Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

José Joaquim Viegas de Menezes

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
1778 Brasil / Minas Gerais / Ouro Preto
01.07.1841 Brasil / Minas Gerais / Ouro Preto

Prospecto da chácara da casa de residência episcopal, 1809
José Joaquim Viegas de Menezes
Aquarela sobre papel
53,30 cm x 31,20 cm

José Joaquim Viegas de Menezes (Ouro Preto MG 1778 - idem 1841). Gravador, pintor e ceramista. Durante os anos de 1797 a 1802, reside em Lisboa (Portugal) a fim de concluir sua ordenação sacerdotal e estudar prática e teoria da gravura na Régia Oficina Tipográfica, Calcográfica, Tipoplástica e Literária. Em 1801, publica a tradução do Tratado, d...

Texto

Abrir módulo

Biografia

José Joaquim Viegas de Menezes (Ouro Preto MG 1778 - idem 1841). Gravador, pintor e ceramista. Durante os anos de 1797 a 1802, reside em Lisboa (Portugal) a fim de concluir sua ordenação sacerdotal e estudar prática e teoria da gravura na Régia Oficina Tipográfica, Calcográfica, Tipoplástica e Literária. Em 1801, publica a tradução do Tratado, de Abraham Bosse e, no mesmo ano, ordena-se sacerdote. No ano seguinte, faz estágio na fábrica de louças de Benfica, em Portugal. De volta a Ouro Preto (Minas Gerais), pinta vários quadros a óleo e retoca os painéis da sacristia da Igreja da Ordem Terceira de São Francisco. Em 1807, ilustra com gravuras um poema de Diogo Pereira Ribeiro de Vasconcelos. Provavelmente entre 1809 e 1820, realiza os prospectos existentes no Museu Arquidiocesano (antiga Casa Capitular), em Mariana (Minas Gerais), retratos a óleo e o painel Ecce Homo, atribuído a ele por Pallière, hoje desaparecido. Em 1810, trabalha na indústria de cerâmica na chácara do Saramenha e, em 1824, funda uma oficina tipográfica e imprime o primeiro jornal de Minas Gerais A Abelha do Itacolomi. Entre 1817 e 1825, é capelão militar no Rio de Janeiro e no Rio Grande do Sul.

Obras 2

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 3

Abrir módulo
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • MARTINS, Judith. Dicionário de artistas e artífices dos séculos XVIII e XIX em Minas Gerais. Rio de Janeiro: Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 1974. 2v. 335p. (Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, 27).
  • SANTOS, Francisco Marques dos. José Joaquim Viegas de Menezes. Rio de Janeiro: Ministério da Educação e Saúde, n. 2, p. 229-239, 1938.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: