Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Alexandre Filho

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 05.03.2021
1932 Brasil / Paraíba / Bananeiras
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Sereia com Tatu, 1977
Alexandre Filho
Acrílica sobre tela
80,00 cm x 60,00 cm

Manuel Alexandre Filho (Bananeiras, Paraíba, 1932). Pintor. Trabalha na lavoura até os 17 anos, não chegando a concluir o curso primário. Depois, como servente, caixeiro e operário. Muda-se para o Rio de Janeiro, onde começa a pintar autodidaticamente por volta de 1964. Começa a expor em 1968, no Rio de Janeiro. Alcança reconhecimento internacio...

Texto

Abrir módulo

Manuel Alexandre Filho (Bananeiras, Paraíba, 1932). Pintor. Trabalha na lavoura até os 17 anos, não chegando a concluir o curso primário. Depois, como servente, caixeiro e operário. Muda-se para o Rio de Janeiro, onde começa a pintar autodidaticamente por volta de 1964. Começa a expor em 1968, no Rio de Janeiro. Alcança reconhecimento internacional, expondo em Paris, Madri e Lisboa. Em 1968 participa do Festival de Arte Negra, na Nigéria. Expõe também em Houston e Montevidéu. Anatole Jakovsky o inclui em seu livro Peintres Naifs em 1972 e Flávio de Aquino em Aspectos da Pintura Primitiva Brasileira em 1977. Nesse mesmo ano passa a figurar no Dicionário de Arte Brasileira de Roberto Pontual e no livro Provérbio de Pintores Naif de Max Furny. Por volta de 1975 volta a seu estado natal, residindo atualmente em Guarariba.

Obras 1

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Sereia com Tatu

Acrílica sobre tela

Exposições 24

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 10

Abrir módulo
  • 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • AQUINO, Flávio de. Aspectos da pintura primitiva brasileira. Rio de Janeiro: Spala, 1978.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Organização André Seffrin. 2. ed. rev. e ampl. Curitiba: Ed. UFPR, 1997.
  • AYALA, Walmir. Dicionário de pintores brasileiros. Rio de Janeiro: Spala, 1992. 2v.
  • BENTO, Antonio. Expressões da arte brasileira. Tradução Richard Spock, Elaine E. Morisson. Rio de Janeiro: Spala, 1983.
  • BRASIL: arte do Nordeste. Rio de Janeiro: Spala, 1986.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • DRÄNGER, Carlos (coord.). Pop Brasil: arte popular e o popular na arte. Curadoria Paulo Klein; tradução João Moris, Beatriz Karan Guimarães, Maurício Nogueira Silva. São Paulo: CCBB, 2002.
  • FESTA de cores. São Paulo: Masp, 1975.
  • PINTORES populares y 3 grabadores de Brasil. Mexico: Instituto Nacional de Bellas Artes, 1980.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: