Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Zé de Boni

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.06.2017
02.03.1951 Brasil / São Paulo / São Paulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Joaquim Riachão, o Contador do Sertão, Chapada da Diamantina, Igatu BA, 1988
Zé de Boni
Matriz - negativo

José Alberto de Boni (São Paulo, São Paulo, 1951). Fotógrafo. Forma-se em biologia na Universidade de São Paulo (USP), em 1973. Dedica-se à fotografia desde 1971, atuando a partir de 1974 no campo da fotografia publicitária. Paralelamente, dedica-se à pesquisa técnica e teórica, especializando-se em preservação de fotografias e nos processos téc...

Texto

Abrir módulo

Biografia

José Alberto de Boni (São Paulo, São Paulo, 1951). Fotógrafo. Forma-se em biologia na Universidade de São Paulo (USP), em 1973. Dedica-se à fotografia desde 1971, atuando a partir de 1974 no campo da fotografia publicitária. Paralelamente, dedica-se à pesquisa técnica e teórica, especializando-se em preservação de fotografias e nos processos técnicos em preto e branco. Ministra cursos e palestras nos quais apresenta os resultados de suas pesquisas. Realiza sua primeira exposição individual no Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand (Masp), em 1975. Entre 1980 e 1982, em parceira com Janine Decot, dirige a Galeria Álbum, espaço dedicado à realização de exposições, palestras e cursos sobre fotografia. De 1986 a 1996, mantém o laboratório Álbum, direcionado para o atendimento de fotógrafos profissionais, onde atua também como responsável técnico.

Dedica-se à fotografia de paisagens, expondo com regularidade. Em 1990, publica o livro Paisagem Mágica: Fotografias da Chapada Diamantina e realiza exposição fotográfica referente ao livro, no Museu da Imagem e do Som (MIS/SP), premiada pela Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), no mesmo ano. É contemplado com Bolsa Vitae de Pesquisa Fotográfica, em 1993. No ano seguinte, organiza o livro Verde Lente: Fotógrafos Brasileiros e a Natureza, no qual reúne trabalhos de 71 fotógrafos contemporâneos atuantes no Brasil. É membro do conselho curador da Coleção Pirelli-Masp desde 1990. Entre as décadas de 1990 e 2000, participa de exposições nacionais e internacionais, com destaque para Incursion a Travers l'Imaginaire dans la Photographie Brésilienne, em Arles, França, e Ecos do Século, realizada pelo MIS/SP.

Análise

Biólogo de formação, o contato com a natureza faz parte da vida de Zé de Boni desde cedo. O artista, porém, não atribui apenas ao conhecimento científico a "afinidade espontânea" que afirma nutrir pela paisagem natural. A necessidade de reconstruir a experiência visual das paisagens que o atraem é o que o leva à fotografia.

Da afinidade com a paisagem natural, aliada à pesquisa técnica da linguagem fotográfica em preto e branco, resulta Paisagem Mágica: Fotografias da Chapada Diamantina, um dos trabalhos mais importantes do fotógrafo. Nesse ensaio, o sentimento romântico do sublime, presente no registro dos cânions ou ainda na imensa queda d'água de 422 metros da Cachoeira da Fumaça, alterna-se com a poesia de fotografias como as do Rio Mucugezinho, cuja espuma formada na superfície da água cria desenhos intrigantes. Ou ainda a de Joaquim Riachão, o "cantador do sertão", sentado sobre uma mureta de pedra, em frente à casa, tocando sua flauta. Entre o poético e o sublime, pode ser mencionada ainda a cortina de cipós da Gruta Azul, em Iraquara, semelhante a feixes de luz cristalizados caindo sobre a entrada da gruta. Mais do que recriar a experiência vivida no contato com a natureza, as imagens de De Boni oferecem uma nova experiência, igualmente capaz de instigar quem as observa.

Obras 9

Abrir módulo

Espetáculos 1

Abrir módulo

Exposições 30

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 9

Abrir módulo
  • AMARAL, Aracy; FERNANDES JUNIOR, Rubens. Imagens de 1998. São Paulo: Marca D'Água, 1998.
  • BONI, Zé de. Coleção Pirelli/Masp de Fotografia. Disponível em: http://www.colecaopirellimasp.art.br/autores/75.
  • BONI, Zé de. Paisagem mágica: fotografias da Chapada Diamantina. Apresentação Angelo Calmon de Sá; comentario Walfrido Moraes. São Paulo: Banco Econômico, Empresa das Artes, 1. 120p. fotos color., BONI, Zé de. Paisagem mágica: fotografias da Chapada Diamantina. Apresentação Angelo Calmon de Sá; comentario Walfrido Moraes. São Paulo: Banco Econômico, Empresa das Artes, 1. 120p. fotos color.,. 770.981 B715p
  • BONI, Zé de. Paisagem mágica: fotografias da Chapada Diamantina. Texto de Walfrido Moraes. São Paulo: Empresa das Artes, 1989.
  • BONI, Zé de. Verde lente: fotógrafos brasileiros e a natureza. São Paulo: Empresa das Artes, 1994.
  • BONI, Zé de. Verde lente: fotógrafos brasileiros e a natureza. São Paulo: Empresa das Artes, 1994. 778.90981 B715v
  • ECOS do século: reflexões do Museu da Imagem e do Som: 30 anos de MIS. Curadoria Miguel Paladino. São Paulo: Museu da Imagem e do Som, [2000].
  • PAIVA, Joaquim (org.). Visões e alumbramentos: fotografia brasileira contemporânea na coleção Joaquim Paiva. Versão em inglês Katica Szabó, Laura Ferrari. São Paulo: BrasilConnects Cultura & Ecologia, 2002.
  • Programa do Espetáculo - Absurda Pessoa - 1975. Não Catalogado

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: