícies, e estas ecoam na fotografia mantendo a impressão de que dependem também do olhar do observador para que não desapareçam num instante próximo. Recebe o Prêmio Brasília de Artes Visuais, no MAB/DF, Brasília, em 1998.

Análise

Na obra de Vilma Sonaglio, a fotografia é utilizada como fixação de formas transitórias. Em 1997, ela executa a série Impressões de Trânsitos, em que enquadra a visualidade fugaz das ruas. As projeções das imagens da cidade sobre as poças de chuva e outras superfícies resultam em texturas abstratas, ou composições onde formas humanas aparecem casualmente. Em seguida, Sonaglio produz o conjunto Transeuntes (1998), que capta seres urbanos transitando apressadamente. Segundo a crítica Maria do Carmo Curtis, questões como impessoalidade, cotidiano, fugacidade, falta de tempo e de espaço, estão presentes no trabalho de Sonaglio. O registro visual que a artista faz das figuras humanas caracteriza-se pela sugestão da forma, concretizada por forte intensidade de luz contra um fundo propositalmente preto. A intenção, nestas fotos, não é flagrar cada indivíduo, mas delatar seu anonimato. Ainda segundo Curtis, na obra de Sonaglio, a impressão fotográfica possui uma função ambivalente: pode gerar identificação, por meio de sua capacidade de correspondência com o visível, mas também pode criar dificuldades na semelhança, por meio de recursos técnicos. É assim que fotografias como as da série Altares (2000) falam das impossibilidades da fotografia como recurso de apreensão da realidade. Essas imagens evitam mostrar o riso, a pose, o artifício da felicidade instantânea, assemelhando-se mais a sombras e fantasmas, numa espécie de anti-retrato de formas vacilantes.

Obras 1

Abrir módulo

Exposições 15

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 7

Abrir módulo
  • ALGO noir. Texto Neiva Maria Fonseca Bohns. Porto Alegre: Galeria Chaves, 2000. 15 p., il. p&b color.
  • APRESSA-TE. Apresentação Ana Albani de Carvalho. Porto Alegre: Instituto de Artes da UFRGS, 1999. folha dobrada, il p.b.
  • MAPEAMENTO nacional da produção emergente [1999/2000]: artes visuais. Curadoria Angélica de Moraes, Fernando Cocchiarale, Vitória Daniela Bousso. São Paulo: Itaú Cultural: Imprensa Oficial do Estado de São Paulo: Unesp, 2000. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais).
  • PANORAMA de Arte Brasileira 1999. Curadoria Tadeu Chiarelli; versão em inglês Izabel Murat Burbridge. São Paulo: MAM, 1999.
  • PROJETO Novos Talentos 1998. Porto Alegre: IEAVI, 1998. 16 p.
  • ROSA, Renato; PRESSER, Décio. Dicionário de artes plásticas no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: UFRGS, 1997. R700.98165 R7887d
  • RUMOS ITAÚ CULTURAL ARTES VISUAIS. O Olhar em movimento. Apresentação Ricardo Ribenboim; texto Sérgio Vieira Cardoso. São Paulo: Itaú Cultural, 2000. [18] p., il. p&b color. (Rumos Itaú Cultural Artes Visuais).

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: