Artigo da seção pessoas Bernardo Krasniansky

Bernardo Krasniansky

Artigo da seção pessoas
Artes visuais  
Data de nascimento deBernardo Krasniansky: 08-10-1951 Local de nascimento: (Paraguai / Assunção)
Imagem representativa do artigo

Série Páginas de Livros , 1999 , Bernardo Krasniansky
Reprodução do Artista

Bernardo Miguel Krasniansky Adler (Assunção, Paraguai, 1951). Pintor, desenhista e gravador. No início de 1960, inicia a formação artística sob orientação de Lívio Abramo (1903-1992) e Leonor Cecotto (1920-1982), em Assunção, Paraguai. Aprimora-se com João Rossi (1923-2000), em São Paulo. Em 1966, recebe menção honrosa no 1º Prêmio Internacional Tayi, na galeria de mesmo nome, em Assunção. Em 1968, participa da 1ª Bienal de Medellín, no Museu de Antioquia, Colômbia, e, no ano seguinte, da 10ª Bienal Internacional de São Paulo. Participa da Prospectiva’ 74, no Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC/USP). Conclui bacharelado em artes plásticas pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), em 1975, e licencia-se em educação artística pela Fundação Armando Alvares Penteado (Faap), em 1977. Em 1981, recebe o prêmio de Melhor Mostra de Desenho do Ano, concedido pela Associação Paulista de Críticos de Artes (Apca), pela exposição O Mito do Labirinto, na Pinacoteca do Estado (Pesp), em São Paulo. No ano seguinte, é premiado no 5º Salão Nacional de Artes Plásticas, no Museu Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM/RJ). Em 1983, expõe na Funarte, na mesma cidade. Realiza ainda exposições individuais no Centro de Artes Visuais em Assunção, em 1999 e 2000. 

Análise

Bernardo Krasniansky estrutura seu trabalho com apropriação de imagens que não são de sua autoria. É frequente a referência à tradição renascentista ou neoclássica, fazendo uso de pinturas – como na série Antonello da Messina (1995-1999) – ou de esculturas célebres – série Páginas de Livros (1998-1999). Por meio de citações, estabelece diálogos, justapondo elementos repetidos em composições, organizadas de formas diversas. Em Polaroids, reproduções de obras e fragmentos de livros são aproximados, abordando a reprodutibilidade da obra de arte e ressignificando a imagem da obra.

The Temple [O Templo] integra a série Páginas de Livros, cujo tema é o corpo. O erotismo do nu reproduzido é tensionado pela impressão em tons de azul – o dorso masculino adquire aspecto de frieza, destituído de sua forma carnal característica.

Já na série Arte Grega (1998), Krasniansky sobrepõe faixas azuis a reproduções de esculturas clássicas, criando brechas para o olhar, impedindo que se identifique a imagem inicial.

Na série Museu (2000), o artista trabalha com a imagem de bustos renascentistas femininos fotografados de diferentes ângulos, dispostos de maneira semelhante a um prontuário policial. É como se buscasse conhecer a complexidade dos objetos, observando seus diversos aspectos e se distanciasse deles, explicitando que nada mais são do que cópias de reproduções.

Outras informações de Bernardo Krasniansky:

  • Outros nomes
    • Bernardo Miguel Krasniansky Adler
    • Bernardo M. Krasniansky Adler
    • Bernardo Miguel Adler Krasniansky
  • Habilidades
    • Desenhista
    • Gravador
    • Pintor
  • Relações de Bernardo Krasniansky com outros artigos da enciclopédia:

Obras de Bernardo Krasniansky: (21) obras disponíveis:

Todas as obras de Bernardo Krasniansky:

Exposições (122)

Todas as exposições

Fontes de pesquisa (8)

  • CASANEGRA, Mercedes et al. Pintura del Mercosur: una selección del período 1950-1980. coordenação editorial María Torres; fotografia Vera Albuquerque; versão em espanhol Amalia Sato; Caldarella & Banchero. Buenos Aires: Grupo Velox, 2000.
  • VENTOSUL: Mostra de Artes Visuais Integração do Cone Sul - Argentina, Brasil, Chile, Paragua, Uruguai, 3., 1996, Cascavel, PR. Ventosul. curadoria Tício Escobar et al.; fotografia Nery Cardoso; tradução Luli Miranda; apresentação Laura Buccellato et al. Cascavel, PR: Prefeitura Municipal, 1996.
  • ESCOBAR, Ticio. Museu: obras sobre papel de Bernardo Krasniansky. Assunção, Paraguai, abril 2000. Texto referente à mostra individual Museu, apresentada na Mônica Filgueiras Galeria de Arte, São Paulo, 2000. 
  • FABRIS, Annateresa. Apresentação. In: KRASNIANSKY, Bernardo. In Corpore. Lima: Galería Municipal de Miraflores, 1997.
  • KRASNIANSKY, Bernardo; FRANKLIN, Sigbert. Desenhos, aquarelas, policromias. São Paulo: Chroma Galeria de Arte, 1986.
  • MONFORTE, Luiz Guimarães (Coord.). 4º Stúdio UNESP, SESC e SENAI de tecnologias de imagens. São Paulo, 1996. , il. color.
  • MONFORTE, Luiz Guimarães; PEREIRA, Jesus Vasquez; CENNI, Roberto (Coords.). II Studio Internacional de Tecnologias de Imagens. Texto Danilo Santos de Miranda, Paulo Maltoj Barbosa Landim. São Paulo: Sesc, 1991.
  • VELHA mania: desenho brasileiro. Apresentação Marcus de Lontra Costa; texto Roberto Pontual. Rio de Janeiro, RJ: Escola de Artes Visuais do Parque Lage, 1985.

Como citar?

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo:

  • BERNARDO Krasniansky. In: ENCICLOPÉDIA Itaú Cultural de Arte e Cultura Brasileiras. São Paulo: Itaú Cultural, 2019. Disponível em: <http://enciclopedia.itaucultural.org.br/pessoa22644/bernardo-krasniansky>. Acesso em: 21 de Nov. 2019. Verbete da Enciclopédia.
    ISBN: 978-85-7979-060-7