Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas

A Enciclopédia é o projeto mais antigo do Itaú Cultural. Ela nasce como um banco de dados sobre pintura brasileira, em 1987, e vem sendo construída por muitas mãos.

Se você deseja contribuir com sugestões ou tem dúvidas sobre a Enciclopédia, escreva para nós.

Caso tenha alguma dúvida, sugerimos que você dê uma olhada nas nossas Perguntas Frequentes, onde esclarecemos alguns questionamentos sobre nossa plataforma.

Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Rodolpho Lindemann

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
1852 França / Ile de France / Paris
0019

Bairro do Rio Vermelho (Salvador, BA), 1885
Rodolpho Lindemann
Albúmen
Coleção Gilberto Ferrez, Acervo do Instituto Moreira Salles

Rodolpho Frederico Francisco Lindemann (Alemanha ca.1852 - s.l. s.d.). Fotógrafo. Ativo no Brasil entre as décadas de 1870 e 1890. Pouco se sabe, a não ser que é associado ao suíço Guilherme Gaensly, com quem divide o estúdio do Largo do Theatro quando este ainda está em Salvador, ficando à frente do estabelecimento quando ele se transfere para ...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Rodolpho Frederico Francisco Lindemann (Alemanha ca.1852 - s.l. s.d.). Fotógrafo. Ativo no Brasil entre as décadas de 1870 e 1890. Pouco se sabe, a não ser que é associado ao suíço Guilherme Gaensly, com quem divide o estúdio do Largo do Theatro quando este ainda está em Salvador, ficando à frente do estabelecimento quando ele se transfere para a capital paulista no início da década de 1890. É um grande paisagista, como atestam as diversas vistas de Salvador que o Barão do Rio Branco inclui no Album de vues du Brésil, apêndice do livro Le Brésil, de Levasseur, publicado em Paris em 1889. Sendo que nesta mesma ocasião, Lindemann participa como expositor da Exposição Universal de Paris. Realiza ainda vistas nas províncias de Alagoas e de Pernambuco, assim como retratos de escravos e negros libertos em estúdio. Seu trabalho está representado nas coleções Gilberto Ferrez, no Rio de Janeiro, e do Instituto Moreira Salles, em São Paulo.

Obras 10

Abrir módulo

Exposições 8

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 6

Abrir módulo
  • FERREZ, Gilberto. A fotografia no Brasil: 1840- 1900. Prefácio Pedro Karp Vasquez. 2. ed. Rio de Janeiro: Funarte, 1985. 248 p. (História da fotografia no Brasil, 1).
  • FERREZ, Gilberto. Bahia: velhas fotografias 1858/1900. 2. ed. Rio de Janeiro: Kosmos, 1999.
  • KOSSOY, Boris. Origens e expansão da fotografia no Brasil: século XIX. Prefácio Boris Kossoy. Rio de Janeiro: Funarte, 1980. 128 p.
  • KOSSOY, Boris; CARNEIRO, Maria Luiza Tucci. O olhar europeu: o negro na iconografia brasileira do século XIX. São Paulo: Edusp, 1994. 240 p.
  • TURAZZI, Maria Inez. Poses e trejeitos: a fotografia e as exposições na era do espetáculo: 1839/1889. Rio de Janeiro: Funarte. Rocco, 1995. 309 p. (Coleção Luz & Reflexão, 4).
  • VASQUEZ, Pedro Karp. Mestres da fotografia no Brasil: Coleção Gilberto Ferrez. Tradução Bill Gallagher. Rio de Janeiro: Centro Cultural Banco do Brasil, 1995.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: