Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Marcelo Zocchio

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
17.04.1963 Brasil / São Paulo / São Paulo

Auto-Retrato
Marcelo Zocchio
Matriz - negativo

Marcelo Salvia Zocchio (São Paulo SP 1963). Fotógrafo. Forma-se em engenharia civil pela Escola de Engenharia Mackenzie, em 1988, em São Paulo. Nesse ano, inicia a carreira de fotojornalista como freelancer dos jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e da revista IstoÉ. De 1990 a 1991, estuda no Internacional Center of Photography [Centr...

Texto

Abrir módulo

Biografia
Marcelo Salvia Zocchio (São Paulo SP 1963). Fotógrafo. Forma-se em engenharia civil pela Escola de Engenharia Mackenzie, em 1988, em São Paulo. Nesse ano, inicia a carreira de fotojornalista como freelancer dos jornais O Estado de S. Paulo, Folha de S. Paulo e da revista IstoÉ. De 1990 a 1991, estuda no Internacional Center of Photography [Centro Internacional de Fotografia], de Nova York, onde freqüenta aulas dos artistas Duane Michaels (1932) e Arthur Tress (1940). De volta ao Brasil, começa a desenvolver trabalhos fotográficos que problematizam aspectos sociais e urbanísticos da cidade de São Paulo e, do ponto de vista formal, se caracterizam sobretudo pela exploração de suportes variados e pelo uso de imagens seqüenciais. Em 1993, trabalha na agência de propaganda DPZ e, desde então, atua na área publicitária e editorial. Realiza sua primeira mostra individual, Fotografias, no Museu da Imagem e do Som de São Paulo - MIS/SP, em 1995. No ano seguinte, é contemplado com o 2º Prêmio Nacional de Fotografia da Fundação Nacional de Arte - Funarte. Em 1999, lança o livro Pequeno Dicionário Ilustrado de Expressões Idiomáticas, em co-autoria com Everton Ballardin (1965), com fotos encenadas que traduzem de maneira literal diversos provérbios populares. Recebe o Prêmio Porto Seguro de Fotografia, na categoria pesquisas contemporâneas, em 2005.

Comentário Crítico
De modo geral, os trabalhos de Marcelo Zocchio discutem dois temas: as tensões vividas por habitantes de megalópoles contemporâneas e o estatuto de veracidade da fotografia. Em seqüências de fotos feitas com a câmera parada enfocando o mesmo lugar, mas cujo referente está em movimento ou se modifica, o artista articula noções de constância e transitoriedade, fixidez e fluxo. A estratégia de repetição do enquadramento ou do assunto freqüentemente chama a atenção para a permanência de problemas urbanísticos.

Em Detectores de Altura, 2000, Zocchio registra detalhes de pontes e túneis de rodovias paulistanas mostrando que sua altura é muito baixa para os caminhões que circulam sob elas. Apresenta fragmentos das construções e dos veículos borrados, em movimento, quase em coalizão. O observador tem dificuldades para identificar a situação, pois os conjuntos a princípio lembram composições abstratas. Há uma ambigüidade entre forma e conteúdo, pois a repetição de fotos parecidas, além de criar um ritmo visual, é também a reiteração de um problema (a altura das pontes).

Outra estratégia de Zocchio é a instalação em locais públicos ou privados de fotografias de objetos do cotidiano (cortinas, pias, mesas etc.) ampliadas em tamanho natural. As fotos são colocadas no lugar das coisas que representam, como se pudessem substituí-las. O artista discute a idéia de simulacro nas sociedades urbanas, onde muitas vezes a imagem tem um poder de persuasão maior que a coisa real.

Obras 10

Abrir módulo
Reprodução Fotográfica Autoria Desconhecida

[Sem Título]

Fotográfia

De Acordo

Fotografias p&b montadas em cartão e matriz - negativo

It`s the Law

Fotografias p&b montadas em alumínio e matriz - negativo

Sem Título

Fotografias p&b montadas em alumínio e matriz - negativo

Exposições 43

Abrir módulo

Eventos relacionados 2

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 5

Abrir módulo
  • CARBONCINI, Anna (coord.). Coleção Pirelli/MASP de Fotografias: v. 11. Versão em inglês Kevin M. Benson Mundy. São Paulo: MASP, 2002.
  • FOTOGRAFIAS no acervo do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Texto Tadeu Chiarelli, Ricardo Mendes. São Paulo: MAM, 2002.
  • IDENTIDADE/NÃO identidade: a fotografia brasileira atual. Curadoria Tadeu Chiarelli e Rejane Cintrão; texto Tadeu Chiarelli. São Paulo: MAM, 1997.
  • LOBACHEFF, Georgia. Revista Paparazzi, ano 1, n° 5, maio/jun. 1996.
  • PAVAN, Margot. Revista Imagens, n° 1, abr. 1994.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: