Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.



Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Romero Britto

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 10.08.2016
06.10.1963 Brasil / Pernambuco / Recife
Romero Francisco da Silva Brito (Recife, Pernambuco, 1963). Começa a pintar aos 8 anos e aos 14 participa de exposição em Brasília e vende seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos (OEA). Inicia o curso de direito na Universidade Católica de Pernambuco, em 1980, mas suspende os estudos para viajar a Miami, Estados Unidos, onde faz...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Romero Francisco da Silva Brito (Recife, Pernambuco, 1963). Começa a pintar aos 8 anos e aos 14 participa de exposição em Brasília e vende seu primeiro quadro à Organização dos Estados Americanos (OEA). Inicia o curso de direito na Universidade Católica de Pernambuco, em 1980, mas suspende os estudos para viajar a Miami, Estados Unidos, onde faz trabalhos informais e deixa suas obras em galerias. Em 1989, é convidado a participar de campanha publicitária da vodka Absolut, cujas embalagens contam com reproduções de obras de artistas, como os estadunidenses Andy Warhol (1928-1987) e Roy Lichtenstein (1923-1997). Um ano depois, abre a Britto Central, empresa que comercializa produtos estampados com reproduções de seus quadros. Nos anos 1990 e 2000 seu trabalho é exposto em diversas mostras na Flórida, Estados Unidos, e em exposições europeias como a Bienal Internacional de Arte Contemporânea em Florença (2005), Itália, e na feira Arte Basel (2006), Suíça. Ao mesmo tempo, assina desenhos de diversas campanhas publicitárias da Pepsi e da Disney. Também realiza retratos de famosos, como o do cantor Michael Jackson (1958-2009) e o da princesa inglesa Diana Frances Spencer (1961-1997). Em 2005, recebe do então governador da Flórida, Jeb Bush (1953), o título simbólico de Embaixador das Artes na Flórida, Estados Unidos. Em 2010, lança o livro Happy pela Universe Publishing. Possui mais de cinco mil obras espalhadas por 400 países. Sua galeria de arte, localizada em São Paulo, é dirigida por sua irmã, Roberta Britto.

Análise da Trajetória
No trabalho de Romero Britto é possível encontrar multiplicidade de cores, com predomínio das primárias, e traços pretos e grossos. Britto realiza retratos de personalidades, como da cantora inglesa Madonna (1958) e do monge budista Dalai Lama (1935). Entrecortadas, as personagens são compostas por diversas padronagens, que também preenchem o fundo das telas. As formas geométricas e os traços que atravessam os rostos lembram pinturas do cubismo, como as de retratos do pintor espanhol Pablo Picasso (1881-1973). A desproporcionalidade dos rostos e corpos de Picasso não se mantém no desenho de Britto. Nesse aspecto, há mais proximidade com obras de grafite, como as do artista estadunidense Keith Haring (1958-1990). A semelhança com o grafite também está nas obras de grandes proporções feitas para as ruas, como o painel de 50m2 instalado em Poá, grande São Paulo, em 2015. Além dos retratos e painéis, Britto dedica-se aos produtos de sua marca, pensados para a reprodução em larga escala. Esse trabalho se repete nas parcerias realizadas com marcas populares, para as quais projeta desenhos das embalagens. Trabalha também com marcas como a britânica Bentley, de automóveis de luxo.

Exposições 8

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 4

Abrir módulo

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: