Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Artes visuais

Bin Kondo

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.02.2017
1937
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Fábulas, 1965
Bin Kondo
Óleo sobre madeira, c.i.d.
79,00 cm x 109,00 cm
Coleção Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo

Satoshi Kondo (Anton, China 1937). Pintor, desenhista, escultor e professor. Estuda pintura e escultura no Colégio de Belas Artes de Asaigaika, em Nagoya (Japão) e na Faculdade de Belas Artes Musashino, em Tóquio (Japão), entre 1953 e 1960. Por volta de 1957, participa de happenings promovidos em Tóquio para contestar as tendências artísticas co...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Satoshi Kondo (Anton, China 1937). Pintor, desenhista, escultor e professor. Estuda pintura e escultura no Colégio de Belas Artes de Asaigaika, em Nagoya (Japão) e na Faculdade de Belas Artes Musashino, em Tóquio (Japão), entre 1953 e 1960. Por volta de 1957, participa de happenings promovidos em Tóquio para contestar as tendências artísticas conservadoras da época. Em 1960, muda-se para São Paulo, onde quatro anos mais tarde integra o Grupo Austral do Movimento Phases, ao lado de Fernando Odriozola, Maria Carmem, Sara Avila e Yo Yoshitome. Participa da 7ª, 8a., 9a. e 10ª Bienal Internacional de São Paulo, entre 1963 e 1969. Em 1964, participa da exposição do Grupo Austral do Movimento Phases, no MAC/USP, e, no ano seguinte, da 4ª Bienal de Artistas Jovens de Paris, França. Em 1994, participa da Bienal Brasil Século XX, na Fundação Bienal. Em 1997, participa da exposição Phases: surrealismo e contemporaneidade - Grupo Austral e Cone Sul, no MAC/USP. Em1998, recebe o Prêmio Multicultural Estadão. É vice-presidente da Comissão de Artes Plásticas da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, e membro do júri do 29º Salão Bunkyo. Em 2001, é membro do júri do 1º Salão de Pintura Figurativa Contemporânea da Sociedade Brasileira de Cultura Japonesa, no Museu de Arte Nipo-Brasileiro. É professor de escultura na Fundação Álvares Penteado, Faap.

Obras 2

Abrir módulo
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Fábulas

Óleo sobre madeira
Reprodução fotográfica autoria desconhecida

Obra 88-2

Óleo sobre tela

Exposições 57

Abrir módulo

Fontes de pesquisa 9

Abrir módulo
  • 3 GERAÇÕES de artistas nipo-brasileiros. Apresentação de Walter Zanini. São Paulo: Galeria Arte Global, 1978.
  • ARTE nos séculos. São Paulo: Abril Cultural, 1972.
  • ARTISTAS nipo-brasileiros. Apresentação de Pietro Maria Bardi. Curitiba: Salão de Exposições do BADEP, 1979.
  • DICIONÁRIO brasileiro de artistas plásticos. Organização Carlos Cavalcanti e Walmir Ayala. Brasília: Instituto Nacional do Livro, 1973-1980. 4v. (Dicionários especializados, 5).
  • GRUPO Austral do Movimento Phases. Apresentação de Walter Zanini. Texto de Eduard Jaguer. São Paulo: MAC/USP, 1967.
  • GULLAR, Ferreira (et. al). 150 anos de pintura no Brasil: 1820-1970. Rio de Janeiro: Colorama, 1989.
  • LEITE, José Roberto Teixeira. Dicionário crítico da pintura no Brasil. Rio de Janeiro: Artlivre, 1988.
  • VIDA e arte dos japoneses no Brasil: 80 anos de imigração japonesa no Brasil. Tradução de Antonio Nojiki. Apresentação de Fujio Tachibana e Pietro Maria Bardi. São Paulo: Masp: Banco América do Sul, 1988.
  • ZANINI, Walter (org.). História geral da arte no Brasil. São Paulo: Fundação Djalma Guimarães: Instituto Walther Moreira Salles, 1983. v. 1.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: