Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Vinet

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
09.09.1817 França / Ile de France / Paris
14.03.1876 Brasil / Rio de Janeiro / Niterói
Reprodução fotográfica Pedro Oswaldo Cruz

Igreja da Glória Vista de Santa Teresa, 1875
Vinet
Óleo sobre tela, c.i.e.
68,00 cm x 46,00 cm

Henri Nicolas Vinet (Paris, França 1817 - Niterói RJ 1876). Pintor e desenhista. São escassas as informações acerca do período em que reside na França. Aproxima-se dos artistas da École de Barbizon [Escola de Barbizon], os quais pintam paisagens distantes da tradição neoclássica, realizando estudos ao ar livre. Em 1841, participa do Salão de Par...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Henri Nicolas Vinet (Paris, França 1817 - Niterói RJ 1876). Pintor e desenhista. São escassas as informações acerca do período em que reside na França. Aproxima-se dos artistas da École de Barbizon [Escola de Barbizon], os quais pintam paisagens distantes da tradição neoclássica, realizando estudos ao ar livre. Em 1841, participa do Salão de Paris, com o quadro Vista da Floresta de Fontainebleau em uma Manhã de Outubro. Expõe nesse salão até 1867, época em que já reside no Brasil. Segundo vários historiadores brasileiros, Vinet estuda pintura de paisagem com Jean-Baptiste Camile Corot (1791 - 1875). Não são conhecidas as circunstâncias que motivam sua viagem ao Brasil, em 1856, quando reside no Rio de Janeiro. Na década de 1860, realiza paisagens locais, dentre as quais se destacam vistas de Santa Teresa, Laranjeiras e praias de Niterói, e, em constantes excursões ao interior do Rio de Janeiro, pinta paisagens de Friburgo. Entre o fim da década de 1860 e início da seguinte leciona pintura em ateliê particular juntamente com Bauch (1828 - ca.1890). Participa de várias Exposições Gerais de Belas Artes da Academia Imperial de Belas Artes - Aiba, entre 1859 e 1876, e recebe medalhas de prata, em 1862, de ouro, em 1864, e o Hábito da Ordem da Rosa, em 1865. Muda-se para Niterói em 1872. Por seus estudos ao ar livre, é considerado um precursor do Grupo Grimm, formado em Niterói em meados da década de 1880.

Comentário crítico
O pintor Vinet vem ao Brasil em 1856, após ter estudado na França com o paisagista francês Jean-Baptiste Corot (1791 - 1875). No Rio de Janeiro, desenvolve uma considerável obra paisagística, representando os arredores da cidade, como nas telas Cena da Floresta da Tijuca, s.d., Paisagem dos Arredores do Rio, 1874 e Vista da Baía do Rio de Janeiro tomada da Praia de Icaraí em Niterói , 1872. O artista realiza inicialmente estudos ao ar livre, esboçando os pontos mais interessantes da paisagem. Nessas pinturas, com pinceladas soltas, registra a natureza de maneira objetiva, para, em seguida, reelaborar a composição em seu ateliê.

Vinet participa de diversas Exposições Gerais de Belas Artes, obtendo sucesso principalmente pelo estudo cuidadoso da natureza, a qual procura fixar em todos os detalhes. Em 1865, o imperador dom Pedro II (1825 - 1891) o agracia com o título de Cavaleiro da Imperial Ordem do Rosa. Por volta de 1866, Vinet funda com Bauch (1828 - ca.1890) um curso de pintura, que dura até 1872 e conta com muitos alunos.

Obras 18

Abrir módulo

Exposições 49

Abrir módulo

Feiras de arte 1

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 17

Abrir módulo
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979.
  • BELLUZZO, Ana Maria de Moraes. O Brasil dos viajantes: A construção da paisagem. São Paulo: Metalivros; Salvador: Fundação Emílio Odebrecht, 1994. v.3.
  • BOGHICI, Jean (org.). Missão Artística Francesa e pintores viajantes: França-Brasil no século XIX. Rio de Janeiro: Instituto Cultural Brasil-França, 1990.
  • CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • EXPOSIÇÃO de inauguração. Curadoria Marco Elizio de Paiva. Belo Horizonte: Galeria Brasiliana, 1997. 16 p. il. color.
  • FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983.
  • FUNDAÇÃO MARIA LUISA E OSCAR AMERICANO (SÃO PAULO, SP). Brasil século XIX: uma exuberante natureza. Curadoria Carlos Martins; versão Oficina da Palavra. São Paulo: Fundação Maria Luisa e Oscar Americano, 1998. folha dobrada, il. (coleção brasiliana).
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • LEVY, Carlos Roberto Maciel. Vinet: um paisagista francês no Brasil do século XIX. Artedata, 1995-2006. Disponível em: [http://www.artedata.com/crml/crml0011.htm]. Acesso em: 31 ago. 2006.
  • MARTINS, Carlos (org.). Revelando um acervo: coleção brasiliana. São Paulo: BEI Comunicação, 2000. (Brasiliana).
  • MOSTRA DO REDESCOBRIMENTO, 2000, São Paulo, SP. O olhar distante. Curadoria Jean Galard, Pedro Corrêa do Lago; assistência de curadoria Mariana Cordiviola; tradução Alain François, Contador Borges, Tina Delia, John Norman, Eduardo Hardman. São Paulo: Fundação Bienal de São Paulo: Associação Brasil 500 anos Artes Visuais, 2000.
  • O BRASIL dos viajantes. São Paulo: Museu de Arte de São Paulo (Masp), 20 de out. a 18 de dez. 1994.
  • O BRASIL pintado por mestres nacionais e estrangeiros: séculos XVII-XX. Texto Luiz Marques. São Paulo: MASP, 1987. 63 p., il. color.
  • VISÕES do Rio na coleção Geyer. Curadoria Maria de Lourdes Parreiras Horta; assistência de curadoria Maria Inez Turazzi, Maurício Vicente Ferreira Junior; versão em inglês Barry Neves, Cristina Baum, Rebecca Atkinson. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 2000.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: