Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Krumholz

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
07.05.1810
12.01.1878 Suíça / a definir / Berna
Reprodução fotográfica Rômulo Fialdini

Retrato da Condessa de Iguaçu, 1852
Krumholz
Óleo sobre tela, c.i.e.
90,00 cm x 116,00 cm

Ferdinand Krumholz (Hof - atual Dvorce, Morávia - atual República Tcheca 1810 - Berna, Suíça 1878). Pintor. Inicia a formação artística na Academia de Belas Artes de Viena e continua os estudos na Academia de Belas Artes de Veneza, Itália. No começo da década de 1830, visita Nápoles e Roma. Permanece em Paris, entre 1834 e 1845, realizando muito...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Ferdinand Krumholz (Hof - atual Dvorce, Morávia - atual República Tcheca 1810 - Berna, Suíça 1878). Pintor. Inicia a formação artística na Academia de Belas Artes de Viena e continua os estudos na Academia de Belas Artes de Veneza, Itália. No começo da década de 1830, visita Nápoles e Roma. Permanece em Paris, entre 1834 e 1845, realizando muitos retratos. Freqüenta cursos de pintura na Academia de Belas Artes e participa dos Salões de Paris. Torna-se protegido da duquesa de Nemours e do duque de Coburgo e retrata, a partir de então, diversas personalidades da aristocracia francesa. Recomendado como pintor à corte portuguesa, em 1844, fixa residência em Lisboa. Pinta, entre outros, os retratos da rainha Maria da Glória I e de seu marido, o príncipe Ferdinando da Saxônia. É nomeado membro da Academia Portuguesa e Cavaleiro da Ordem de Cristo. Em 1848, transfere-se para o Rio de Janeiro, onde se torna o principal retratista da corte e membro honorário da Academia Imperial de Belas Artes - Aiba. Em 1849, participa da 10ª Exposição Geral de Belas Artes, e recebe o título de Cavaleiro da Imperial Ordem da Rosa.

Comentário Crítico
O pintor Krumholz é um dos principais retratistas em atividade no Rio de Janeiro na segunda metade do século XIX. Inicia a formação artística na Akademie der bildenden Künste Wien [Academia de Belas Artes de Viena] e, posteriormente, continua seus estudos na Itália. O artista vive entre 1834 e 1845 em Paris, onde pinta muitos retratos. Participa freqüentemente dos Salões de Paris. Torna-se protegido da duquesa de Nemours e do duque de Coburgo e pinta, a partir de então, diversas personalidades da nobreza francesa.

Recomendado como pintor à corte portuguesa, em 1844, fixa residencia em Lisboa e retrata, entre outros, a rainha Maria da Glória I e seu marido, o príncipe Ferdinando da Saxônia. Em 1848, transfere-se para o Rio de Janeiro, onde se torna o principal retratista da corte e membro honorário da Academia Imperial de Belas Artes - Aiba.

O historiador da arte Luciano Migliaccio ressalta que o artista introduz na pintura da época uma caracterização psicológica e moral mais íntima, produzindo obras que não raramente se situam entre o universo oficial e familiar. Para o crítico de arte Gonzaga Duque (1863 - 1911), o retrato que Krumholz faz do pintor Porto Alegre (1806 - 1879), em 1848, é uma das obras que contribui para o seu sucesso no Brasil: "estilo de mestre, desenho que pode ser taxado rigoroso ou irrepreensível, colorido claro e exato, e expressão admirável pela naturalidade, fazem desse retrato obra de inestimável valor".

Após cinco anos de permanência no Brasil, Krumholz retorna a Alemanha em 1853. O artista realiza em seguida uma viagem para a Índia, onde produz diversas marinhas e pinturas relativas à vida cotidiana em Bombaim e Calcutá. Em 1858, fixa residência em Paris, onde prossegue em sua atividade como retratista.

Obras 5

Abrir módulo

Exposições 16

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 22

Abrir módulo
  • ACQUARONE, Francisco; VIEIRA, Adão de Queiroz. Primores da pintura no Brasil. 2.ed. [Rio de Janeiro]: [s.n.], 1942. [170] p., v. 2. LIV-G 759.981 A186p 2.ed. v.1
  • ACQUARONE, Francisco; VIEIRA, Adão de Queiroz. Primores da pintura no Brasil. 2.ed. [Rio de Janeiro]: [s.n.], 1942. v. 1. LIV-G 759.981 A186p 2.ed. v.1
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979.
  • ARTE no Brasil. São Paulo: Abril Cultural, 1979. 709.81 A163ar v.1
  • BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942.
  • BRAGA, Theodoro. Artistas pintores no Brasil. São Paulo: São Paulo Editora, 1942. R703.0981 B813a
  • CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983.
  • CAMPOFIORITO, Quirino. História da pintura brasileira no século XIX. Rio de Janeiro: Pinakotheke, 1983. 759.981034 C198hi
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5). R703.0981 C376d v.2 pt. 1
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5). R703.0981 C376d v.2 pt. 2
  • FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983.
  • FREIRE, Laudelino. Um século de pintura: apontamentos para a história da pintura no Brasil de 1816-1916. Rio de Janeiro: Fontana, 1983. 759.981034 F866u
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989. R703.0981 P818d
  • PATERNOSTRO, Zuzana. Ferdinand Krumholz e suas pinturas no MNBA. Boletim do Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, v.4,n.11-12, maio/dez. 1985, . P16/11-12/85
  • PATERNOSTRO, Zuzana. Ferdinand Krumholz e suas pinturas no MNBA. Boletim do Museu Nacional de Belas Artes, Rio de janeiro, v. 4, n. 11-12, maio/dez. 1985.
  • PATERNOSTRO, Zuzana. Novas achegas sobre obras de Ferdinand Krumholz. Boletim do Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, ano 6, n. 16/17/18, jan./dez. 1987. P16/16-18/87
  • PATERNOSTRO, Zuzana. Novas achegas sobre obras de Ferdinand Krumholz. Boletim do Museu Nacional de Belas Artes, Rio de Janeiro, v. 6, n. 16-18, jan. /dez. 1987.
  • PINACOTECA do Estado de São Paulo. A arte e seus processos: o papel como suporte. São Paulo: Pinacoteca do Estado, 1978.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1. 709.81 H673 v.1
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1. 709.81 H673 v.2

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: