Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Rosali Plentz

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.04.2022
1958 Brasil / Rio Grande do Sul / Erechim
Rosali Maria Schumacher Plentz (Erechim, Rio Grande do Sul, 1958). Pintora, desenhista, ceramista. Licencia-se em educação artística pela Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, em 1976. A partir de então freqüenta diversos cursos relacionados a suas atividades artísticas, como pintura, desenho, aquarela, história da arte, e litografia...

Texto

Abrir módulo

Rosali Maria Schumacher Plentz (Erechim, Rio Grande do Sul, 1958). Pintora, desenhista, ceramista. Licencia-se em educação artística pela Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul, em 1976. A partir de então freqüenta diversos cursos relacionados a suas atividades artísticas, como pintura, desenho, aquarela, história da arte, e litografia. De 1979 a 1990 ministra aulas de educação artística no ensino oficial de primeiro e segundo graus de Caxias do Sul. Entre 1981 e 1987 realiza cursos de desenho e pintura no Atelier Livre da Universidade de Caxias do Sul. Em 1989 é fundado o Navi (Núcleo de Artes Visuais de Caxias do Sul), do qual é sócia fundadora e membro da diretoria. Em 1991 torna-se membro do Conselho Consultivo do Instituto de Artes Visuais do Rio Grande do Sul. Nesse mesmo período é secretária da Associação Francisco Lisboa de Caxias do Sul e secretária do Navi. Em 1992 muda-se para Campinas, São Paulo, onde envolve-se com a cena artística local, participando de diversas mostras coletivas e realizando exposições individuais. Entre 1992 e 1993 é professora do curso de aquarela no Museu de Arte Contemporânea José Pancetti (MACC). Em 1994 é responsável pela criação e coordenação da Escola Galeria Aquarela Atelier, na mesma cidade, onde também é professora de pintura. Entre 1996 e 1997 reside em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Em 1998 volta para Campinas, São Paulo.

Exposições 24

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 3

Abrir módulo
  • ARTE gaúcha contemporânea. Texto de Gaudêncio Fidelis. Porto Alegre: Casa de Cultura Mário Quintana, Instituto Estadual de Artes Visuais, 1991.
  • MUSEU de Arte Contemporânea inaugura Placentária com obras de 50 mulheres artistas. Secretaria de estado da Cultura do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 18 jun. 2018. Disponível em: https://cultura.rs.gov.br/museu-de-arte-contemporanea-inaugura-placentaria-com-obras-de-50-mulheres-artistas. Acesso em: 07 abr. 2022.
  • SALÃO DE ARTE CONTEMPORÂNEA DE PIRACICABA, 32., 2000, Piracicaba, SP. 32º Salão de Arte Contemporânea de Piracicaba. Piracicaba: Prefeitura do Município de Piracicaba, 2000.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: