Ordenação

Tipo de Verbete

Filtros

Áreas de Expressão
Artes Visuais
Cinema
Dança
Literatura
Música
Teatro

Período

Temas


Enciclopédia Itaú Cultural
Literatura

Nelson Ascher

Por Editores da Enciclopédia Itaú Cultural
Última atualização: 07.06.2017
03.04.1958 Brasil / São Paulo / São Paulo
Nelson Ronny Ascher (São Paulo SP 1958). Poeta, ensaísta, jornalista e tradutor. Filho de pais judeus húngaros emigrados para Israel e posteriormente para o Brasil, quando criança, mãe e avó narram-lhe contos de fadas tradicionais, enquanto o pai dedica-se ao relato de eventos históricos. A família, que cultiva já na época o hábito de freqüentar...

Texto

Abrir módulo

Biografia

Nelson Ronny Ascher (São Paulo SP 1958). Poeta, ensaísta, jornalista e tradutor. Filho de pais judeus húngaros emigrados para Israel e posteriormente para o Brasil, quando criança, mãe e avó narram-lhe contos de fadas tradicionais, enquanto o pai dedica-se ao relato de eventos históricos. A família, que cultiva já na época o hábito de freqüentar as salas de cinema, mantinha uma diversificada e forte vivência cultural e o estimula para a leitura. Assim, desde muito jovem, alimenta o desejo de ser escritor. Aos 14 anos, um amigo lhe mostra o poema Datilografia, assinado pelo pseudônimo do poeta português Fernando Pessoa (1888 - 1935), Álvaro de Campos. A leitura desse poema faz com que Nelson reafirme seus anseios literários, especialmente poéticos. Em 1976, cursa por pouco mais de um semestre a graduação em medicina da Universidade de São Paulo - USP, mas a abandona, ingressando, no ano seguinte, na faculdade de administração de empresas da Fundação Getúlio Vargas - FGV, na qual se forma em 1981. Em seguida, faz mestrado em comunicação e semiótica na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Entretanto, já no final dos anos de 1970, passa a escrever para importantes periódicos do país, como a Folha de S. Paulo, dando início a uma longa, atuante e polêmica produção jornalística. Da mesma geração de Régis Bonvicino (1955) e Paulo Leminski (1944 - 1989), além da produção poética, Ascher destaca-se pelos trabalhos tanto na área editorial, quanto da tradução.

Fontes de pesquisa 3

Abrir módulo
  • ASCHER, Nelson. O sonho da razão. Editora 34: São Paulo, 1993.
  • ASCHER, Nelson. Parte alguma. Companhia das Letras: São Paulo, 2005.
  • CANDIDO, Antonio. "Orelha" de O sonho da razão. Editoria 34: São Paulo, 1993.

Como citar

Abrir módulo

Para citar a Enciclopédia Itaú Cultural como fonte de sua pesquisa utilize o modelo abaixo: